É Dilma de novo, com a força do POVO

dilma-reeleitaE não tem como começar a esta coluna (comemorativa) sem lembrar da última coluna do meu colega da página ao lado, João Martins, que disse, afirmou, na sua última publicada aqui no Sem Censura, que “pelas pesquisas”, já era para o PT, e, pior, disse que não entendia como a presidenta Dilma Rousseff e sua coligação venceria uma eleição sem “nenhum apoio do peso”. Oras, tem peso maior que o POVO? Quem decide uma eleição não é o apoio de um Malafaia, Feliciano, Neymar, Marina (aquela que novamente perdeu e perdeu feio, pois além de ficar em terceiro, seu apoio não conseguiu fazer Aécio ganhar a eleição), Alexandre Frota (ahahahahah), Latino, Lobão (ahahahahah), Roger, Romário, revista (?) Veja, Ronaldo “Fenômeno”, Zezé di Camargo ou seja lá quem for. Mas, vocês, do alto de suas intelectualidades acima do povo, não aprendem que sem projeto de governo, sem propostas que atinjam os que mais merecem (e que são quem os elege, no fim das contas), não vão ganhar, mesmo com todo esse apoio dos grupos majoritários de mídia.

Mas, aí, vamos falar mesmo de “apoios de peso”, sem contar o POVO que reelegeu mais uma vez um presidente do Partido dos Trabalhadores? Vamos falar de apoio de um Chico Buarque, de um Gilberto Gil, de um Jean Willis, Marcelo Freixo, Luciana Genro, Edson Teixeira (fundador da Rede Sustentabilidade), Roberto Amaral, de um Ziraldo, de uma Beth Carvalho, da cantora Marina, Zeca Baleiro, Leonardo Boff, Otto, Marieta Severo, Alcione, Bemvindo Siqueira, Chico Cesar, Zé de Abreu, Letícia Sabatella, Ivan Lins, Camila Pitanga, Zelia Duncan, Wagner Moura, Tassia Camargo, Oliver Stone, Frei Betto, Emicida, Luis Fernando Veríssimo, Leci Brandão, Beth Mendes, revista Carta Capital, enfim, deste pessoal todo aí, mas, quem SEM O POVO, nada adiantaria! E fiquem também com o aprendizado de que os institutos de pesquisas, apesar de serem usados mais para manipular o eleitorado, no fim das contas, nunca querem errar, e sempre chegam o mais próximo possível da realidade.

E, pra terminar esta coluna, deixo as palavras que publiquei ontem ainda, antes do resultado, no meu Facebook: (…) Então, despedidas eleitorais neste momento, e que continue o RESPEITO (que de muitos – principalmente dos defensores da oposição –, não houve), inclusive, aqui deixo meu RESPEITO aos dois candidatos, um do qual fui defensor, no voto, democraticamente, e o outro, do qual fui opositor, porém, não tenho nada contra a pessoa Aécio (nem de quem decidiu votar nele), nem teria porque ter, apesar de achar que ele representaria um retrocesso para a maioria da população.

Os dois merecem respeito, por colocarem suas vidas&famílias num debate muitas vezes vergonhoso aqui [Facebook] entre nós mesmos, e depois, ainda cobramos deles uma postura diferente quando se enfrentam nos debates comandados pela mídia.

Seja quem for o vencedor e o derrotado nas urnas, que se mantenha o respeito. Claro que as comemorações serão excedidas por um ou outro, mas, o importante é que mantenhamos um certo nível, respeitando aqueles que sentem as dores da derrota.

E que viva o POVO brasileiro, que novamente escolheu quem irá comandar (de certo modo, pois, dentro do Capitalismo, nunca é o presidente quem decide tudo, muitas vezes, é mais comandado do que comandante) o país nos próximos quatro anos.

da minha coluna desta semana no jornal Sem Censura

Anúncios

3 Respostas to “É Dilma de novo, com a força do POVO”

  1. Rafael Says:

    E ME FAÇA O FAVOR DE NÃO COMPARTILHAR MAIS ESSAS SUAS POSTAGENS NO MEU E-MAIL. OBRIGADO.

    • Rômulo Mafra Says:

      Não faço favor algum, pois quem se cadastrou pra receber minhas postagens no teu email, foste tu mesmo, portanto, não posso desfazer o que tu mesmo fizeste. 😉
      Quanto ao teu comentário cheio de acusações sem provas e xingamentos desnecessários a pessoas que têm o mesmo direito que tu de escolher em quem votar, não publico mesmo. Use o Facebook pra espalhar mentiras e o típico ódio de classe. 😉

    • Rômulo Mafra Says:

      Sr. Rafael, sempre foste inteligente em suas colocações, ou, pelo menos, respeitoso, mas, parece, a derrota do teu projeto de governo te fez perder as estribeiras e continuas em climinha de disputa eleitoral… te aviso novamente, não posso deixar de te enviar as matérias publicadas aqui, pois TU se cadastrou pra recebê-las, portanto, tens de se descadastrar. Não me pergunte como. Se vire e procure descobrir, do contrário, continuarás recebendo meus textos no seu e-mail, para seu desprazer. 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: