Hoje, quarta, e nada de ajuda para moradores do Promorar

[tweetmeme source=”romulomafra” only_single=false]segunda-feira as águas começaram a baixar. e, até agora, muita gente aqui em Itajaí até agora, não recebeu UMA ajuda sequer da prefeitura. já chegaram um monte de colchões, mas, a distribuição, ao que parece, não está acontecendo ou, está acontecendo muito lentamente.
nem comida, nem água, nem colchões… e já é quarta-feira, as pessoas já estão acabando de limpar suas casas, mas, a ajuda do poder público, que é bom, nada… aliás, estou escrevendo isto não só por causa de uma matéria da TVBE falando exatamente sobre este assunto, mas porque tenho visto esta falta de ações da prefeitura de Itajaí por aí.

falando nisso, vale lembrar a frase infeliz do secretário de Obras de Itajaí, Tarcisio Zanellato, ao explicar porque tinha tanto entulhos nas ruas de Itajaí após a enchente: “deve ser porque a população está querendo renovar seus móveis.” logo a seguir, na matéria da Ric Record, mostra uma mulher chorando por ter perdido tudo na enchente.
parabéns pela sensibilidade, secretário! :-/
a outra frase do mesmo secretário, não tanto infeliz, mas, estranha, é quando ele falou no programa Café Debate, da rádio Univali, que teria de contratar MUITA gente de fora pra ajudar na limpeza e recuperação da cidade, já que todos os outros programas mantidos pela secretaria de Obras não poderiam parar.
com esta, vale lembrar o que fizeram alguns da Bellinilândia logo depois da enchente de 2008, criando empresas que, ainda sem nem existir, ganhavam dispensas de licitação de milhares e milhares de reais, lembram?

Anúncios

3 Respostas to “Hoje, quarta, e nada de ajuda para moradores do Promorar”

  1. Harley Says:

    Calma… você não espera que a Prefeitura de conta de tudo tão rápido assim… passei pela cidade e vi diversos caminhões limpando os entulhos… as aulas e demais serviços públicos já retornaram ao expediente normalmente…
    O problema é que estamos mal acostumados… só Estado deve trabalhar em prol da população… mas é dever de todos numa calamidade dessas botar a mão na massa… afinal nós somos o Estado e não esqueça que muitos funcionários da Prefeitura também tiveram seus lares atingidos… como você… falta-nos espírito de coletividade e é claro mais eficiência do Estado, mas esse não um problema exclusivo da benilândia, veja as obras da copa como estão (sendo que muitos estádios são desnecessários)…

    • Rômulo Mafra Says:

      Não falava das obras nem de entulhos e sim do EMERGENCIAL: comida, água e colhões. Só. E o que foi dado nos dois, três dias seguintes à enchente de 2008.

      • Harley Says:

        não foi o que vi… estive em abrigos improvisados e os caos imperava… não haviam responsáveis pelos abrigos… faltava comida, água e colchão… estive em vários abrigos com um veículo 4X4 levando socorro… na Igreja de São Cristóvão muitas pessoas estavam abrigadas e tais itens não chegaram até eles rapidamente…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: