“Volnei, Jandir e o Porto de Itajaí”

do blog Itajaí na Rede:
Ainda tenso – Apesar das falas dos mais afoitos comissionados do Porto de Itajaí em afirmar que a greve dos portuários havia sido considerada ilegal pela justiça, não foi o que ocorreu de fato. Na verdade um dos portuários que fora impedido de trabalhar no início da greve havia feito um boletim de ocorrência pois interpretou ter seu direito de ir e vir ceifado. Com este boletim impetraram um pedido de liminar autorizando o funcionário a exercer suas funções o qual foi concedido ao funcionário individualmente, portanto a greve dos portuários não foi considerada ilegal e os direitos dos trabalhadores em se manifestar continua resguardado pela consituição.

Ação conjunta – Em contra partida, numa atitude republicana, Jandir Bellini e Volnei Morastoni se uniram para buscar mediando entre trabalhadores e arrendatários uma solução pacífica para o impasse. Jandir e Volnei tem se comunicado constantemente trocando informações e negociando com cada lado para rapidamente atenderem as duas partes e os trabalhos retornarem ao normal.

Direitos e deveres – O impasse entre arrendatários e trabalhadores orbita por várias questões empregatícias e trabalhistas, de um lado se defende a competitividade e viabilidade econômica, de outro se defende que não haja cortes nos rendimentos e em calendários mais flexíveis para ajustes de conduta. Os trabalhadores ainda pedem melhorias no quesito segurança do trabalho e investimentos para agregar valor a movimentação efetuada no Porto de Itajaí.
(…)

Anúncios

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: