Quem deve ser chamado na CPI da Codetran?

da minha coluna no Sem Censura desta semana:

GERN PARADANa semana retrasada esta era pra ser minha coluna, mas, com a deflagração da Operação Dupla Face, acabei deixando esta pra depois.
Vou listar aqui nesta coluna quais os nomes que entendo que poderão ser chamados primeiramente para prestar depoimentos nesta Comissão Parlamentar de Inquérito sobre a Operação Parada Obrigatória (a Dupla Face terá outra lista, é claro):

Osvaldo Gern (PP) secretário de Saúde: na época em que foi citado no inquérito, numa gravação telefônica com o então vereador Zé Bellini (PP), ele era PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES (hoje é um dos secretários mais poderosos do governo Jandir/Dalva), tanto que o vereador Zé se refere a ele apenas como “presidente”. Zé diz para o presidente: “quando chegar em casa manda ele te procurar aí na Câmara que nós damos um jeito”, ao qual o presidente responde “isso, jóia”. Eles falavam sobre uma multa levada por um amigo do presidente.

Sadi Antônio Pires (PMDB), secretário da Habitação: numa ligação de 2013, o então sub-prefeito do São Vicente, liga para Zé: “eu precisava de uma força tua lá naquele esquema para tirar um Astra”, no qual Zé responde positivamente perguntando ao secretário do Jandir se ele tinha resolvido um problema de uma rua pra ele. E Zé finaliza a ligação dizendo “mesmo esquema”.

Murilo José, secretário de Comunicação: citado na escuta da Polícia Civil pelo radialista Joaquim Lacerda, ex-assessor do prefeito Jandir Bellini quando este era deputado estadual, que dizia que “manteve conversa com Murilo José” que disse que “ou a rádio parava de fazer denúncias e críticas ao governo municipal (‘cala a boca’ mencionado na ligação), ou a rádio Bandeirantes não receberia mais recursos do município para divulgação de publicidade.”

Susi Bellini (PP), secretária de Segurança: como o sumiço de mais de 700 motos acontecidos na sua gestão, quando é sabido que um dos envolvidos no possível desvio de porcentagem dos carros que estavam no pátio não foi percebido pela secretária? Qual a sua culpa?

William Gervasi, func. público: era o braço direito da secretaria de Segurança Susi Bellini até estourar o esquema. Acusado de peculato e concussão, por ter, enquanto fiscal de contrato, que o “Julio do Guincho” deixasse de repassar 17% do valor dos veículos apreendidos e transportados pro pátio do Júlio. Também teria recebido parte deste dinheiro desviado.

Nelson Abrão de Souza, func. público: é acusado pelo crime de peculato, no mesmo esquema do William Gervasi, enquanto Secretário de Administração de Itajaí, de não ter recebido os 17% da empresa Julio Cesar Fernandes ME, contratada pela prefeitura.

Tags: , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: