As relações perigosas da Dupla Face

só lembrando, a minha coluna no Sem Censura (que está sendo publicada aqui, como faço normalmente) é enviada geralmente aos domingos para a diagramação do jornal, portanto, às vezes, sai com uma ou outra coisa atrasada, o que é normal neste tipo de coluna. sim, alguns dos que aparecem ali já estão soltos, porém, a imagem se refere aos que FORAM presos em algum momento desta operação. Sadi, Paulo Praun e Ricardo Bittencourt já foram soltos. o advogado André Xavier (conhecido como Oncinha) está preso desde quinta-feira.
uma outra informação corrigida, repassada pela irmã de Ricardo, é que ele não tem mais sociedade no escritório de advocacia com o filho da vice-prefeita Dalva Rhenius (PSB), porém, os dois aparecem lado a lado em ações atuais, numa consulta básica no Google.

As relações perigosas da Dupla Face

Na sexta-feira, 28, aconteceu a SEXTA prisão de “abobrões” do governo Jandir/Dalva na Operação Dupla Face, comandada pelo Gaeco. Exatamente o nome que Jandir Bellini (PP) indicou para ficar no lugar do procurador-geral do município que fora preso na segunda-feira na deflagração da operação! O procurador preso na sexta era indicação da vice-prefeita Dalva Rhenius (PSB). Ricardo Bittencourt é advogado e tem um escritório onde, todos dizem, teria ou teve sociedade com o filho da vice-prefeita. O procurador-geral preso na segunda era da cota do prefeito Jandir Bellini, e fora vereador pelo mesmo partido do prefeito, o PP, anos atrás.

arte blog gaecoJá o vereador preso Douglas Cristino (PSD), e que estava ocupando o cargo de secretário indicado pelo prefeito (todos os secretários são indicados pelo prefeito), estranhamente, meses atrás, fora preterido (?) pelo prefeito (?) para ser até mesmo PRESIDENTE DA CÂMARA, como tinha sido acordado entre os vereadores governistas em 2013, quando elegeram o vereador do PP Osvaldo Gern presidente da casa.

Estranhamente, uma das escutas até agora relevada da operação e que está no inquérito, leva a um prédio construído onde era um terreno do próprio prefeito Jandir Bellini, pelo menos até na eleição de 2008, constava como patrimônio do prefeito. Claro que ele deve ter vendido, imagino eu. Porém, este prédio agora em construção e que será o maior residencial da cidade é citado como um dos possíveis esquemas de corrupção através de achaques de fiscais e com envolvimentos destes cargos comissionados do governo Jandir/Dalva. Neste esquema específico a obra foi embargada porque os donos do empreendimento não quiseram pagar a propina que fiscais teriam pedido. Ah sim, importante lembrar que numa das páginas vazadas do inquérito, o secretário afastado Tarcizio Zanellato (PP) é citado como sabedor dos esquemas e que teria levado o assunto ao prefeito Jandir Bellini!! E agora, levou? Não levou? Jandir sabia? Se sabia, por que nada fez? Estas perguntas deverão ser respondidas em breve. Se não pelo próprio Gaeco, por uma óbvia CPI que deve vir nos próximos dias.

Tags: , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: