“Por trás de Yoani Sánchez”, a famosa blogueira cubana que luta contra Fidel

imperdível entrevista da blogueira Yoani Sánchez, a blogueira que ficou famosa por criticar contundentemente o governo socialista de Fidel Castro, em Cuba. e sim, ela tem um blog EM CUBA onde faz duras críticas. e tem liberdade para isso, por mais que isso seja estranho aos críticos de Cuba. a entrevista é devastadora, pra quem tiver tempo de ler uma boa entrevista (uma aula de jornalismo!, fora a a aula de história do francês Salim Lamrani), é simplesmente imperdível.

abaixo, um pequeno trecho da entrevista, que, repito, merece ser lida, principalmente pra quem diz conhecer a situação de Cuba somente pela Globo, Veja e afins (os sublinhados são meus):

(…)

Salim Lamrani – […] A senhora não tem a impressão de que a imprensa ocidental a usa porque a senhora preconiza um “capitalismo sui generis” em Cuba?

Yoani Sánchez – Não sou responsável pelo que a imprensa faz. Meu blog é uma terapia pessoal, um exorcismo. Tenho a impressão de que sou mais manipulada em meu próprio país do que em outra parte. O senhor sabe que existe uma lei em Cuba, a lei 88, chamada lei da “mordaça”, que põe na cadeia as pessoas que fazem o que estamos fazendo.

SL – O que isso quer dizer?

YS – Que nossa conversa pode ser considerada um delito, que pode ser punido com uma pena de até 15 anos de prisão.

SL – Perdoe-me, o fato de eu entrevistá-la pode levá-la para a cadeia?

YS – É claro!

SL – Não tenho a impressão de que isso a preocupe muito, pois a senhora está me concedendo uma entrevista em plena tarde, no saguão de um hotel no centro de Havana Velha.

YS – Não estou preocupada. Esta lei estipula que toda pessoa que denuncie as violações dos direitos humanos em Cuba colabora com as sanções econômicas, pois Washington justifica a imposição das sanções contra Cuba pela violação dos direitos humanos.

SL – Se não me engano, a lei 88 foi aprovada em 1996 para responder à Lei-Helms Burton e sanciona, sobretudo, as pessoas que colaboram com a aplicação desta legislação em Cuba. Por exemplo, fornecendo informações a Washington sobre os investidores estrangeiros no país, para que sejam perseguidos pelos tribunais norte-americanos. Que eu saiba, ninguém até agora foi condenado por isso. Falemos de liberdade de expressão. A senhora goza de certa liberdade de tom em seu blog. Está sendo entrevistada em plena tarde em um hotel. Não vê uma contradição entre o fato de afirmar que não há nenhuma liberdade de expressão em Cuba e a realidade de seus escritos e suas atividades, que provam o contrário?

YS – Sim, mas o blog não pode ser acessado em Cuba, porque está bloqueado.

SL – Posso lhe assegurar que o consultei esta manhã antes da entrevista, no hotel.

YS – É possível, mas ele permanece bloqueado a maior parte do tempo. De todo modo, hoje em dia, mesmo sendo uma pessoa moderada, não posso ter nenhum espaço na imprensa cubana, nem no rádio, nem na televisão.

SL – Mas pode publicar o que tem vontade em seu blog.

YS – Mas não posso publicar uma única palavra na imprensa cubana.

SL – Na França, que é uma democracia, amplos setores da população não têm nenhum espaço nos meios, já que a maioria pertence a grupos econômicos e financeiros privados.

YS – Sim, mas é diferente.
(…)

Salim Lamrani – Abordemos outro tema. Fala-se muito dos cinco presos políticos cubanos nos Estados Unidos, alguns condenados à prisão perpétua por se infiltrarem em grupelhos de extrema direita na Flórida envolvidos no terrorismo contra Cuba.

Yoani Sánchez – Não é um tema que interesse à população. É propaganda política.

SL – Mas qual é seu ponto de vista a respeito?

YS – Tentarei ser o mais neutra possível. São agentes do Ministério do Interior que se infiltraram nos Estados Unidos para coletar informações. O governo de Cuba disse que eles não desempenhavam atividades de espionagem, mas, sim, que haviam se infiltrado em grupos cubanos para evitar atos terroristas. Mas o governo cubano sempre afirmou que esses grupos estavam ligados a Washington.

SL – Então os grupos radicais de exilados têm laços com o governo dos Estados Unidos?

YS – É o que diz a propaganda política.

SL – Então não é verdade.

YS – Se é verdade, significa que os cinco realizavam atividades de espionagem.

SL – Neste caso, os Estados Unidos têm de reconhecer que os grupos violentos fazem parte do governo.

YS – É verdade.

SL – A senhora acha que os cinco devem ser libertados ou merecem a punição?

YS – Creio que valeria a pena revisar os casos, mas em um contexto político mais apaziguado. Não acho que o uso político deste caso seja bom para eles. O governo cubano midiatiza demais este assunto.

SL – Talvez por ser um assunto totalmente censurado pela imprensa ocidental.

YS – Creio que seria bom salvar essas pessoas, que são seres humanos, têm uma família, filhos. Por outro lado, contudo, também há vítimas.

SL – Mas os cinco não cometeram crimes.

YS – Não, mas forneceram informações que causaram a morte de várias pessoas.

SL – A senhora se refere aos acontecimentos de 24 de fevereiro de 1996, quando dois aviões da organização radical Brothers to the Rescue foram derrubados depois de violar várias vezes o espaço aéreo cubano e lançar convocações à rebelião.

YS – Sim.

SL – No entanto, o promotor reconheceu que era impossível provar a culpa de Gerardo Hernández [um dos cinco, condenado a duas prisões perpétuas mais 15 anos] neste caso.

YS – É verdade. Penso que, quando a política se intromete em assuntos de justiça, chegamos a isso.

SL – A senhora acha que se trata de um caso político?

YS – Para o governo cubano, é um caso político.

SL – E para os Estados Unidos?

YS – Penso que existe uma separação dos poderes no país, mas é possível que o ambiente político tenha influenciado os juízes e jurados. Não creio, no entanto, que se trate de um caso político dirigido por Washington. É difícil ter uma imagem clara deste caso, pois jamais obtivemos uma informação completa a respeito. Mas a prioridade para os cubanos é a libertação dos presos políticos.
(…)

Anúncios

Tags: , , , ,

7 Respostas to ““Por trás de Yoani Sánchez”, a famosa blogueira cubana que luta contra Fidel”

  1. Elio Ribeiro Says:

    todos sabemos que o governador do RS Tarso Falastrão Genro tirou férias nas ilha dos fidél, seca generalizada no oeste do estado e ao voltar, sua filha teve uma triste ilusão sobre o comunismo, familia Castro corrompeu o sistema COMUNISTA na ilha transformando-a numa ilha pré-histórica.Segundo reportagens postadas e comentadas por alguns blog, cito este que pegou leve com a degenerada e ex deputada agora desempregada. http://polibiobraga.blogspot.com/2012/01/luciana-volta-de-havana-e-reconhece.html – Acredito que quem gosta do sistema comunista, deveria pelo menos ir uma só vez como é e fazer uma analise e agradecer a DEUS por morar no BRASIU, um pais de TOLOS.

  2. Samuel Costa Says:

    Coisa que o Brasil mais tem é pobre e pobreza. O senhor mercado da as costa para os ditos mais fracos. e pensar que a Ilha era de própriedade da Máfia do US. com toda a certeza deste mundo, Cuba está melhores mãos na atualidade do que a Máfia do US. A seca também atingeu a Santa e Bela Catarina. E isso não é culpa do PT catarinense.

    • Elio Ribeiro Says:

      O Brasil não tem pobre, tem é um monte de gente que não quer trabalhar, gente que acha melhor pedir dinheiro pela rua e viver de esmolas deste des-governo , já teve um monte de mendigo pedindo dinheiro aqui em casa, quando pego uma enxada e mostro o mato que tem no jardim e ofereço 20 R$ para 2 horas de trabalho, os MALANDROS alegam de tudo, até hoje nenhum aceitou e o bom é que nunca mais voltaram a pedir. PROVÉRBIO CHINES ” nunca dê um peixe para quem precisa, dê uma vara e ensine a pescar “. Antigos casal de vizinhos Cubanos, ele juiz, ela professora, tinham de conversar no banheiro com chuveiro ligado, pois se falasse qualquer palavra que poderia ferir o ego dos Castros, poderiam ser presos, não ganhavam o suficiente, caneta BIC é coisa de luxo nesta ilha atrazadissima e jurassica, Portanto devemos muito em agradecer pela liberdade neste pais de TOLOS e alguns VAGABUNDOS. Espero que um dia um presidente a estilo de Cristovão Buarque assuma o poder e entupa este pais de ensino e não gaste em futebol e olimpiada ao qual não traz retorno algum para o povo, e ai com estudo, o povo deixará de se entupir de filhos e ter uma qualide melhor de vida com plena dignidade.

      • Rômulo Mafra Says:

        Ah sim, a culpa do pobre ser pobre, adivinhem, É DO POBRE!!!!!!!! ahahahahahaha Mas, pelo visto, o Elio não se dignou a ler a entrevista com a “famosa blogueira cubana” que a direita tanto ama.

        • Elio Ribeiro Says:

          já fui pobre, começei a vender laranja ou pastel na rua aos 10 anos, primeiro emprego com carteira registrada foi aos 12 anos, trabalhava a tarde e estudava pela manhã, minha familia e fé em Deus sempre foram o meu alicerce, acredito que o povo Cubando tem o que tem porque eles querem, mesmo para o povo brasileiro, pois entra politico e sai politico e o povo prefere discuritir futebol e BBB, politica e dignidade estão fora do vocabulário do povo, Se Cuba fosse tão boa assim, não teriamos milhares de cubanos morando nos EUA e sustentando suas familias que lá ficaram, não conheço este pais e de lá não quero pisar, pois quem gosta de tirania é gente que não tem personalidade. Conheço muito bem nosso pais, já visitei cidades onde se poderia falar que o povo não teria condições de morar devido a adversidade do clima, porém com educação e inteligencia o povo aproveita até as cascas da banana para sobreviver e são dignos, não vendem sua dignidade em épocas de eleição. Não existe politico neste pais honesto, pois quem lá coloca o corrompe logo que ganha, pedindo empregos e algumas regalias. vemos pelo Jandir, que colocou comissionados para nada fazer na prefeitura, só para sacudir bandeiras em época de eleição. Educação deveria ser tratado acima de tudo.

    • Elio Ribeiro Says:

      Cuba era o cabaré dos estados unidos, em época de lei seca, se tinha boas e baratas prostitutas nesta ilha,. porém um mafioso achou melhor construir uma cidade no meio do deserto onde a corrupção era tratada no dia a dia do povo, e Las vegas no meio do deserto se tornou uma cidade conhecida mundialmente, juntamente com cassinos em áreas indiginas ao qual se beneficiam por sua imputabilidade e isenção de impostos ao qual o governo dos EUA beneficiam este povo colonizado. Porém para quem for fazer qualquer cirurgia na Ilha Jurassica dos Fidel, verá que até hoje existe prostituição nesta ilha caribenha, porém hoje elas estão transvertidas de médicas e algum outro curso superior, pois lá um médico ganha miseros 17 U$ que mal dá para comprar uma caneta BIC, Leite só para criança até os 6 meses, é artigo de luxo, pobreza é generalizada, preguiça não existe, é algo que já nasce no corpo do cubano, pois quem trabalha tem medo de sustentar no minimo 3 a 4 funcionários publicos. Brasil tem o maior indice de Impostos do Mundo, daqui um tempo o brasileiro irá cair na real e parará de trabalhar, pois não compensa sustentar alguns vagabundos, somos o povo que mais gasta no exterior, pois quando vemos o real valor de um produto, compramos até esgotar o dinheiro. Carro no Brasil, é o dobro dos EUA, sendo que lá, ganham 8 vezes mais do que um brasileiro. Estudo será a salvação deste pais, ai veremos educação e saude grudadas.

  3. Samuel Costa Says:

    Digo que o Brasil tem o uma concentração de renda absurda. E é normal ver gente da direita conservadora se manifestar desse modo grosseiro e agressivo. Cuba investiu muito em educação e saúde, a população negra e pobre foi e é a mais beneficiada. O Brasil é muito cruel coma a sua população mais pobre. E foi preciso um Lula para começar a reverter esse quadro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: