A pré-eleição dos vices

Apesar de a temperatura estar caindo drasticamente nesta segunda semana de junho, os bastidores pré-eleitorais — que daqui algumas poucas três semanas se tornarão eleitorais — estão fazendo o caminho oposto dos termômetros e tudo parece ainda mais quente. E se tivéssemos um meteorologista eleitoral, ele diria que é exatamente esta a tendência para os próximos dias e semana: muito calor!

restaNão temos, até o momento, o que parece ser o maior problema para os até então pré-candidatos: candidatos a vice-prefeito. Nenhum destes até o momento têm isso fechado. Claro que geralmente se deixa para a última semana antes das convenções que decidirão quais e quais coligações escolheremos dia 4 de outubro. Mas, como temos nesta semana já uma nova profusão de pré-candidatos a prefeito, com a entrada definida de Anna Carolina (PSDB) — o que causou um certo mal-estar no vereador que mudou de partido, Dedé, e que tinha ido pro PSDB dizendo que seria candidato a prefeito, além da saída do DEM de uma possível coligação com o PSDB com este anúncio — e a volta de Osvaldo Mafra (SD) para o rol dos possíveis candidatos ao paço, além de outros anunciados anteriormente, entre eles Níkolas Reis e Marcelo Sodré (PDT) e até agora aparece o nome do já ex-secretário da Educação de Itajaí, Edison d´Ávilla (PP) como possível nome.

Todos estes citados, duvido muito que algum deles reste como cabeça-de-chapa no começo do mês de julho. Provavelmente, um ou dois, podem acabar como vice daqueles quatro principais que listei na semana passada, com exceção do nome de Deodato Casas (PSDB) que anunciou publicamente que não será candidato, dando vez para a vereadora Anna Carolina. PORÉM, sabemos que políticos tendem a mudar de opinião, bem como o próprio eleitor, e em cima da hora, dependendo da conjuntura das alianças possíveis, isso possa mudar. Ainda não acredito que Anna arriscará uma reeleição quase garantida para a Câmara de Vereadores. E essa rasteira em Dedé, que contava ser candidato pra majoritária, pode ainda ser revista, bem como a desistência de Deodato.

Então temos essa nova troca no posto principal dos pré-candidatos à prefeitura de Itajaí, com Décio Lima (PT), Dalva Rhenius (PSB), Volnei Morastoni (PMDB) e Anna Carolina (PSDB). Resta o mais importante, que, como disse na coluna passada, irá decidir já no começo de julho provavelmente o eleito de Itajaí — a se confirmar dia 4 de outubro, — que é: pra onde irão PDT, PSD, PP, DEM, PR, SD, PPS e PCdoB, que são os partidos mais fortes — por ordem de força política atual — nesta pré-disputa indireta que acontece no exato momento em Itajaí. Agora, para os que acompanham o cenário, resta aguardar onde vão dar tantas conversas entre todos os partidos que irão pra disputa em outubro.

da minha coluna desta semana no Sem Censura

2 Respostas to “A pré-eleição dos vices”

  1. ALBINA AMARAL Says:

    DIA 04 DE OUTUBRO DE 2016 JA TEREMOS O NOVO PREFEITO, E VC ROMULO NESSE DIA AINDA VAI ESCOLHER O SEU?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: