Censura na imprensa pelo governo municipal em Itajaí?

teremos uma CPI pra investigar a acusação do apresentador irmão do vereador líder do governo?????

censura imprensa itajaino Brasil, o novo papa está andando por aí (não sou contra a vinda dele, pelo contrário, inclusive acho que o dinheiro público investido na vinda do chefe dos católicos tem um retorno enorme, ainda mais sabendo o número de turistas do mundo e das américas que estão lá na região sudeste), porém, como é de praxe do Vaticano, dizendo que é contra até mesmo a discussão da liberação de drogas (será que o Vaticano estudou ou sabe do que aconteceu nos países onde esta liberação já vem acontecendo?) e a imprensa brasileira já anda falando que o minúsculo país europeu (que vive um estado monárquico ainda) não quer muito o governo federal ao seu lado, principalmente falando em combate à pobreza e afins (no discurso da chegada do papa, a presidenta Dilma falou sobre isso). oras, o governo Dilma tem pra investir neste ano TRINTA BILHÕES no combate à pobreza. quanto será que a Católica investiu aqui no Brasil? querem mais “ação concreta” contra a pobreza do que esta, como pediu o mesmo papa no seu primeiro dia no Brasil? isso sem contar os 38 bilhões pra Educação e 79 bilhões pra Saúde que também são pra este ano (estão no orçamento do governo Dilma)! isso que nem vou falar na questão do aborto, né? ops, vou falar sim, enquanto o Uruguai comemora o número ZERO de mortes de mulheres que abortam neste ano e uma das menores taxas de abortos do mundo, a Católica continua tentando impor sua vontade mundão a fora com sua política retrógrada e mulheres continuam morrendo nas clínicas clandestinas de abortos.
um “bebê-real” nascendo em uma de nossas matrizes (não te dá vergonha quando ouves um jornalista falando “bebê real”?), enquanto um bebê de verdade nascia no Brasil e era despejado em algum canto frio qualquer, e que vai receber o nome de Francisco, o nome do papa. aliás, acho que este bebê, muito real, só ganhou algum destaque no noticiário por causa do nome recebido.
enquanto isso tudo acontece também, a Globo é acusada de sonegar milhões e milhões de reais, o paladino da Justiça brasileira para a imprensa&classemédia, Joaquim Barbosa é acusado de ser sócio de uma empresa (com o nome de JB) criada pra comprar um mega-apartamento em Miami, no valor de 1 milhão de reais. a capa da Veja dizia “o menino pobre que mudou o Brasil”, lembram? ah, esqueci, o gigante voltou a dormir em berço esplêndido. não é bom ficar lembrando certas coisas, né?
a ONU (através da Organização Mundial da Saúde), incrivelmente, deu total apoio ao governo federal do Brasil na criação do programa Mais Médicos, aquele mesmo que os nossos “doutores” saíram às ruas pra dizer que não querem mais médicos no país, enquanto a maioria das cidades brasileiras do interior sofrem para conseguirem contratar médicos, pois os nossos “doutores” preferem ficar no aconchego das cidades maiores.

mas, voltemos à nossa pequena localidade itajaiense, onde, dois casos que remetem à censura na imprensa aconteceram nos últimos dias. primeiro, o caso de um jornalista esportivo conhecido, há décadas no ramo, foi demitido (ou teve sua coluna cancelada, não sei como era o vínculo empregatício, se é que havia, do mesmo com o jornal) do maior jornal diário de Itajaí, após uma confusão do jornalista após um jogo do Marcílio Dias, quando o famoso Delfim de Pádua Peixoto Neto — conhecido como “Delfinzinho”, pois é filho do “eterno” presidente da Federação Catarinense de Futebol (ambos de Itajaí) — e este entraram em discussão. o jornalista, Zélio Prado, diz ter sido agredido (um tapa no rosto de raspão, xingamentos e uma cuspida), além de xingado. Delfinzinho diz que só discutiu com Zélio. tudo teria sido filmado por uma equipe local de TV, mas, Delfinzinho, como afirmou, viu e pediu (não gentilmente, segundo matéria do Notídias do Dia) pra que apagassem as cenas gravadas. infelizmente, as únicas cenas que restaram mostram apenas a discussão entre os dois. porém, é sempre interessante lembrar que o filho do presidente da FCF já tem um caso semelhante nas costas, quando agrediu, e muito, um radialista, fora outras tretas com a Justiça, como uma prisão por porte de crack.
e com estes fatos em mãos, o Diarinho resolveu que o jornalista de quase 70 anos teria faltado com a verdade em algum momento desta história, e resolveu por cancelar sua coluna!
sinceramente, não dá pra entender. o Diarinho, enquanto deixa um insano colunista diário falando besteiras quase todos os dias contra um partido (no caso, o PT) ou defendendo a vergonhosa volta de uma Ditadura Militar entre outras sandices, tira um colunista por um caso escabroso destes, onde, obviamente, o lado errado estava do lado dos poderosos, é de se estranhar, não?

o outro caso é ainda mais escabroso! escabroso, pois a denúncia do apresentador de um programa na TVBE, chamado “Em Defesa da Gente”, seria a de que o prefeito e um famoso… como chamar… “colaborador” seu teria instado a que o mesmo fosse retirado do programa. o apresentador é irmão do vereador líder do governo, que também é funcionário efetivo da prefeitura de Itajaí.
os motivos, até agora, são obscuros. há muita conversa nos bastidores, é claro. incluindo o último rolo, que envolveria o irmão do apresentador, sobre uma proposta de aumento da categoria que faz parte o vereador (ele recebe o salário de efetivo, que é bem maior que o de vereador), e que a opinião pública foi contra, fazendo a categoria retirar o projeto (segundo disseram, vai voltar depois do recesso dos vereadores). não sei como o apresentador se posicionou sobre o assunto. também não faço ideia se foi algo relacionado a isso que acabou causando este cisma entre os governistas.
interessante lembrar que o mesmo apresentador disse que se sentia traído pelo governo municipal, o qual apoiou na última campanha. bem, quem se mistura com este grupo, capitaneada por quem é, além da Bornhauselândia, geralmente, acaba assim mesmo.
vamos ver os próximos capítulos destas duas sagas, mas, atentos, pois estas aparentes censuras são muito perigosas, além de danosas à nossa frágil democracia local, que sempre foi tratada como um simples empecilho no caminho dos poderosos de plantão. este último, principalmente, com esta ingerência governamental, poderia ser motivo de uma CPI na Câmara de Vereadores, mas, sabemos que estamos em Itajaí e que isto tipo de coisa não sair deste blogue, ainda mais que o tal “gigante” já voltou a dormir, bem tapadinho embaixo dos cobertores deste frio anormal, e só sairá debaixo das cobertas quando (e se) a modinha voltar. uma pena. uma acusação destas, feita ao vivo num programa de TV local era pra estar causando um escândalo na cidade. mas, como disse linhas atrás, estamos em Itajaí e nada disso seguirá o curso normal que teria numa democracia plena.

Anúncios

Uma resposta to “Censura na imprensa pelo governo municipal em Itajaí?”

  1. Hélio Jorge Cordeiro Says:

    Meu bom Mafra,a velha e boa Itajaí dorme eternamente em berço esplêndido e parece não querer acordar jamais desse sono letárgico de um século e meio! !Enquanto isso a caravana passa, enquanto os cães roubam! Zzzzzzz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: