Nós somos! E amanhã, continuamos em greve!

greve continuaNós somos aqueles que estamos do lado de cá. Estudamos, escolhemos concursos, provas seletivas e chegamos até nossas funções.

Eles escolheram o caminho mais fácil: o sorrisinho amarelo, promessas que nunca iriam ser cumpridas… outros ainda,  nem precisaram disso.

Nós somos aqueles que em nossas funções ensinamos, orientamos, aliviamos a dor, limpamos, alimentamos, dentre outras coisas, fazemos a máquina funcionar.

Eles são burocratas.

Nós somos aqueles que trabalhamos em escolas onde o piso afunda, onde tem goteiras por todos os lados, onde as paredes são imundas, onde os alunos são empilhados nas salas de aula. Trabalhamos em Unidades Básicas de Saúde enfrentando a revolta de filas que viram quarteirão, com médicos atendendo em salas improvisadas, e chegamos até fazer nosso lanche no mesmo espaço que aplicamos injeções.

Eles não sabem que isso acontece. Chegam a suas salas resfriadas com ar-condicionado em elevadores.

Nós somos aqueles que, se nos opormos, somos colocados para cuidar do trânsito na chuva, no frio em cima das motos, sem revezamento, como punição.

Eles, são os que fazem as escalas.

Nós somos aqueles que se arriscam no trânsito diariamente, somos insultados pela insígnia da prefeitura que carregamos nos carros, somos até espancados nas brigas de trânsito e, se batermos e tivermos culpa, nós temos de pagar a conta (que não é barata!). Se o prefeito comete um erro, dá prejuízo pro município, sai do bolso dele? Não.

Nós somos aqueles trabalhamos como contratados, não por falta de competência mas porque não nos é oferecido concurso.

Eles não precisam de concursos. Basta aquela prática conhecida como indicação.

Nós somos aqueles que sabemos pelo que lutamos, temos pautas claras: Por salários justos e melhores condições de trabalho.

Eles lutam contra nós. Nos tratam mal, nos difamam.

Nós queremos salário justo para sustentar nossas famílias com dignidade.

Eles querem economizar o salário gasto conosco para construir um chafariz que custa 400 mil para enfeitar uma marina privada, isentar o IPTU de hotel tradicional, manter 292 comissionados que a justiça já havia mandado exonerar, pagar show milionário para cantor famoso, comprar florzinhas a preço de ouro, entre outras coisas…

Nós somos aqueles feitos de uma liga chamada resistência, força, respeito, e a cada calúnia proferida por um comunicador puxa-saco, a cada mentira dita em nota oficial para enganar o povo, a cada assédio moral que um colega sofre por ter aderido ao movimento, isso se transforma em indignação. E essa indignação se transforma em coragem, em vigor, em energia. E essa energia está contagiando os temerosos, os tristes, os desencorajados. E a cada momento estamos recebendo informações que mais gente está se juntando a nós e de que a comunidade abraçou nossa causa por que é justa.

Eles…bom, eles não sabem o que é isso!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: