Lava Jato, Impeachment, corrupção e tudo isso que está aí [parte 1]

É impossível escrever sobre “isso tudo que está aí” em apenas uma coluna com pouco mais de 500 palavras em média. Portanto, esta coluna deve ser lida em suas duas partes, continuando na próxima semana aqui no jornal Sem Censura.

FMI_fhcE pra começar esta extensa análise disso tudo que aí está e se pretende acabar, sabe-se lá com que fórmula mágica (ainda não apresentada, importante notar, o que comprova que se quer apenas o “caos pelo caos”, pois, alguém sempre lucra com o caos no Capitalismo), vamos analisar a conjuntura com a famosa “visão de fora”, ou seja, tentando abranger o máximo o olhar, para entender alguma coisa e repassar esta visão maximizada para o leitor, lembrando também que o que vemos hoje em dia, sejam nas redes sociais ou na mídia, são leituras superficiais, exageradas e tendenciosas, sem contar o monte de mentiras e manipulações que são jogadas a cada hora nas redes sociais, tudo compartilhado pelas “pessoas de bem” do Facebook e afins, que acham normalíssimo postar mentiras na internet.

fome brasil ptE podemos começar lá nos primeiros momentos do mandato do presidente Lula, quando o Brasil conseguiu, finalmente, (1) “expulsar” o FMI de Brasília, de onde o fundo continuava controlando nosso modo de fazer economia. Isso foi o primeiro impacto sentido pelo capital internacional, vide o que está acontecendo agora na Grécia, onde a União Europeia simplesmente não aceita que os gregos giram sua própria economia. A mão-de-ferro da UE deve ser aceita. Daí, podemos pular para o famoso (2) Fome Zero, que, claro, obteve grande rejeição dos que sempre rejeitaram votar no PT, o que não é nenhuma novidade. Porém, o programa seguiu firme e forte e continuo, ganhando elogios no mundo inteiro. Menos no Brasil (que finalmente saiu do mapa da fome da ONU), onde foi tratado como mais um programa pra pobre (como se antes, o Brasil tivesse programas para os abandonados por políticas públicas). Que se seguiu, logo, com a (3) fhc desempregopolítica pública de cotas para as universidades, outra grande mudança, de onde passamos a aumentar, ano a ano, a inclusão daqueles que sempre foram excluídos do ensino superior. Isso também não foi aceito pela classe que sempre dominou o ensino superior. Hoje em dia, sabemos, até filho de pobre vai viajar pro exterior para estudar! Um acinte para os que sempre matriculas ensino superior brasilandaram na Europa “entre seus pares”. Agora, têm de conviver com “qualquer um” perambulando em lugares onde só a “nata” da sociedade ia para estudar. (4) A geração de empregos nos governos federais do PT também “atrapalha” os que lucram com as crises do Capital (http://goo.gl/wYL5Rd) e, no Brasil atual, atingimos o menor índice de desemprego da nossa história: estamos entre os primeiros do mundo inteiro — de 12% em 2002 hoje temos 4,5%. Lembrando que o mundo ainda TENTA se recuperar da crise capitalista iniciada em 2008 (http://goo.gl/GE3xuP)! E isso nos leva ao próximo item, (5) o aumento real do Salário Mínimo, em mais de 260% em 12 anos, outro fator que “atrapalha” o patronato, que sempre achou que era melhor pagar menos para lucrar mais. A lógica básica e rasteira do capitalismo. (continua na próxima coluna — semana que vem)

[clique aqui para a segunda parte]

Tags: , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: