“A Cidade e as Estrelas”

estou totalmente vidrado no livro que comprei dias atrás, “A Cidade e as Estrelas“, de Arthur C. Clarke. o livro, impressionantemente, nos leva a conhecer uma sociedade humana daqui mais ou menos um bilhão de anos! e só nisso já residiria a maior parte da curiosidade de conhecer uma história dessas, ainda mais, escrita em 1956!
somente um gênio da literatura (e ciência), para conseguir pensar em tanta coisa, tão a frente do nosso tempo (e dos nossos netos, bisnetos, e mais um monte de gerações futuras eheheheh).
não dá pra ficar boquiaberto com tanta imaginação ao conhecer Diaspar, a provável última cidade da Terra, onde todos vivem milhares de anos (sim, elas morrem, mas é apenas uma espécie de descanso, quando voltam, talvez milhares de anos depois, quem decide é o Computador Central, elas vão aos poucos recobrando algumas memórias das vidas passadas — e não há crianças, todos nascem jovens, e envelhecem bem pouco durante suas vidas), isso sem contar também, por exemplo, a descrição que ele dá de um jogo de realidade virtual! e olha que nesta época, 1956, nem existia ainda quaisquer tipos de jogos eletrônicos.
***

Um diagrama de Diaspar

Um diagrama de Diaspar

agora, já lido mais uma parte (a de cima, escrevi alguns dias antes), volto a escrever mais um pouco sobre o livro, pois é incrível o potencial cinematográfico que este filme possui!! imagino que não tenha sido intencional, já que com os recursos para tanto naquela época eram raríssimos, mas, hoje em dia, facilmente se tornaria um belo filme, ainda mais se fosse focado a parte emocional do livro, sem deixar, é claro, de prestar atenção aos efeitos especiais (nem tantos assim) que necessitaria para se filmar o livro. que história! com algumas ótimas reviravoltas, cenários magníficos descritos de forma magistral, enfim, um livro que merece futuras edições brasileiras (a última, ao que parece, é da Devir) — e, um bom filme também seria legal, se possível ehehehe.
***
(esta parte contém algumas revalações do livro — spoilers) bem, passaram-se mais dois dias e terminei a obra. e que obra! como vi numa frase estes dias que pipocava na internet, têm livros que a gente tem de parar alguns dias, ou, pelo menos, não dá pra começar outra obra em seguida, pois leva-se algum tempo a digerir a recém-finalizada. e é como estou agora. por sorte, o livro que começo a ler é uma biografia (do escritor inglês Alan Moore), o que me dará este tempo necessário para digerir melhor ainda esta obra-prima da ficção (científica), que DEVE ser lida hoje em dia como se fosse atual, tamanha realização do escritor em antecipar esta sociedade de um bilhão de anos a nossa frente.
chegando ao final dela, também constatei que Clarke fez uma analogia interessante com o capitalismo e socialismo/comunismo, criando duas cidades onde se chegou a perfeição destes sistemas, tão em voga na época em que o livro foi escrito. Diaspar, com sua total despreocupação com tudo, sem precisar de trabalho, com tudo a mão a qualquer momento, sem a presença da morte e com vidas que levavam milhares de anos e que voltariam em breve, e Lys, um modelo humano mais próximo da nossa realidade, onde ainda se vive e se morre mais ou menos como aqui, porém, uma comunidade que vivia integrada à natureza abundante da região, com um conselho de moradores que tocavam a pacata vida dacidade, onde quase não se falava, pois os habitantes tinham desenvolvido o poder da telepatia e todos conheciam a todos assim.
não há conflito entre estas duas cidades quando elas inevitalmente se encontram, pelo contrário, logo chegam ao um acordo de que as duas juntas podem conseguir fazer a Terra voltar a ser um local habitável em sua totalidade (no livro, só existe Diaspar e Lys, o resto todo, é apenas deserto).

abaixo, um vídeo legal que achei de alguém que “criou” Diaspar em 3D baseado no livro de Arthur

Anúncios

Tags: , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: