Como despedaçar um alienado

Anúncios

Tags: , , , ,

8 Respostas to “Como despedaçar um alienado”

  1. Hugosista Says:

    Pode notar que assim como a maioria da direita, o guri que criticou pouco ou nada sabe do que se passa no mundo real, vivem no mundo televisivo, e mesmo com o advento da internet, mesmo tropeçando na verdade, não mudam sua pobre opinião.

  2. Edimar Garcia Says:

    Infelizmente esta criança está protegida pelas muralhas do seu pseudo conhecimento e não entendeu, nem vai entender… 😦

  3. João Barbosa Dos Santos Neto Says:

    Parabéns “ALIENADO”! Você pelo menos teve coragem de enfrentar alguém este conferencista de araque!

  4. Patrick Schneider Says:

    O ignorante nunca mais achou a porta de saída..

  5. julio Says:

    Os fatos expostos por Galloway são infrutíferos e desprezíveis. Não tem nenhuma relação com a realidade. Mas ele é um bom argumentador ao vociferar e dizer “Campeão dos homossexuais” “Campeão dos negros”…. Conseguiu uma ode a Chávez através de um sentimentalismo exacerbado.
    Ele como um estrangeiro abastado não tem acesso a Venezuela como ela realmente é.
    como diria Shakespeare:
    Não há, porém, virtude nem força humana que os torne tão morais quando o sofrimento os punge.”
    Galloway, tente ser Venezuelano.
    Galloway, tente ser Brasileiro,
    Da perspectiva de Galloway, de sua universidade com pseudo intelectuais e climatizada é possível realizar grandes tratados acerca da condição humana.

    • Rômulo Mafra Says:

      Ele simplesmente ACOMPANHOU as eleições venezuelanas… NA Venezuela. Mas, é claro, o alienado ali sabe mais que ele. É cada coisa.

      • julio Says:

        O garoto é um alienado norte americano, nem é digno de nota. No entanto, importa analisar o fato de o conferencista ter “acompanhado” as eleições venezuelanas e não ter voltado com números, dados, fatos para fundamentar suas idéias.
        Sua eloquência não me convence. Precisamos conhecer mais e ele não acrescentou muito.

        “A porta da verdade estava aberta,
        mas só deixava passar
        meia pessoa de cada vez.

        Assim não era possível atingir toda a verdade,
        porque a meia pessoa que entrava
        só trazia o perfil de meia verdade.
        E sua segunda metade
        voltava igualmente com meio perfil.
        E os meios perfis não coincidiam.

        Arrebentaram a porta. Derrubaram a porta.
        Chegaram ao lugar luminoso
        onde a verdade esplendia seus fogos.
        Era dividida em metades
        diferentes uma da outra.

        Chegou-se a discutir qual a metade mais bela.
        Nenhuma das duas era totalmente bela.
        E carecia optar. Cada um optou conforme
        seu capricho, sua ilusão, sua miopia.

        Carlos Drummond de Andrade

        Citar Jimmy Carter ? rs
        há tanta coisa boa para ele contar respeito das melhoras na Venezuela, mas pena que ele acompanhou da varanda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: