Archive for the ‘Política’ Category

"Só vergonha"

março 12, 2010

FALA ITAJAÍ

Bagunça Pública
Esse sistema de achaque quem fazem nos alunos para arrecadar dinheiro a todo custo nas creches e escolas é historicamente uma baderna generalizada. Não há controle efetivo, quando a toba aperta elas evocam as APP’s para se livrarem do pepino. Por outro lado, se enquanto escondessem mochilas vermelhas e só se preocupassem com as cores das paredes das fachadas para subliminarmente fazerem campanha eleitoral antecipada se preocupassem em fornecer a infra estrutura necessária que vai desde o fornecimento de água potável de qualidade até as obras necessárias, isso talvez seria mais fácil de administrar. Incompetência da Secretária da Educação e politicagem do coordenador técnico da Educação a mando de Jandalva… é isso ai. Quanto a dizer que é uma ação orquestrada seu Jandir, o especialista em orquestrar nós sabemos bem quem é. Ou como o senhor explica os grampos ilegais em sua campanha que lhe beneficiou diretamente na sua eleição? Aonde o senhor arranjou amigos com  aquelas gravações? O senhor conviveu normalmente com isso e não se preocupou sendo um administrador público que é? Estranho não é mesmo? O que lhe dá a certeza que não acontecerá com você? Quem foi o maestro de sua orquestra senhor Jandir Bellini?

Se não for amiguinha…

março 11, 2010

FALA ITAJAÍ

A Associação Vovó Anália – AVA, entidade sem fins lucrativos, de Utilidade Pública Municipal, inscrita no CNPJ sob o nº 08.827.967/0001-53, e com sede na Rua Avelino Werner, 439, bairro Barra do Rio (localidade do Imaruí I), vem a público esclarecer o que segue:

  1. Ocorre que matérias recentes em jornais locais dão conta do (possível) fechamento da creche São Francisco de Assis, na localidade do Imaruí.
  2. Como a sede da AVA é composta, além da estrutura de cozinha e sala de aula, de uma capela com o mesmo nome da creche, pessoas têm confundido o (possível) fechamento da creche São Francisco de Assis com o (possível) fechamento da AVA.

Faz-se esta preleção para esclarecer que são entidades diversas.

Aproveita-se da oportunidade, no entanto, para afirmar que a AVA encontra-se em situação difícil, e caso não haja alguma mudança na postura do Governo, pode também anunciar a redução de suas atividades ainda este ano.

Ocorre que os únicos programas em andamento na AVA financiados com recursos públicos são o PELC (Programa Esporte e Lazer na Cidade) e o Segundo Tempo, ambos oriundos de recursos FEDERAIS.

Até o ano passado, as despesas de água, luz e manutenção eram feitas com recursos sempre escassos de VOLUNTÁRIOS E VOLUNTÁRIAS DA ASSOSSIAÇÃO. Este ano o repasse do sindicato não está mais sendo feito e a AVA está na iminência de desonrar seus compromissos com as despesas correntes, além de ficar à mercê da marginalidade, que com frequência invade o local.

O Trabalho da AVA

A AVA foi idealizada pela sua Presidente de Honra, Irmã Valci Ferreira, e atualmente atende 120 crianças com idade entre 05 e 15 anos com atividades como reforço escolar, capoeira, origami, pintura em tela, jogos de mesa, futsal e violão. As aulas são no contraturno escolar e objetivam tirar os jovens da ociosidade, oferecendo-lhes ainda alimentação.

A grande maioria das crianças reside em situação de extremo risco social.

A entidade trabalha também com as mães das crianças, que utilizam da cozinha para, comunitariamente, fabricar alimentos para o próprio consumo e eventual comercialização no sistema cooperativo.

Não quer ajudar, não atrapalha

Não bastasse não contar com convênio ou ajuda financeira para tal atividade, após a enchente de 2008 (que atingiu a sede da entidade) ainda sofreu a fiscalização da Prefeitura, que fechou a cozinha, só foi reativada após o trabalho voluntário e prestativo do Lions Clube Cidade do Porto.

Diretoria da AVA

Se não for amiguinha…

março 11, 2010

FALA ITAJAÍ

A Associação Vovó Anália – AVA, entidade sem fins lucrativos, de Utilidade Pública Municipal, inscrita no CNPJ sob o nº 08.827.967/0001-53, e com sede na Rua Avelino Werner, 439, bairro Barra do Rio (localidade do Imaruí I), vem a público esclarecer o que segue:

  1. Ocorre que matérias recentes em jornais locais dão conta do (possível) fechamento da creche São Francisco de Assis, na localidade do Imaruí.
  2. Como a sede da AVA é composta, além da estrutura de cozinha e sala de aula, de uma capela com o mesmo nome da creche, pessoas têm confundido o (possível) fechamento da creche São Francisco de Assis com o (possível) fechamento da AVA.

Faz-se esta preleção para esclarecer que são entidades diversas.

Aproveita-se da oportunidade, no entanto, para afirmar que a AVA encontra-se em situação difícil, e caso não haja alguma mudança na postura do Governo, pode também anunciar a redução de suas atividades ainda este ano.

Ocorre que os únicos programas em andamento na AVA financiados com recursos públicos são o PELC (Programa Esporte e Lazer na Cidade) e o Segundo Tempo, ambos oriundos de recursos FEDERAIS.

Até o ano passado, as despesas de água, luz e manutenção eram feitas com recursos sempre escassos de VOLUNTÁRIOS E VOLUNTÁRIAS DA ASSOSSIAÇÃO. Este ano o repasse do sindicato não está mais sendo feito e a AVA está na iminência de desonrar seus compromissos com as despesas correntes, além de ficar à mercê da marginalidade, que com frequência invade o local.

O Trabalho da AVA

A AVA foi idealizada pela sua Presidente de Honra, Irmã Valci Ferreira, e atualmente atende 120 crianças com idade entre 05 e 15 anos com atividades como reforço escolar, capoeira, origami, pintura em tela, jogos de mesa, futsal e violão. As aulas são no contraturno escolar e objetivam tirar os jovens da ociosidade, oferecendo-lhes ainda alimentação.

A grande maioria das crianças reside em situação de extremo risco social.

A entidade trabalha também com as mães das crianças, que utilizam da cozinha para, comunitariamente, fabricar alimentos para o próprio consumo e eventual comercialização no sistema cooperativo.

Não quer ajudar, não atrapalha

Não bastasse não contar com convênio ou ajuda financeira para tal atividade, após a enchente de 2008 (que atingiu a sede da entidade) ainda sofreu a fiscalização da Prefeitura, que fechou a cozinha, só foi reativada após o trabalho voluntário e prestativo do Lions Clube Cidade do Porto.

Diretoria da AVA

Governo municipal assume creche

março 9, 2010

viram como funciona uma boa pressão da mídia e da opinião pública?

trecho de matéria do DIARINHO de hoje:
Prefa assume creche no Imaruí e crianças voltam às aulas

As 58 crianças do bairro peixeiro Imaruí, que estudavam na entidade São Francisco de Assis e tavam sem creche desde que o local fechou as portas, no final de fevereiro, voltarão pra escolinha nesta quarta-feira. A prefa assumirá o trampo através de um empréstimo de comodato, aquele que não tem nenhum custo. O acordo vale pelos próximos dois meses, até que uma nova creche seja alugada e reformada pra atender a criançada da região.
A assessoria de imprensa da secretaria de Educação informou que a prefa tá providenciando o aluguel de oito casas, onde serão abertas novas creches, uma delas na Barra do Rio. Os pequerruchos da São Francisco de Assis deverão ser transferidos pra lá.
Baita perrengue
A creche fechou as portas depois que a entidade que a mantinha não quis renovar o convênio com o município, alegando que tava sem voluntários e verba pra seguir o trampo. Na semana passada, as mães da gurizada abriram o bocão e se queixaram que não tinham como trabalhar por causa do fechamento da creche.

Governo municipal assume creche

março 9, 2010

viram como funciona uma boa pressão da mídia e da opinião pública?

trecho de matéria do DIARINHO de hoje:
Prefa assume creche no Imaruí e crianças voltam às aulas

As 58 crianças do bairro peixeiro Imaruí, que estudavam na entidade São Francisco de Assis e tavam sem creche desde que o local fechou as portas, no final de fevereiro, voltarão pra escolinha nesta quarta-feira. A prefa assumirá o trampo através de um empréstimo de comodato, aquele que não tem nenhum custo. O acordo vale pelos próximos dois meses, até que uma nova creche seja alugada e reformada pra atender a criançada da região.
A assessoria de imprensa da secretaria de Educação informou que a prefa tá providenciando o aluguel de oito casas, onde serão abertas novas creches, uma delas na Barra do Rio. Os pequerruchos da São Francisco de Assis deverão ser transferidos pra lá.
Baita perrengue
A creche fechou as portas depois que a entidade que a mantinha não quis renovar o convênio com o município, alegando que tava sem voluntários e verba pra seguir o trampo. Na semana passada, as mães da gurizada abriram o bocão e se queixaram que não tinham como trabalhar por causa do fechamento da creche.

A bandeira oficial de Itajaí [2]

março 9, 2010

aí vão mais duas sugestões da bandeira oficial de Itajaí (enquanto ninguém acha uma foto da oficial), agora, usando as prováveis cores azul (partindo do princípio que seja o azul do brasão) escura. a primeira delas, fiz com base na bandeira de Israel, com a parte branca do meio maior, portanto o branco de cima e de baixo menores. a segunda, usando o mesmo tamanho de faixas azuis e brancas:

parecida com a de Israel?

ou com faixas de tamanhos iguais?

A bandeira oficial de Itajaí [2]

março 9, 2010

aí vão mais duas sugestões da bandeira oficial de Itajaí (enquanto ninguém acha uma foto da oficial), agora, usando as prováveis cores azul (partindo do princípio que seja o azul do brasão) escura. a primeira delas, fiz com base na bandeira de Israel, com a parte branca do meio maior, portanto o branco de cima e de baixo menores. a segunda, usando o mesmo tamanho de faixas azuis e brancas:

parecida com a de Israel?

ou com faixas de tamanhos iguais?

Isso pode, Jandir?

março 9, 2010

não sei se pode (mas sei quem poderá responder), mas, o presidente da ASPMI, Ivo Olâmpio Vicente, pode ter um cargo como DIRETOR DE DESPORTO DE RENDIMENTO da FUNDAÇÃO DE ESPORTE????? é que, pra ser diretor, tem que cumprir as tais 4O HORAS, não é? e ser presidente da ASPMI??? além disso, já disseram que ele também tem um cargo como professor na Secretaria de Educação, mas isso não é confirmado.

pra quem quiser conferir, a publicação do cargo de diretor do Ivo saiu no jornal do Município n° 730, na portaria 1600/09 de 17 de abril de 2009.

Nesta terça, entrevista com ex-prefeito Volnei Morastoni

março 8, 2010

do blog do Gerd Klotz

PRIMEIRO JORNAL da Rádio Comunitária Conceição, entrevista Volnei Morastoni

Nesta terça-feira, dia 9, o entrevistado do PRIMEIRO JORNAL, apresentado e ancorado por este blogueiro na Rádio Comunitária Conceição 105.9 FM, será o ex-prefeito de Itajaí, o médico Volnei Morastoni.
O programa vai a ar a partir das 7 horas da manhã.
Junto comigo estarão entrevistando o ex-prefeito, o colunista político do jornal Diário do Litoral (Diarinho), o JC, e o blogueiro Eduardo Assis (http://bastidoresdopoder.wordpress.com/), ambos comentaristas e colaboradores semanais deste programa de radiojornalismo.
O ouvinte pode participar fazendo perguntas pelo msn primeirojornal@hotmail.com
O PRIMEIRO JORNAL é apresentado de segunda a sexta-feira, das 7 às 8 horas da manhã.
Na outra terça, dia 16 (a confirmar), o entrevistado deverá ser o prefeito Jandir Bellini.

Quem quiser ouvir pela internet, clique aqui

A bandeira de Itajaí "tremulando" na imprensa

março 8, 2010

coluna do JC no Diarinho de hoje:

Daltônicos?
As cores da bandeira de Itajaí, que segundo sua concepção não teria o amarelo, tá rendendo, literalmente, pano pra manga. O vereador Níkolas Reis (PT) já disse que tem que trocar a que está no plenário e o Fabrício dos Santos (PDT) descobriu que a bandeira atual tem as características e layout da cidade de Ceuta, no norte da África.

Lá da África!
Fabrício diz que a bandeira original aprovada através da lei 683, de 23 de dezembro de 1965, vai ficar parecida com a da Argentina, Honduras, Nicarágua e El Salvador. Agora, quem fez a cagada de modificar a bandeira e sisquecer de mudar a lei?

coluna do Fernando Alécio no Diarinho de hoje:

BANDEIRA 1
O mais intrigante nesta história da bandeira de Itajaí é que não se encontra um exemplar sequer da bandeira oficial, de fundo branco com duas faixas azuis e o brasão ao centro. O colunista visitou o museu histórico, no palácio Marcos Konder, e há apenas um exemplar de uma bandeira ainda mais antiga, a primeira, toda branca com o escudo ao centro, confeccionada em 1960, por ocasião do centenário da cidade.

BANDEIRA 2
Esta bandeira branca do centenário foi substituída em 1965 pela bandeira com as faixas azuis, que por lei permanece oficial até hoje, uma vez que não existe lei alguma modificando-a, apesar de se adotar sabe-se lá por que a atual bandeira azul e amarela. O museu ainda fornece informação errada, pois consta num painel que a bandeira de 1960 foi modificada por uma lei de 1972, o que não é verdade.

BANDEIRA 3
A lei 1200 de 1972 modifica somente o brasão. Não há menção alguma à bandeira. O painel do museu também ignora a existência da lei 683, de 1965, que institui a bandeira oficial. Pissetti sugeriu que todos os vereadores assinem indicação para oficializar a bandeira atual. Resta saber se os vereadores de oposição aceitarão tal medida. Há quem defenda que deve-se resgatar a bandeira verdadeira, branca e azul.

BANDEIRA 4
Comenta-se, inclusive, em se dar início a um movimento em defesa da bandeira verdadeira perdida no tempo. Já existe um grupo de pessoas dispostas a confeccionar a bandeira branca e azul e espalhar em carros pela cidade adesivos com a imagem da bandeira correta. Pelo visto, esta polêmica envolvendo a bandeira oficial do município ainda vai render muito pano pra manga.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 993 outros seguidores