Paulinho Figueirense, agora, dizem, é de Itajaí…

paulinho figueira

E a imprensa que tanto criticava os “estrangeiros” na política local, agora, tá quietinha…

Parece que o que era boato acabou virando verdade de vez. O filho do ex-governador da Ditadura Jorge Bornhausen, agora, sem mandato — pois perdeu para senador no ano passado —, veio de mala e cuia para a “nova potência econômica” de Santa Catarina, como se auto intitula a prefeitura de Itajaí — mas que diz que não pode dar um aumento para os servidores, segundo outros boatos. Aliás, lembro que aqui mesmo nesta coluna, poucos meses atrás, em dezembro, citei um boato que indicava que o mesmo filho do ex-governador da Ditadura Militar viria assumir um cargo no Porto de Itajaí.

Portanto, o boato tinha seu fundo de verdade, pois, agora, com a possível criação deste cargo de um “assessor” de Itajaí lá em Florianópolis, ganhando dez mil reais por mês apenas porque a cidade não conseguiu eleger um deputado estadual baseado aqui. Paulinho poderia se dizer morando em Itajaí, mas, ficando em Florianópolis para “representar” Itajaí na Assembleia do Estado. E esse tal cargo é uma das maiores viagens que já ouvi deste governo! Se até mesmo um deputado estadual eleito tem dificuldades para fazer suas demandas serem atendidas em prol da sua região (o que não é a atribuição de um deputado estadual!), imagine um aspone de uma cidade tentando emplacar seja lá o que for. Como disseram, daqui a pouco o prefeito vai querer criar um mais um cabide de emprego pra trabalhar por Itajaí lá em Brasília. E aí, sabe-se lá se todas as cidades não quererão criar seu carguinho de aspone nas capitais estaduais e na capital federal.

Na verdade, o intuito de trazer Paulinho pra cá é a clara indicação que o governo Jandir/Dalva conseguiram, em oito anos (mais os outros oito anteriores), simplesmente não criar nenhuma liderança para substituí-lo (isso, no fim, pode ser um alívio para o povo!), o que demonstra que a politicagem dominou completamente a cidade, mas, claro, a população não teve acesso a isso. E nem terá, pois a mídia também, nesse processo, foi quase completamente dominada. E, agora, pagamos, e, talvez, pagaremos, pela displicência política da dupla Jandir/Dalva, que tentará unir os cacos da sua coligação com um manezinho da Ilha. Porém, o tiro pode sair pela culatra, pois já há articulações dentro do governo que estão insatisfeitas com essa imposição. Nas próximas colunas talvez volte ao assunto.

Prazer em Recebê-lo – No “Prazer em Recebê-lo” desta quinta (rádio Conceição FM 105,9), comandado por Célio Furtado e Giordano Zaguini Furtado, os convidados são Nilson José, escritor da Pesca e o empresário da pesca e da construção naval Fernando Luiz Leal. O “Prazer em Recebê-lo” vai ao ar das 15h15 até às 17h.

da minha coluna no Sem Censura

Uma resposta to “Paulinho Figueirense, agora, dizem, é de Itajaí…”

  1. Josiane Maria Ferreira Lenz Says:

    E O PREFEITO DE ITAJAÍ QUER DAR 1% DE AUMENTO PARA OS PROFESSORES MUNICIPAIS? ISTO É UMA VERGONHA, NEM O PISO QUE O GOVERNO FEDERAL DEU PARA A CATEGORIA O NOSSO PREFEITO QUER DAR..SERÁ QUE O SEU PREFEITO FICARIA CONTENTE COM UM AUMENTO DE 1% NO SALÁRIO DELE? QUE SE DIGA DE PASSAGEM É MUITO MAIS DO O NOSSO SALÁRIO. ANO QUE VEM TEM ELEIÇÃO PARA PREFEITO MAIS UMA VEZ E NÃO É ASSIM QUE ELE ELEGERÁ ALGUÉM DO SEU PARTIDO PARA A PREFEITURA, SINCERAMENTE, TÁ NA HORA DE MUDAR DE PREFEITO, 8 ANOS JÁ DEU PARA O POVO VER QUE NADA MUDOU!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: