“Temos que refletir sobre a importância de preservar o patrimônio da cidade”

isso é o que disse o superintendente da Fundação Genésio Miranda Lins na abertura dos trabalhos do Cidade Revelada que começou em Itajaí. e que tem o sub-título de “preservando o futuro da cidade”.
bonito, né?
enquanto isso, na “vida real” (antiga Casa da Fiscalização):

(como ela era, antigamente)

Uma obra encostadinha ao casarão poderia até estar implicando em mais degradação ao patrimônio, não?

Aliás, quem mandou fechar esta parte da rua??????

Anúncios

8 Respostas to ““Temos que refletir sobre a importância de preservar o patrimônio da cidade””

  1. Leandro Felicio Says:

    Romulo, esta parte da antiga republica argentina já estava fechada desde a ampliação do porto. Este portão foi colocado agora pois está ocorrendo obras de reconstrução do berço 1 da APMT, a fim de facilitar entrada de materiais a obra. Quanto aos casarões, o que tiver possibilidade de ser restaurado e utilizado para algum tipo de atividade, sou a favor. Porém, reformar por reformar e deixar apenas a faixada bonita, sem nada a oferecer, é perda de tempo. Mais vale derrubar e reutilizar o espaço.

    Abraço.

    • Rômulo Mafra Says:

      Não mesmo. Uma parte da rua estava aberta até poucas semanas atrás. Agora é que fecharam mais esta parte da rua, que estava, inclusive, sendo bastante procurara por turistas e locais pra usufruir daquele “píer” improvisado que tem ali.

      • Leandro Felicio Says:

        Romulo, eu trabalho na APMT, ali foi colocado aquele portão ali para controlar a passagem de caminhões para obra no berço 1 da empresa, a fim de não trancar mais ainda a entrada principal dos gates. Não teve intenção politica digamos assim nisso.

        • Rômulo Mafra Says:

          Pode não ter tido “intenção política”, mas, o fechamento de uma parte da rua deve ser por ‘vontade política’, com anuimento da Câmara de Vereadores, se eu não estiver enganado. Se ela estava aberta, e estava até uma parte, creio que foi a Câmara de Vereadores e a prefeitura que a fecharam, certo? Ou o Porto simplesmente decidiu que precisava daqueles 10 metros de rua e o mandou fechar?

          • Leandro Felicio Says:

            Mafra, não tenho esse conhecimento, mas para se poder utilizar daquele espaço ali estratégico neste momento de reconstrução de um berços, já que o transito na cor. eugenio muller ficaria terrivel, pela qtidade de pequenos caminhoes e veiculos, tem até ordem da Receita federal, pois ali se tornou um acesso a área alfandegada.

  2. Hélio Jorge Cordeiro Says:

    – E a história de Ita?
    – A história que se f… A história é sempre escrita pelos poderosos, meu chapa.
    – E as nossas relíquias, as coisas que retratam o nosso passado?
    – Que vive de passado é museu. O progresso ($) é o que importa. E por falar de museu. Um já basta, nêgo.
    – Então tá. Tchau.
    – Tchau, bobiça!.

    É triste mais é a pura verdade,Mafra. De Itajaí dos velhos tempos, só restarão as velhas e carcomidas fotografias e uma tristeza sem fim.

  3. Hélio Jorge Cordeiro Says:

    Mafra, eu fico imaginando o frequente e pesado tráfego de caminhões ao lado do velho prédio. Logo o dito cujo não suportará e irá pro chão assim como tem ido as políticas de preservação do patrimônio hitórico itajaienses.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: