O homem que “salvou” Itajaí

sucupira itajai odoricoinfelizmente, sobre o que foi publicado abaixo no Facebook em forma de protesto, nada acontecerá, nada será dito fora daqui, e o mesmo continuará a ser o “salvador do Pátria”, o incensado que salvou Itajaí (e principalmente a imprensa, levando-a pelos vários cantos do mundo), e que terá de continuar salvando a cidade, sabe-se lá de quem, ou para quem, pois, para o povo, é que não parece que é (quer dizer, se bem que para a imprensa/governo, seria para o povo, mas, sabemos que não é).

[atualizado às 22h05: como a cantora que teve o som cortado, fez um protesto no Facebook que está ganhando a adesão da classe cultural itajaiense, parece que o assunto vai estar na mídia nesta terça. parece. ah sim, e já saiu até a foto do flagra do tal super-poderoso que foi lá e desligou o som antes da banda completar seu show]

retirado do Facebook:

Aconteceu que o senhor Odorico Paraguaçu, irritado com a cantorazinha da cidade que insistia em cantar suas musiquinhas e atrasava a apresentação midiática do seu Papai Noel contratado, sem nem pedir para que o Zeca Diabo o fizesse, foi lá, subiu no palco e desligou o som… só faltou gritar: acabou a bagunça!

Pois é, seria um fato engraçado se tivesse acontecido na fictícia Sucupira, mas aconteceu em Itajaí, por tanto tempo referenciada como a cidade da música e que se orgulha de ter um movimento cultural envolvente e atuante. Aconteceu no show da Giana Cervi, que dispensa comentários em sua defesa ou em defesa do seu talento, e o Odorico da vida real foi o senhor G., homem público conhecido de longo tempo.

O show já havia atrasado para começar, por falta de uma boa organização. Quando estava no meio, os organizadores pediram para parar, porque o Papai Noel, porventura associado a uma exposição mais midiática do evento, não podia esperar. Por certo os “providenciamentos encerráticos” da festa tinham mais importância na cabeça de quem não dá a mínima para a arte e a cultura. A Giana Cervi ainda tentou encerrar dignamente, pois nem os músicos haviam sido apresentados, o que é de praxe. Conseguiu apresentá-los às pressas e não teve tempo de mais nada. O som foi cortado. Salve Giana, até Chico Buarque teve o som do seu cálice (cale-se) cortado por outros truculentos, de outro tipo de ditadura, bem mais violenta.

A demonstração de falta de respeito com os artistas que se apresentavam e com o público que lá foi numa noite fria e de chuva (obviamente para ver a Giana e não o velhinho de vermelho) foi grotesca. Meritória de uma repudia imediata do público, o senhor Odorico moderno foi devidamente vaiado e até ameaçado.

Que pena senhor Odorico! Perdeu a chance de, no mínimo, ficar quietinho, já que demonstrou não ter nenhuma sensibilidade nem capacidade para gerir qualquer tipo de manifestação cultural.

A esperança é que, diante de tamanha truculência, e diante do repúdio demonstrado de imediato, e posteriormente em suas redes sociais, por aqueles que lá “ouviram o silêncio”, alguma coisa se faça. A arte precisa ser respeitada, principalmente porque parece estar cada vez mais rara. Temos na nossa região um fato incomum de concentrarmos tanta gente boa e em tantas áreas da arte, que não é possível que pessoas sem o devido refinamento cultural e preparo, continuem a geri-la. É necessário que se entenda que arte não foi feita para dar votos…. o que dá voto é… bem, aí já vamos para uma história ainda mais longa.

Bravo Giana Cervi, sua postura, diante da situação, foi irretocável.

Anúncios

8 Respostas to “O homem que “salvou” Itajaí”

  1. Davi Says:

    Não fale assim do Dr. Odorico Paraguaçú. Afinal, ele sustenta tantas bocas, alugadas. Vai que, mais uma vez, ele tenha que salvar a cidade e fazer o sacrifício de ser prefeito de Sucupira…

  2. Hélio Jorge Cordeiro Says:

    É mesmo lamentável! Por um lado a cidade parece crescer, mas por outro, se apequena como uma ameba tonta, sem referência.

  3. Noticias da Cidade Says:

    […] Aconteceu que o senhor Odorico Paraguaçu, irritado com a cantorazinha da cidade que insistia em can… […]

  4. Marcos Meurer Says:

    Sofrível, em absoluto sofrível, se por um lado existia um cronograma a ser cumprido, do outro existe o respeito ao artista que esta no palco, e principalmente ao publico que assistia ao show. Imperdoável e indefensável a atitude do Coordenador do Evento, que sem esse episodio seria Irretocável, perderam a chance de ter feito a melhor marejada até hoje.

  5. Cleydson Cruz Says:

    É realmente é chato, em Itajaí já é difícil os artistas terem espaços legais para se apresentar e quando tem acontece o que aconteceu, acho que os artista como qualquer outra área merece respeito, sim acho muito legal o que o Dr. Odorico fez quando salvou Itajaí (rs) mais não adianta salvar e depois fazer o que fez, acho que sim os artistas merecem muito respeito…
    Afinal o papai noel não ia morre se espera-se a Giana Cervi se apresentar.
    lamentável Itajaí mais uma vez… onde o poder acha que pode tudo…

  6. Cidadão Itajaiense Says:

    Culpa de quem?

    Do próprio povo que elege gente desse tipo para assumir cargos tão importantes em uma cidade,
    que se vendem por uma carrada de barro ou brita, por tanques cheios de gasolina, por promessas de emprego pra toda
    família, e por aí vai…
    [editado…]
    Portanto está aí povo de Itajaí, um episódio digno para refletir em quem vocês escolhem para representa-los.
    Espero que o povo não esqueça desse ocorrido nas próximas eleições.
    Como disse a própria Giana em uma entrevista a um jornal local, “é complicado você brigar com gente graúda, pessoas
    que têm costas quentes”.
    Está na mais do que na hora de renovar, tirar estes “vampiros”, “sanguessugas” que estão por trás do poder em nossa
    cidade.
    Que isto sirva de lição!
    E só pra lembrar, aí vai um recado para os nossos representantes:
    “Agradar turistas? É preciso. Respeitar nossa gente? Uma obrigação!”

  7. Hélio Jorge Cordeiro Says:

    Mafra, vamos precisar da solidariedade de todos que aqui comentam:

    [Helinho, infelizmente, tenho de editar este link, por motivos judiciais]

  8. VERGONHA PARA ITAJAÍ, VERGONHA PARA ITAJAÍ!!!!!!! | Notícias do Governo-BR Says:

    […] Aconteceu que o senhor Odorico Paraguaçu, irritado com a cantorazinha da localidade que insistia em… advertising dezembro 3, 2013 admin Deixe um comentário Itajaí […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: