“Governo Jandir/Dalva acaba de vez com Marejada e Festival de Música”

minha coluna da semana passada para o jornal Sem Censura:

regata festival de musica itajaiHá alguns anos, lá no começo da década passada, havia em Itajaí um festival de música erudita, chamado Carpe Verão, mantido pelo IMCARTI – Instituto de Música, Canto e Arte de Itajaí. Se não me engano, este projeto, que já era considerado um dos melhores e maiores do sul do Brasil na área da música erudita, recebia apoio da prefeitura. Até que em 2002, após dez edições de um festival que já trazia alunos de vários estados do sul para Itajaí em pleno mês de janeiro, a prefeitura parece ter desistido do projeto. Nesta época o então prefeito Jandir Bellini estava entrando no seu segundo mandato e talvez não deva ter visto nada de bom em várias pessoas vindo pra Itajaí participar de um curso de música em pleno janeiro, com diversos professores e músicos de renome e que já se tornava grandioso. E, enquanto o Carpe Verão atingia seu ponto máximo era criado o Festival de Música de Itajaí, tocado e mantido pela própria prefeitura. Mas, quem sabe uma coisa não tem nada a ver com a outra, né?

Feito a lembrança, voltamos ao presente: agora, a prefeitura resolveu que como o Festival de Música de Itajaí ao que parece não dá retorno financeiro (???), ele só vai acontecer nos anos em que tivermos as tais regatas, que, também, parecem não serem tão populares como alardeavam os governistas (e o “voluntário” que, dizem também, se aposentou depois do fiasco no último dia da última regata), pois precisam de eventos agregados pra fazer o negócio “bombar”. E tudo isso aí, pelo que dizem, são estratégias do principal estrategista do governo Bellini. Quer dizer, agora, parece, não é mais (só acredito, vendo). Porém, com essa decisão tresloucada, vai de uma vez pro saco um dos grandes eventos que existia na cidade, um evento cultural já conhecido no Brasil inteiro, e que começou a decair nesta gestão Jandir/Dalva; e a decadência começou exatamente quando começaram a mexer no calendário do evento. E mexer no calendário de um evento onde alunos, professores e músicos vem de todo o Brasil é destruir o evento na sua essência.

Agora, a Marejada… oras, a Marejada era um evento fadado ao seu declínio nos últimos anos, caso ninguém tivesse coragem para mexer de verdade na festa. O governo do PT (2004-2008) tentou, inclusive, ao construir o Centro de Eventos, mudando um pouco a cara do que já foi conhecida como a festa portuguesa e do pescado. Aí aparece a Festa do Peixe (ou Festa da Tainha), também criada no governo do PT, e mantida neste governo Jandir/Dalva, e que chega provando que é uma festa grande, que tem adesão popular. Porém, como a Marejada já apresentava franca decadência, o governo atual em vez de tentar juntar os dois, ou seja, agregar dois eventos semelhantes, preferiu, de uma vez, acabar com a Marejada, também a tornando um evento satélite das regatas que ainda teremos na cidade.

Resumindo, pra não me alongar muito, o governo Jandir/Dalva conseguiu acabar com dois dos grandes eventos que tínhamos na cidade, principalmente aos transformá-los em suporte para confererir às regatas maior popularidade. E aí, dizer mais o que, depois disso?

Anúncios

4 Respostas to ““Governo Jandir/Dalva acaba de vez com Marejada e Festival de Música””

  1. Hélio Jorge Cordeiro Says:

    Tem um frevo canção que diz assim: “É de fazer chorar, quando o dia amanhece e eu vejo o frevo acabar / Oh quarta-feira ingrata/;chega tão depressa só pra contrariar(… )”

    Essa notícia, assim como o frevo em questão, é mesmo de fazer chorar. Mas como diz outra grande música ” Apesar de você, amanhã há de ser outro dia / Você vai se dar mal etc e tal (…)

    Que o deus da música nos salve a todos, Mafra!

  2. Josiane Says:

    Isso demorou para acontecer..mas a Marejada, depois que foi tirado os shows nacionai, não foi mas a mesma. Não tinha mas graça ir ao Centro Eventos e ver só comida e além de tudo cara!!
    Com isso, ganha a cidade de Blumenau que com a sua octoberfest, ganhará mais participantes..

  3. Edson Says:

    Esse governo ja acabou com um monte de coisa. A saude e um exemplo.

  4. MAYKO Says:

    eu penso que a marejada acabou devido a descaracterização da festa.quem não se lembra do velho moinho e o chafariz?os barquinhos que eram os kiosques?até mesmo o velho pavilhão escuro e cheio de gente..rsrsrs tentaram modernizar a festa e deram um tiro não no pé,mas no coração da festa.
    enfim eu sempre vou me lembrar com muito carinho da velha marejada,tempo em que eu era criança e ia a noite com meus pais na beira rio contar os ônibus de turistas e acreditem chegamos a contar mais de cem onibus.ou do tempo da minha adolecencia em que contavamos os dias para o inicio da festa e marcava encontro com aquela paquera no velho chafariz as 10 da noite..bons tempos..bons tempos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: