Um depoimento de quem esteve na largada da Volvo Ocean Race

[tweetmeme source=”romulomafra” only_single=false]o Júnior publicou este comentário ontem aqui no blog, e achei interessante trazê-lo pra cá, pois, merece ser lido com muito mais cuidado. se o que ele está falando é o que estamos prevendo, bem, já sabem o que vai acontecer em abril. porém, é claro, “ninguém” em Itajaí dirá isto, já que, nossa, praticamente toda a mídia da cidade foi pra Espanha, Abu Dabi, viajando pelo mundo, conhecendo novos continentes. provavelmente ficarão calados, diante de tanto dinheiro gasto com viagens com a nossa imprensa. porém, o depoimento do Júnior é uma amostra de que nem tudo são flores. diria o contrário, esta Volvo Ocean Race pode ser o maior fiasco já visto na cidade, até mesmo mais que a última Marejada, que ainda nem prestação de contas teve.
porém, mesmo com a fiasqueira que parece irá acontecer (não, não estou torcendo contra, só sendo realista diante dos fatos e do histórico das ações no turismo em Itajaí), a maior parte da imprensa de Itajaí terá coragem pra mostrar a verdade???
veremos realmente o que vai acontecer, o dinheiro que entrará para a cidade, O POVO PARTICIPANDO DO EVENTO EFETIVAMENTE?
ou veremos tão-somente a maquiagem já preparada com devidas viagens de milhares e milhares de reais com a imprensa?

leiam o comentário do Júnior e pensem um pouco mais:

Sou jornalista da cidade de Itajaí e estive em Alicante na Espanha, na ocasião visitamos a prefeita da cidade e foi aquela melaceira… Conversei com taxistas e comerciantes e ambas as classes foram taxativas… “A Volvo não muda nada pra nós” até afasta os moradores dos bairros, pois eles não tem dinheiro para gastar na Regata, pois os preços são altíssimos.

Taxistas informaram que não há divulgação nos bairros, eles não querem os pobres dos bairros na Regata, isto lá em Alicante, imagina aqui.

Sem contar os jantares que tivemos, um luxo só, como bom peixero esperava uma festa regada a tainha e sardinha, para poder divulgar nossa cidade para os jornalistas estrangeiros, o que haviam era somente camarão gelado, lagosta gelada, meleca e quibe cru.

Mas o que mais me doeu foi o que ouvi esta semana em um canal de tv. Um jornalista que foi a Abu Dhabi, falou na entrevista ao vivo que quando perguntado por um turista russo sobre Itajaí, ele disse que o melhor é que Itajaí tem Balneário Camboriú, que tem hotel cinco estrelas e uma bela estrutura

Resumindo, milhões serão investidos com o objetivo de conseguir apoio para a marina, pois se pensassem em turista ou divulgação da cidade trariam um show do Michel Teló para a Marejada que iria encher a cidade e economizar milhões de dólares dos cofres público, pois incentivo fiscal é dinheiro público que deixa de entrar para os cofres.

Anúncios

Tags: , , , , , ,

10 Respostas to “Um depoimento de quem esteve na largada da Volvo Ocean Race”

  1. Diego! Says:

    Tive uma conversa semelhante em Galway com um taxista e, a opinião não difere tanto. Ele confirmou que é um circo armado em torno da estrutura naval e que omresto damcidade não tem um contato com o evento.
    Mas segundo ele, o que falta lá é interesse do povo, coisa que – conhecendo nossa cidade – pode ser o que qconteça também…

    Quem tem um pouco de noção do evento sabe que ele tm um “nicho” e um foco determinado! Vamos ver se aqui em Itajaí, a organização consiga quebrar esse estigma!

  2. Daniel Ramos Says:

    Desde do início imaginava isso,e provavelmente já deve alguns empresários preparados e ansiosos pra sair a licitação da tal Marina,que por algum motivo ainda não foi liberada,certamente devido a espera de passar a VOR pra eles dizerem:”Olha essa baia,nós temos tudo preparado pra construir a Marina Náutica,vocês querem investir aqui?”,vai ser mais ou menos assim,pelo menos é o que eu imagino,e eu já tenho em pensamento dois ou três empresários interessados neste mega empreendimento.
    Agora que a VOR é um imenso circo,isso certamente o é,e acho que pelo menos deveriam fazer uma divulgação por Bairro e eventos.E agora tão numa correria louca,vocês perceberam já?As obras da Vila da Regata,tá tudo na correria,como sempre em Itajaí.

  3. Moacir Veiga Kienast Says:

    Vocês já viram o Telão fazendo propaganda da VOR na praça da Av Atlântica em Balneário? e o hotel onde vão ficar hospedados? é tudo pra fora!

  4. Daniel P. Says:

    Bem, desde o início era conhecido que a regata não significará entrada de dinheiro propriamente na cidade. Na verdade, se contabilizados os gastos e investimentos realizados para trazê-la à Itajaí e o montante estimado de ingresso de divisas, o saldo deverá ser zero (ou seja: elas por elas). O ganho para a cidade será na infra-estrutura, que permanecerá por aqui depois que a regata se for.
    Ainda, é preciso considerar a exposição de Itajaí ao mundo, o que poderá significar um passo a frente na consolidação do Complexo Portuário do Itajaí, bem como desenvolver um polo náutico na cidade – o que representará, a longo prazo, criação de empregos e geração de renda na cidade.

    • Daniel Ramos Says:

      Neste ponto você está coberto de razão xará,além de também poder viabilizar o tão esperado(por anos) o Distrito Industrial de Itajaí,no qual já temos um terreno(PÚBLICO) de 232 hectares,que até hoje não foi utilizado para a sua funcionalidade,que é ser inteiramente Industrial,sendo que numa parte do terreno já foi constatado algumas residências de invasão,ou seja,que não têm o registro por ser um terreno público.

  5. José Carlos da Silva Vitorino Says:

    Todos os eventos desse porte são “Circos Armados”. Vejam o que acontece com a Fórmula 1? Pessoas de baixa renda realmente não conseguem participar e nem por isso eles deixam de realizar. Já existe um público alvo. Creio que o que vai ser gerado durante e após a VOR é que terá um impacto na cidade. Acredito também que, num ano eleitoral, será a palavra chave para os partidos e seguidores políticos. Infelizmente, as pessoas que gostariam de estar no poder pensam somente no que pode dar errado e não no que pode dar certo. É obvio que Itajaí não tem hotéis suficiente para este tipo de público e que certamente BC será a alternativa… Mas, o SOL nasce pra todos! Que a nossa população seja capaz de entender, participar e usufruir de todos os benefícios da VOR.

  6. renato Says:

    curto e grosso o problema é que aqui se quer resultado na hora e não para o futuro por isso que muitas coissas não funcionam. eu acredito

  7. Jean Reinert Says:

    Concordo com manifestações acima e também penso que todos tem o direito a diversão e investimento de dinheiro público, inclusive os RICOS. E se o envento é um que deverá divulgar Itajaí para a vinda de investimentos futuros e atração de turistas, não podemos ficar mostrando primeiro as dificuldades da Vila da Miséria ou do Imarui. Temos que meio maquiar para que as pessoas queiram vir pra cá. Senão ninguém vem mesmo.

  8. João Henrique Baggio Says:

    Rômulo

    Lamento discordar, mas a opinião de que a realização da Volvo Ocean Race é um circo e não agrega nada para a cidade, como o repórter Nildo Cândido Júnior postou em seu blog, pelo visto é apenas sua. Ao contrário do que ele afirmou, os repórteres e pessoas que fizeram parte da delegação de Itajaí que esteve na cidade espanhola de Alicante, da qual também participei no papel de assessor de comunicação (voluntário) do Stop over Itajaí, retornaram ao Brasil com uma opinião totalmente divergente da sua, como a imprensa vem divulgando desde o início de novembro do ano passado, quando iniciou a regata de volta ao mundo.
    Assim como a imprensa de Itajaí, a imprensa espanhola e global também tem opiniões divergentes da apresentada pelo repórter itajaiense. Segundo a mídia global, a Volvo Ocean Race traz sim divisas e injeta recursos nos municípios em que é realizada. Fato confirmado pela alcadesa de Alicante, Sonia Castedo.
    Já com relação a realização da regata na cidade irlandesa de Galway, em 2009, o impacto econômico positivo foi de U$ 58.8 milhões. Desse montante, U$ 36.5 milhões foram gastos no município somente por espectadores da regata oriundos de outras localidades. Em mídia, a audiência em redes mundiais de televisão foi de aproximadamente 1,32 bilhão de expectadores e a audiência mundial em redes de rádio somou 1 bilhão de ouvintes. Vale destacar que a realidade de Galway é muito parecida com a de Itajaí.
    No Brasil, as últimas passagens da VOR ocorreram no Rio de Janeiro, nos anos de 2006 e 2009. Em 2006, foram registrados aumentos na ocupação da rede hoteleira carioca de 6,66% e 3,24% nos meses de março e abril, respectivamente, em comparação com igual período de 2005. Já nos meses de março e abril de 2009 a taxa de ocupação dos hotéis do Rio de Janeiro aumentou em 5,42% e 10,4%, em comparação a março e abril de 2008. As informações são baseadas em números da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), seção Rio de Janeiro, que credita o avanço à realização da regata. Vale ressaltar que esse percentual registrado pela cadeia hoteleira carioca representa mais que toda a rede hoteleira de nossa região.
    Acredito que esses números, aliados à posição de diversos profissionais da imprensa e representantes da sociedade organizada, mostram que a realidade da Volvo Ocean Race não é bem essa apresentada pelo repórter Nildo Cândido Júnior.
    Inclusive, colo abaixo um email encaminhando pelo próprio júnior, que demonstra total interesse em participar de outras etapas da Volvo Ocean Race fora do Brasil, e peço que seus leitores avaliem se sua opinião pode ser considerada totalmente imparcial, uma vez que ele não participou e nem participará de outras delegações internacionais, conforme era sua vontate.
    Att,

    João H. Baggio

    —–Mensagem original—–
    De: contato@itajaiagora.com.br [mailto:contato@itajaiagora.com.br]
    Enviada em: sexta-feira, 9 de dezembro de 2011 12:24
    Para: joca@portoitajai.com.br
    Assunto: Informação… Volvo Ocean Race

    boa tarde Joca

    Gostaria da informação de quando e onde será a ida do Nosso meio de comunicação para a cobertura de mais uma etapa da regata, conforme falou o Sr. Amilcar na apresentação dos patrocinadores.

    Meio de Comunicação: GiGa Portal.com

    Fico no aguardo

    Att.
    Nildo Candido Júnior
    http://www.itajaiagora.com.br
    (47) 9645-0094

  9. Carlos Coria Says:

    Sempre é bom para alguns, não infuencia pra muitos mas é muito bom pra poucos.

    Onde tem a mão do homem, a mídia, e poder econômico, meu chapa, …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: