Vamos remexer o famoso (e abafado) Caso Trocadeiro???

Caso Trocadeiro: “O tráfico de influência é bastante visível”

trocadeiroVou ressuscitar trechos de uma publicação minha no blogue de alguns anos atrás, e que foi abafado pela mídia local, exceto o Diarinho, sobre a criação da empresa Trocadeiro, ali na descida da ponte que liga a Barra do Rio com Cordeiros: Tudo começa lá no primeiro mandato de Jandir Bellini, quando ele prometeu uma creche e uma praça no bairro Cordeiros. Depois, JB escolheu o local: um terreno da Shell Brasil com mais de sete mil metros quadrado! A desapropriação foi decretada em 1998. Em abril de 2001, JB, num ato pra lá de estranho e que mereceria uma investigação a la Gaeco, CANCELOU o decreto. Segundo JB, o terreno estaria contaminado desde a enchente de 1983, por isso não fez mais a tal praça. Coincidentemente, 41 dias depois do cancelamento (ou seja, junho de 2001), a Trocadeiro Portos e Logística era criada naquele MESMO LUGAR onde seria a praça prometida por Jandir.

Em 2004, JB entrou para a Bellini Participações, uma empresa da família Bellini. “Porém, o fato de o negócio ter sido concretizado entre um grupo de ALIADOS POLÍTICOS deixa no ar se não teria havido algum favorecimento, tipo informação privilegiada”, dizia a matéria do Diarinho de então. Outro amigo da galera, o ex-prefeito Amílcar Gazaniga, parte do grupo político que comanda a cidade desde que JB assumiu, disse na época que desconhecia os fatos. Gazaniga também entrou como sócio da Trocadeiro em 2004.

Também levantei, no blogue, naquela época, se tudo isso não parecia uma “reserva de mercado”: os caras dizem que vão fazer algo, publicam decreto, tempos depois desistem do decreto, já que as pesquisas por terrenos já haviam sido feitas, e, aí, os amigos de fé, bola e dominó do prefeito vão lá e compram. Pra não ficar muito na cara, três anos depois o próprio prefeito (e família) entra na jogada. Tudo “dentro da lei”.

Porém, pelo jeito, passados cinco anos destas matérias publicadas no Diarinho e repercutidas no meu blogue, nada aconteceu, nada parece ter sido investigado, e a Trocadeiro continua lá, firme e forte, com nossos grandes políticos mandantes da cidade tendo suas participações financeiras também firmes e fortes, enquanto nós perdemos uma praça e uma creche prometidas pelo alcaide atual, mas, quem se importa, né? Quem se interessa? Quem quer ou quis ir pra rua gritar contra isso? Se nem a imprensa local, com a exceção do Diarinho, falou alguma coisa, bem, o povo se contenta com o que lhe fazem, e preferem continuar manipulados. Apesar que PARECE que estamos acordando de um longo sono. Parece. Só que talvez seja só aparência… (para ler na íntegra o que publiquei na época, digite este link: http://wp.me/pdrbW-39E)

da minha coluna no Sem Censura

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: