PT de Itajaí é contra o aumento na tarifa do transporte público

estrela-do-PTNOTA OFICIAL DO DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES DE ITAJAÍ

O PT de Itajaí se manifesta contrário ao projeto de Lei Ordinária 01/2003, do atual prefeito de Itajaí, Jandir Bellini (PP), que aceita a proposição da empresa concessionária de aumentar a tarifa do transporte coletivo de R$ 2,80 para R$ 3,20.

O reajuste, sem um debate social sobre o direito do usuário do transporte coletivo, agride profundamente os ideais democráticos historicamente defendidos pelo PT. Por isso, o partido se posiciona CONTRÁRIO ao aumento da tarifa do transporte coletivo.

O poder público terceiriza o transporte coletivo, mas não cria mecanismos de fiscalização do serviço oferecido e de consulta ao usuário para que sua demanda seja atendida. A empresa não atende a necessidade da comunidade, sendo inflexível na definição de horários e no trajeto das linhas de ônibus.

O governo de Jandir Bellini não defende os interesses da sociedade, sendo totalmente concedente com os interesses empresariais. Pior ainda. O prefeito argumenta, por meio da Lei, que a facilidade para comprar veículos fez com que reduzisse o número de usuários do transporte coletivo. É um argumento pífio, que escancara a falta de gestão municipal na mobilidade urbana, transferindo ao usuário o custo da passagem.

Este é um ponto de ônibus fotografado hoje, lá no Santa Regina (Persy Seemund)

Este é um ponto de ônibus fotografado hoje, lá no Santa Regina (Persy Seemund)

Consciente de sua posição totalmente a favor dos interesses empresariais, o governo de Itajaí tenta minimizar sua relação com a sociedade, transferindo a responsabilidade da aprovação do projeto para a Câmara de Vereadores de Itajaí, onde tem o apoio da maioria dos vereadores, a chamada base aliada. O PT entende que não cabe ao poder legislativo à função constitucional de fixar a tarifa de transporte coletivo. E essa é a posição dos vereadores do PT, Giovani Flélix e Thiago Morastoni.

É um governo sem projeto para a nossa cidade. Um governo que não deu sequência ao projeto de integração do transporte coletivo, previsto no edital de concessão de 2006, do então governo do prefeito Volnei Morastoni, do PT. A integração entre os terminais da Fazenda, da Contorno Sul, do São Vicente e de Cordeiros, agilizaria o transporte coletivo, permitindo novos trajetos e ampliando o número de horários de ônibus.

O aumento no valor da tarifa não gera aumento automático no salário dos motoristas e cobradores. Os índices de aumento da passagem de ônibus durante anos não foram repassados proporcionalmente aos trabalhadores da empresa concessionária.

O PT de Itajaí é CONTRÁRIO AO AUMENTO DA TARIFA DE ÔNIBUS, e queremos promover e lutar para que Itajaí possua uma política de mobilidade urbana com ênfase no ser humano e no bem comum.

Diretório do Partido dos Trabalhadores de Itajaí

Itajaí, 25 de fevereiro de 2013

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: