Da série “porque não voto em pessoas e sim em projetos políticos”

projetosEm primeiro lugar, falo por mim, tão-somente por mim. Em segundo lugar, novamente, falo somente por mim. Sou filiado ao PT, e não estou falando por partido, somente por mim. E não por causa do título, porque sei bem que a maioria dos petistas também NÃO VOTA EM PESSOA. Não votei em Lula. Não votei em Dilma. Assim como também não votei em Volnei (pra prefeito). Votei sempre no PT e seus projetos políticos, sua ideologia. Claro que acabo votando na coligação toda, assim como nos vices (para serem vices!), pra lembrar, o fatídico vice “Temer-PMDB” que agora virou presidente-golpista, ou, também a lembrar, a vice do governo Volnei que era do PMDB e mesmo concorrendo na chapa com o vice-prefeito preferiu fazer campanha pro opositor, o atual prefeito Jandir Bellini. E não é que ele — o atual prefeito — apareceu na convenção do PMDB (partido retirado da Eliane e “repassado” ao ex-prefeito ex-PT Volnei Morastoni)? Nada contra, porém, reitero, POR explicando pq nao aceito temerISSO VOTO EM PROJETOS POLÍTICOS, não em pessoas. As pessoas mudam facilmente de projeto. Já uma coligação, quando desenhada anteriormente, já se sabe mais ou menos pra onde ela vai e dificilmente mudará de direção. Um exemplo, os governos de coalizão federal, no caso específico, até antes do golpe do PMDB/PSDB, era de Centro-Esquerda. Agora, com o golpista Temer na presidência (ainda que interina), é Centro-Direita, tanto que se aliou exatamente ao partido derrotado QUATRO VEZES pelo povo brasileiro, que elegeu o PT na cabeça de chapa. Podendo cair ainda mais pra Direita do que se imagina (podendo chegar muito próximo à Centro-Direita fundamentalista — evangélica). Em Itajaí temos uma coalizão de partidos quase todos à Direita, mas ainda é um governo peeerto do centro no espectro político. Porém, não tão perto quanto querem alguns. Ou talvez, mais distante do que uns poucos queriam.

Vou repetir (de novo), por isso voto em PROJETOS POLÍTICOS. Como disse, as pessoas mudam de partidos. E mudam de posturas. Um projeto político dificilmente terá uma alteração tão grande em sua caminhada de quatro/oito anos. Um projeto político SÉRIO dificilmente aceitaria quem lhe fez oposição acirrada, como no caso em que o PP e o atual PMDB (liderado pelo ex-adversário de mais de um década) se juntem em Itajaí. E na maioria dos partidos, seja à Esquerda ou Direita, dá pra se confiar que terão a mesma postura ideológica, podendo, é claro, pender mais para um lado — geralmente o Centro. Então, não adianta votar em NOMES, ou numa pessoa, principalmente na majoritária (prefeitos, governadores, presidente). O eleitor tem de aprender a votar em PROJETO POLÍTICO. É isso que pode começar a mudar algumas coisas. O resto, é enganação de quem prefere ver projetos políticos derrubados em detrimento de personalismos.

da minha coluna desta semana no jornal Sem Censura

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: