As coligações do PT em Itajaí para 2012

[tweetmeme source=”romulomafra” only_single=false]então, vamos ao assunto que está rendendo por Itajaí, nas conversas de rodas políticas (e só, pra quem acha que isso está na boca do povo, engana-se): a coligação do PT com…

bem, primeiramente, esclarecendo algumas questões que têm sido levantadas, não é o Níkolas Reis (vereador do PT) que está querendo se coligar com o PSDB. ele faz parte de um grupo de filiados que defende que o PT se coligue. se vai ser com o PSDB, isso é outra discussão que também está em andamento.
alguns defendem que sim.
outros defendem que não.
normal, para quem é do Partido dos Trabalhadores, esta divergência. sempre foi assim, tanto que o partido tem oficialmente diversas tendências, que são grupos políticos dentro do partido, como a CNB (Construindo um Novo Brasil), DS (Democracia Socialista), AE (Articulação de Esquerda), TM (Tendência Marxista) entre outras, inclusive, sendo facultativo aos filiados criarem novas tendências locais. são estas tendências é que definem o PT. são elas, agora, é que estão definindo a questão das coligações.
como se vê, no PT as coisas acontecem de baixo para cima, e não o contrário. não é o presidente quem decide. ele não é o dono do partido. todos os filiados podem decidir. claro que, no fim, o diretório é quem decidirá, mas, isso, depois de debates, acalorados ou não. mas, o importante, é que há o espaço para o debate, para as divergências internas. e são elas que sempre nortearam o partido.

mas, voltando ao principal, as coligações, até o colunista comissionado resolveu dar seu pitaco. claro que, a pior coisa que pode acontecer à situação em Itajaí, é uma possível coligação com um dos ex-partidos da Bellinilândia, como o PSDB (o DEM, até agora, não se decidiu se é oposição ou situação, diferentemente do que tenta supor — com a clara intenção de atacar o PT — o colunista comissionado). eles sabem o problema que será se esta coligação acontecer e, por isso, o comissionado ataca de todos os lados, tenta influenciar de algum jeito, provavelmente procurando provocar cisões dentro dos partidos que podem se coligar.
ele fala até de “pureza”. olhem só! o comissionado falando de pureza. aliás, ele achou, hoje, até um jeito de criticar todos os partidos que são (ou podem ser) oposição: PT, PSDB e sobrou pro DEM também.  todos foram lembrados, pra que ninguém se esqueça do medo da Bellinilândia que haja um enfrentamento entre estes e os bellinilenses no ano que vem.
mas, o comissionado se esquece da sua própria pureza. não olha o próprio rabo. simplesmente ignora o fato de um partido como o PMDB ter saído da oposição para a situação em três meses. ignora o fato de os partidos governistas terem aceitado um partido oposicionista como o PDT dentro do próprio governo, poucas semanas atrás — o que tem provocado revolta em muitos amarelos da Bellinilândia.
ou seja, ele aceita que, pureza não é o forte dos partidos governistas ao qual ele serve.
isso parece piada, né? mas não é.

mas, voltando a falar mais um pouco das coligações, quer dizer que, se o PT se coligasse com o PDT seria normal? mesmo o PDT estando em conversas com a Bellinilândia, coisa que era pública e notória nos meses passados?
inclusive isso foi levantando numa das reuniões do partido; se aceitaríamos o PDT, bem, qual o problema com o PSDB? por que não estão juntos lá em cima?
então, poderíamos nos juntar com o PP, que está coligado com o PT no governo federal???????
é isso, então?
não, né? claro que não. infelizmente ou felizmente, há diferenças entre “local” e “global”, entre aqui e lá. diferenças que devem ser pesadas. e serão pesadas.
de qualquer modo, quem é de fora, pensa e vê diferente, é claro, mas que está lá dentro, na lide partidária, sabe como funciona o PT e sabe que a decisão da maioria será respeitada, e não o que um ou outro pensa, ou pensa que pensa.

agora, é aguardar as próximas semanas, que, talvez, revelem as decisões tomadas internamente dentro dos partidos e onde, efetivamente, começarão as coligações (ou não, talvez esperem mais ainda, vai saber).

e saber que, como sempre, o PT é visto, apesar de ser um partido de “poucos filiados” (porém muito militantes) e com “apenas” um vereador em Itajaí, como um dos grandes partidos e que faz a diferença no fim das contas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: