Caso Trocadeiro: “O tráfico de influência é bastante visível”

é o que diz o subtítulo da nova matéria de hoje do jornal Diário do Litoral, ÚNICO MEIO DE COMUNICAÇÃO de Itajaí QUE ESTÁ TRATANDO DO ASSUNTO que está no boca do povo de Itajaí. aliás, este é outro assunto que, talvez, venha a tratar em breve, pois, é IMPENSÁVEL que numa cidade do tamanho de Itajaí, somente UM JORNAL IMPRESSO fale de um escândalo que estão tentando de todo o modo ABAFAR, como se as pessoas não tivessem acesso a outros meios, sem falar no jornal, o mais lido da cidade.
isso só mostra a cidade provinciana e atrasada que vivemos.
e, este atraso e provincianismo, são patrocinados diretamente por esta mídia medrosa e vendida.

mas, voltarei, quem sabe, ao assunto, em breve.
já sobre o possível tráfico de influência, citado por um cientista político na matéria do Diarinho de hoje, também conta com a defesa do administrador do complexo portuário Trocadeiro, Guto Dalçóquio (PSDB, segundo o jornal), e que era, 41 dias antes de a prefeitura desistir do local, vice-prefeito de Jandir Bellini, um dos atuais sócios da Trocadeiro.
mas, para a Bellinilândia e seus sócios, tudo não passam de coincidências.
nada é o que parece ser.
inclusive, provalmente, a Operação Abafa do resto da mídia também é uma baita coincidência. assim como os 900 mil reais liberados dias atrás para a publicidade da prefeitura não passa de mais uma mega coincidência. ah, claro, sendo a própria Trocadeiro, a Transporte Dalçóquio, grandes patrocinadores da grande mídia de Itajaí, é só mais uma coincidência.
Itajaí é uma coincidência sem tamanho e infinita.

Guto Dalçóquio, na matéria do Diarinho, diz que “nos laudos da empresa de engenharia ambiental há a recomendação pro monitoramento contínuo do solo. “Temos responsabilidade de fazer isso, como compradores da área”“. ou seja, a desculpa dada pela Trocadeiro, é de que terá de haver uma manutenção eterna do local, coisa que eles devem estar fazendo, imagino eu.
certo, mas isso impediria a construção de uma praça?
a prefeitura não poderia fazer esta manutenção?
ela é tão cara assim?
não deve ser, pois, do contrário, nem valeria a pena ter a empresa ali, certo?
ou vale tanto assim aquele local?

eu acho que vale. porém, penso que não vale a quantidade de empregos numa “troca” por espaços públicos, sejam de lazer, sejam de uso efetivo como uma creche.
lembrando, Jandir Bellini prometeu no fim dos anos 1990 uma praça no bairro.
ele foi reeleito e, fez a praça?
NÃO.
precisou entrar um prefeito da oposição, do PT, o “prefeito cara feia”, para iniciar a construção de um mega-praça, inaugurada por Jandir Bellini somente no ano passado, já no segundo ano de seu TERCEIRO governo. passou-se UMA DÉCADA para Jandir cumprir uma simples promessa de uma praça.
Volnei Morastoni (PT) começou-a em menos de quatro anos.
mas, pra que falar do nosso atual deputado, não é mesmo? a mesma mídia que está abafando o Caso Trocadeiro, está tentando de todos os modos abafar o trabalho intenso e incansável do deputado eleito por Itajaí.
deixem Jandir “Trocadeiro” Bellini trabalhar, oras. parem de se meter nos assuntos dele. deixem exportar por onde quisre (lembram quando Jandir “Trocadeiro” Bellini (na época, deputado estadual), exportava frangos da sua empresa pela Portonave, ali em Navegantes? mas, isso podia. porém, a mesma Bellinilândia inventou, num boato ridículo, em 2009, um consultório médico de Volnei Morastoni em Curitiba, coisa que deixou chocadérrima a classe média bellinilense e uma mentira que vem sendo contada até hoje pela cidade).
essa é a nossa Itajaí.

Tags: , , , , ,

Uma resposta to “Caso Trocadeiro: “O tráfico de influência é bastante visível””

  1. GAGASGAWEH Says:

    Oi Romulo, verificando a reportagem tanto a que vc escreveu em seu blog quanto a que veio a tona no unico jornal da rfegiao que nao tem rabo preso, o Diarinho, fui verificar que não é somente a Familia Dalçóquio que possui os seus podres:

    De acordo com o Diarinho, a tal empresa chamada Panimex que já opera e tem partes do Terminal, já que tbm é socia. é filial da empresa Chile de mesmo nome e dono, o Senhor Gonzalo Gazmuri.

    Pois bem, essa mesma empresa, que e fabricante de produtos quimicos, os mesmos que serão armazenados no Terminal ja causaram em 2008 um grande e gravissimo desastre ecologico no Chile!!!!!!!! E na Argentina, onde essa empresa tem filial, de acordo com os sites estrangeiros, os moradores nao queriam essa empresa lá devido a esses risco ambiental e ate mesmo por compra de terreno em menor valor (caso chegou a ir ao CQC da Argentina), sem falar que a ideia do tal do Gonzalo era fazer uma fabrica desses produtos aqui no Brasil mas no RJ nao permitiram!!!!!!!!!

    Esse caso é mais grave do que se pensa, se uma empresa em seu proprio pais fez uma dessas, o que sera de nos aqui em Itajai e região se um desastre ecologico desse acontecer as margens do Itajai Açú?????

    Romulo, me ajude a divulgar isso e vamos fazer igual o pessoal da Argentina: Dizer não à Panimex e Não à Trocadeiro tambem

    . Me ajude a passar essa informação ao Diarinho. Essa palhaçada de farsa tem que ser acabada de uma vez por todas.

    Segue as fontes:

    http://www.berissociudad.com.ar/nota.asp?n=&id=6320

    http://rochon.webnode.com/news/panimex-quimica-desastre-ecologico/

    http://www.berissociudad.com.ar/nota.asp?n=&id=6413

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: