Demissões estranhas voltam a acontecer na Univali em Itajaí

[tweetmeme source=”romulomafra” only_single=false]e, ao que parece, o negócio seria somente pra reduzir custos deixando funcionários mais novos (e que ganham menos) no lugar, o que é uma vergonha numa universidade que seria da cidade de Itajaí.
castelo de greyskullinclusive uma das reclamações é que estariam demitindo pessoas com problemas de saúde (isso é legal?), tendo centenas de cargos onde poderiam ser realocadas, mas, a gestão atual (e a passada) tem tratado seus funcionários e alunos como se estivessem numa empresa, onde o ideal é somente o lucro, visto o que tem acontecido nos cursos e refletido na própria apatia acadêmica generalizada.
a Univali, há anos, se tornou apenas um shopping center pra desfilar um status.
e isso é apreciado pela direção da universidade, ao que parece. apreciado e incentivado. ali reina apenas o dinheiro. tanto que eu, como milhares de outros alunos, que suavam pra conseguir pagar o semestre passado foram proibidos, de uma hora pra outra, de se matricular, tirando o sonho de muitas famílias que tinham estudantes ali de terem uma vida melhor, apesar das dificuldades.
já em meados da década passada, inclusive, professores foram demitidos da Univali por “pensarem diferente” dessa gestão plenamente capitalista da coisa. o que foi levantado aqui no blogue no fim de 2002.
uma pena que a coisa tenha desandado de vez, pelas informações que chegam de lá. não sei como se recupera uma universidade que perdeu uma das principais características, que seria a discussão aberta, o agrupamento de todas as ideologias e por aí vai.
como disse, a Univali virou um shopping de Educação, em vez de ser um templo da mesma.

Anúncios

2 Respostas to “Demissões estranhas voltam a acontecer na Univali em Itajaí”

  1. Alexandre Says:

    Rômulo
    Minha esposa também tentou cursar a faculdade na Univali e por conta de nossas condições financeiras na época não pode continuar, mesmo ela querendo, pois foi proibida de fazer prova, e se matricular para o próximo semestre, ate ai tudo bem, acreditando talvez que seja um direito da mesma em contrato, porem se negaram a fazer um acordo para o pagamento e nem sequer negociavam (uma vez que nunca nos negamos a pagar, apenas atrasamos), ou seja, ou pagava divida total ou estava fora, pois você não interessava mais para eles. Uma universidade que ate outrora conhecida e respeitada, agora mais parecia uma instituição financeira e com fins lucrativos, ou um banco onde visam e prevalece o lucro a todo custo do que uma, universidade, hoje ainda pode se dizer que mais parece uma vitrine onde só aparece que mais tem, ou ainda quem mais pode, fazendo- assim distinção e o (resto) à maioria da população não interessam a eles.
    Pode ser que esteja enganado mais talvez uma saída fosse torna-la federal, assim quem sabe daria mais chance a classes menos favorecidas.

  2. Hélio Jorge Cordeiro Says:

    Já teve essa chance de se tornar realidade,mas VM não correu atrás e nem brigou por isso.Rômulo, deve saber mais que eu. Não sei não, acho que agora é trade e inês é morta, Alexandre, já que a FURB já saiu na frente nesse pleito e tudo indica que ela irá mesmo se tornar uma federal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: