Archive for the ‘Política’ Category

Tudo calmo?

abril 27, 2010

tudo se acalmou em Itajaí.
claro que isso se refere à cidade como um todo, já que áreas baixas ainda continuam de sobreaviso.
as águas da barragem de Taió chegam em Blumenau às 14h
.
em Itajaí, ninguém mais quer saber disso, toque a vida pra frente rapaz, pois os que serão atingidos (e serão novamente, pois temos maré alta às 13h e depois à 1h da manhã) já estão “acostumados”.
esqueçam.
não vai dar mais “enchente”.
aliás, Blumenau tem a disposição uma lista da cota de enchente DESDE 1852!!!!
e Itajaí?
quem tem esses dados?
quem pesquisou?
nem depois de 2008 foi feito algo CONCRETO para que se impedisse ou amenizasse as cheias regulares do Itajaí-Açu e Itajaí-Mirim. falam pra ficar “olhando” para o rio e sabendo das notícias de Brusque e Blumenau. ah sim, clique aqui para saber como acessar os dados das enchentes DESDE 1853 em Blumenau.
já para Itajaí, torça para que um dia a Bellinilândia se coce e faça alguma coisa, já que, falar eles sabem, pois, como “todos” sabem, a enchente de 2008 foi culpa do Volnei que “nada fez”.
pergunte o que a Bellinilândia fez até agora.
uma coisa eles já fizeram.
estão sorrindo.

Anúncios

Ex-prefeito Tucano é procurado pela polícia catarinense

abril 25, 2010

pois e não é que o ex-prefeito Edson Olegari, do PSDB, está sendo acusado daquelas barbaridades políticas ocorridas anos atrás ali em Camboriú, onde até mataram um por engano (na verdade, o tiro era dirigido à um vereador da oposição, não sei se do PT ou do PDT), fora os outros que tiveram a casa metralhada?

agora o prefeito parece ser o mandante de tudo aquilo. tudo pra calar a oposição. aliás, Edson era bem próximo do atual governador de Santa Catarina, Leonel Pavan (PSDB).
Pavan, que achava que tudo tinha voltado a tranquilidade depois que as acusações contra ele tinham esfriado, deve estar com a cabeça quente novamente.

leia a matéria completa aqui, no blog do Moacir Pereira.

Em quem você votará pra governador?

abril 25, 2010

essa é a pergunta que meu amigo e jornalista Fernando Alécio está fazendo no seu blog, numa enquete. e aí? já votou? vota lá…

Jandir Bellini vai votar no Serra ou na Dilma?

abril 23, 2010

a pergunta tem fundamento, ainda mais depois da fala de José Serra dizendo que o PAC não existia, rebatido pela candidata do PT Dilma Roussef, que mostrou várias obras feitas pelo PAC em São Paulo, incluindo investimentos no trânsito, exemplo o Rodoanel.
ou seja, se eu fosse o Serra, votaria na Dilma.
mas, tudo bem.
imagino que ele votará nele mesmo.
mas, e nosso prefeito Jandir Bellini, do PP, que faz parte do Governo Federal aliado de Lula, que, nos oito anos passados de sua gestão, pouco teve de seu próprio partido, de seus próprios aliados, que nunca teve nenhuma visitinha de FHC, vai votar em quem?

se Bellini votar no Serra, vai estar votando contra seu próprio partido.
se Bellini votar no Serra, vai estar votando contra sua própria cidade.

então, Jandir, em quem o senhor vai votar?
seria uma resposta fácil de dar, não é mesmo?

Cultura de Itajaí em apuros

abril 22, 2010

carta da artista Sandra Knoll, recebida hoje por e-mail:

MAIS UMA DO DIRCEU BORBOLETA

Na segunda-feira dia 19 de abril, na sede da SETUR, local onde designado às reuniões do COMUC – Conselho Municipal de Cultura da cidade de Itajaí aconteceu mais uma das tantas barbaridades e desmandos que a nossa cultura vendo sendo vítima.

Às 11h da manhã quando abri meus e-mails, li uma convocação para a posse dos novos conselheiros e eleição da nova diretoria. Como sou conselheira do Setor Teatro e Circo, fiquei abismada com a rapidez com que tudo aconteceu. Liguei para o presidente interino Renato Seara, para confirmar essa notícia, e ele me disse que também não estava sabendo e foi conferir. Realmente estava lá. Então ele me contou o que havia acontecido.

O Renato Seara tinha avisado a secretária do conselho na semana anterior para ela fazer a chamada na terça feira, porém, ela abriu seus e-mails somente nesta segunda-feira e encaminhou o pedido. Entretanto, o tempo hábil para essa convocação foi insignificante, já que, o próprio superintendente Age Pinheiro, havia faltado à reunião da semana anterior com a desculpa que não havia visto seus e-mails naquele dia – e olha que o e-mail da reunião da semana passada nem tinha sido postado no dia, e sim, alguns dias antes.

Enfim, fui à reunião pensando que seria mais uma reunião, na qual poucas pessoas estariam presentes e, então, seria deliberado que teríamos uma semana para nos preparar para a eleição, já que havíamos nos colocado a disposição para montar uma chapa.

Dito e feito. Cheguei lá o que encontrei? A sala repleta de membros que eu nem conhecia – todos os membros do governo arrumados e perfumados para a eleição. Isso começou a cheirar mal. O conselho é paritário, 14 conselheiros do governo e 14 da sociedade civil, ou melhor, artistas da comunidade. Tínhamos os 14 membros governamentais – porque é claro, todos foram convocados e não por e-mail, mas com certeza, por telefone e sem dúvida, pelo Superintendente Agê Pinheiro. Coisa rara, aliás, pelo depoimento indignado do ator Valentim Schmoeller “Participo há três anos desse conselho e nunca vi tanta gente do governo como hoje”. Já deu pra entender não é? Não? Eu explico. Seria assim como: vamos enfiar goela abaixo essa eleição em vocês.

Bom, foi isso que aconteceu. A maioria burra venceu. Aliás, depois de tanta balela, retirei a chapa que havíamos feito há dois meses a qual era para ser uma chapa de consenso, pois, não havia ninguém na época querendo pleitear essa bucha. Sim, bucha. Digo isso porque é, um trabalho voluntário (para quem não é do governo, diga-se de passagem) com tanta responsabilidade, só pode ser bucha. Mas uma bucha pela qual estou e quero lutar. Aliás, nós todos do Teatro queremos lutar, tenho o aval dos meus companheiros de categoria e só por isso aceitei a incumbência.

Retirei a chapa, pois, na hora houve a desistência da Anne Fernandes, nossa diretora da Casa da Cultura que havia se comprometido em ser secretaria dessa chapa. Ou seja, amarelou. Isso mesmo. Ela ainda veio com um discurso bonito que não estava lá para ser votada e sim para votar. Um discurso bem vazio, mas o que esperar da Diretora da Casa da Cultura?

Pois bem. O governo amparando todas as irregularidades através do Sr. Jucélio, funcionário da Fundação Cultural de Itajaí, que, para os problemas que estavam aparecendo ele sempre dava um jeito de dizer que estava “dentro da lei”. Dentro da lei um nome que saiu errado na nomeação de uma das câmaras setoriais. Dentro da lei uma pessoa contratada pelo governo fazendo parte de uma câmara não governamental. Tudo isso acontece sim, na cidade de Itajaí, ou melhor, poderíamos chamar de Sucupira, isso mesmo, a cidade fictícia do referido Dirceu Borboleta. Tudo dentro da lei, mas tudo fora da moralidade.

Vejam bem minha gente. Uma eleição que poderia ser impugnada só por estes dois motivos. Mas não, muitos membros da sociedade civil, ou seja, artistas. Sim, eles pediram ao Senhor Superintendente Agê Pinheiro, um também artista que inclusive já fez e desfez da Fundação Genésio Miranda Lins em outras épocas, quando outrora era vizinho daquele prédio. O Senhor Superintendente deve lembrar as coisas que fazia por lá, não?

Mas, foi isso que aconteceu, ele próprio não deu voz aos artistas, vindos de uma categoria, que um dia ele pertenceu e que, quiçá, ainda volte a pertencer, Pois é. O Sr. Agê Pinheiro, Superintendente da Fundação Cultural de Itajaí, não deu ouvidos novamente as vozes que vieram do lugar ao qual ele já pertenceu.

Mas isso não me surpreende numa cidade onde temos tantas dessas acontecendo. Não vou me alongar tanto, pois, creio que todos devem estar enojados com tanta falta de caráter e moral.

Senhor Prefeito Jandir Bellini. O Senhor Está sabendo disso tudo? Leia o jornal, se informe com seus assessores… Ah, desculpa, acho que eles não querem lhe incomodar com coisas tão insignificantes provenientes da cultura, não é? Mas se não temos cultura, teremos o que?

Não queremos um “Dono da Cultura” que fica lá no Paço da Prefeitura na Chefia de Gabinete, manipulando os processos culturais com ar-condicionado ao seu bel prazer. Não podemos retroceder ao período do apadrinhamento! Itajaí avançou artisticamente! Aceitem isso. É fato.

Queremos diálogo, transparências, queremos as portas abertas, espaços físicos, trabalho e, sobretudo, pessoas que queiram se relacionar com a arte da cidade e com os artistas da cidade, não precisamos de gestores enclausurados em seus escritórios. Queremos MOVIMENTO E AÇÃO e queremos ser partícipes do processo.

Sandra Knoll
Presidente da rede Itajaiense de Teatro
Conselheira da área de Teatro e Circo – COMUC
Artista indignada!

A Bellinilândia e seus cargos técnicos [2]

abril 21, 2010

como falei ontem aqui (e já tinha comentado antes sobre isso), a coisa está indo aos trancos e barrancos. mas, vai abaixo a capa do Diarinho desta quarta-feira, feriado de Tiradentes:

PITACO DO ESPECIALISTA
Falta de planejamento no trânsito fará Itajaí virar uma São Paulo
Mudanças no sentido de ruas é empurrar o problema com a barriga, diz sabichão. Diarinho circulou pelas vias modificadas e ouviu mó chororô do povão

porém, é óbvio, no texto o especialista que o Diarinho falou, Carlos Cesar Pereira (se não me engano, é o Cesinha do Sindicato não?), sobraram elogios para quem comanda atualmente o trânsito de Itajaí. mas… será que o Cesinha tem mesmo isenção para elogiar ou criticar a Codetran, sendo que ele é visto direto lá dentro e até foi cogitado para assumir a coordenadoria de trânsito de Itajaí? será? de qualquer modo, ele diz que estas mudanças de nada adiantarão, pois só servem para o momento, e que, mais para frente, tudo voltará a ficar engarrafado no trânsito itajaiense.

Promessas, promessas, promessas

abril 21, 2010

hoje, no jornal do Meio Dia da Ric Record, mostraram a situação calamitosa que AINDA vivem os moradores do bairro Limoeiro em Itajaí DESDE a enchente de 2008. promessas foram feitas, casas interditadas, porém, mais de UM ANO após as promessas e toda a tragédia de 2008, NADA FOI FEITO para resolver o problema daquelas famílias.

na minha opinião, aguardem até perto das próximas eleições de 2012. falta pouco, gente. que isso, pra que se preocupar. quando chegar lá perto, cobrem de novo e, QUEM SABE, a prefeitura de Itajaí resolverá o problema de vocês. enquanto isso, façam como a prefeitura faz, empurrem com a barriga, façam de conta que nada está acontecendo e pelo menos cumpram o que Jandir Bellini disse que faria à Itajaí: sorriam, mesmo no meio da desgraça.

A Bellinilândia e seus cargos técnicos

abril 20, 2010

capa do jornal Diário do Litoral de hoje: CAÓTICO: Itajaí não tem especialistas pra pensar a inhaca do trânsito

e a outra contratação histórica do “governo técnico” prometido pelo prefeito Jandir Bellini: Marcio Silveira, ex-vereador, assume o cargo de diretor TÉCNICO do CTIMA (que é quem cuida da parte de informática da prefeitura itajaiense)…

minha opinião? não precisa de nada disso não, pra que cargo técnico, era só enganação da eleição mesmo… chama um zé qualquer que ele resolve… aliás, bota um zé qualquer no lugar do prefeito, já que Itajaí está sendo governada assim mesmo, no chute, na barrigada, no empurra pro ano que vem, pra eleição que vem…

Institutos reagem a ataques: “Questionável é a linha editorial da Folha”

abril 15, 2010

do blog do Luis Nassif (clique para ler na íntegra):

Textos publicados nas últimas semanas pelo jornal Folha de São Paulo, com o aparente objetivo de desacreditar os resultados das pesquisas eleitorais dos concorrentes do Datafolha e valorizar os apurados pelo instituto do Grupo Folha, produziram uma crise entre as quatro maiores empresas de pesquisa do país. E despertaram, terça-feira e ontem, vigorosa reação dos presidentes do Vox Populi e do Sensus apoiada por integrantes do conselho de ética da Associação Brasileira das Empresas de Pesquisa (ABEP). Na terça-feira, o Vox Populi e o Sensus protestaram durante reunião da ABEP. Ontem, o diretor-presidente do Vox Populi, Francisco Meira, repetiu seu protesto a Brasília Confidencial.

“As discussões (sobre os resultados das pesquisas) deveriam manter um nível técnico, sobre as diferenças metodológicas. Infelizmente, a Folha optou por uma abordagem tendenciosa e sem argumentos consistentes. Questionável é a linha editorial da Folha de São Paulo”, atacou Francisco Meira. E continuou:

“A diferença entre nós é a existência de um grande veículo de comunicação que se dispõe, talvez por solidariedade aos colegas do departamento de pesquisa, a praticar um jornalismo de má qualidade, atacando sistematicamente empresas que divulgam resultados diferentes dos que lhe interessam”.

INVERSÕES NO DATAFOLHA
A origem da crise está no comportamento que a Folha de São Paulo passou a adotar logo depois que publicou pesquisa do Datafolha em que, diferentemente de todas as pesquisas de intenção de voto divulgadas neste ano, os resultados apontaram o crescimento do pré-candidato do PSDB, José Serra, e estagnação da pré-candidata do PT, Dilma Rousseff. Ao contrário também de uma tendência que o próprio Datafolha identificara um mês antes, de crescimento de Dilma e queda ou estagnação de Serra, os resultados publicados pelo instituto em 27 de março, duas semanas antes do lançamento da pré-candidatura tucana, apontaram outro cenário.

Embora o Vox Populi e o Sensus não tenham levantado suspeita sobre esses resultados apurados pelo Datafolha e exibidos pela Folha, o jornal começou a questionar o trabalho dos concorrentes, cujos resultados, em resumo, não favoreceram a candidatura tucana (veja no quadro). Eles apontaram, no fim de março e no início de abril, a continuidade do crescimento da candidatura petista e empate entre Serra e Dilma.
(…)

para saber o motivo de todos os textos deste blog antes de 7 de abril terem sido retirados, clique aqui

Itajaí não tem mais oposição

abril 15, 2010

acho que o primeiro a sofrer as consequências do rodo que algumas pessoas (talvez ligadas à administração atual) vem passando na mídia itajaiense foi o Robson Dias, que foi retirado do comando de um programa voltado para reclamações do povo na TV Brasil Esperança, isso ainda no ano passado, se não me engano. depois disso, Robson até acabou abandonando seu blog. mal sabia que era a primeira vítima. depois disso, aconteceram as ameaças contra mim e meu colega de trabalho da prefeitura, Flavio “Black Angel”. diziam que se eu não tirasse “aquilo do ar”, matariam minha mãe, dando endereço e tudo. isso foi pouco mais de um mês atrás, mas, não bastava.
quase ao mesmo tempo, o programa radialístico (também voltado para denúncias e reclamações do povo) Megafone, apresentado pelo Carlão e Patrick Schneider foi retirado do ar pela rádio Conceição FM e este blogueiro recebeu ordem judicial para apagar certos comentários sobre um certo senhor dos altos escalões do governo Jandir Bellini. Patrick, também em seguida, tirou seu blog do ar.
e, nesta quinta-feira, o Jean Sestrem tirou todos os seus posts do ar no Fala Itajaí. na verdade, deixou uma poesia e uma música. ainda não tenho certeza dos motivos de Jean ter também tirado seus textos do ar, mas ele tinha conversado comigo e se dizia enojado do que vinha acontecendo comigo e com estes outros citados.
e o que está acontecendo?
segundo alguns, nada de mais.
segundo outros, o esperado.
eu, vou ficar no aguardo.

para saber o motivo de todos os textos deste blog antes de 7 de abril terem sido retirados, clique aqui