Itamirim vai comprar parte de uma rua…

fevereiro 3, 2016

itamirim ocupar ruase foi isso que entendi, ao que parece, finalmente o Itamirim vai ocupar aquela área desmatada anos atrás e comentada aqui no blogue (em 2013).

porém, agora, junto com a provável obra que vai sair do papel, vem junto uma desafetação de parte da rua Paulo Hoier.

jose gall itamirim

Essa é a foto da publicação de 2013…

alguém sabe de alguma coisa? já deve estar tudo autorizado pela prefeitura, né? e como será que acontecerá a tal desafetação da Paulo Hoier? e torcer pra que tudo esteja dentro da lei etc. etc.

E nesta quarta tem votação na CVI de manhã!

janeiro 26, 2016

crise acabouE a crise?
Pelo jeito, a crise que chegou avassaladoramente de repente de um mês para o outro em Itajaí, estaria acabando. Já andam falando até mesmo em voltar aos dois turnos na prefeitura, sendo que o turno único ficou em segundo lugar em economia de gastos no “mutirão” feito pelo governo municipal pra economizar e sair da tal crise – só essa mudança teria economizado 2,2 milhões de reais!

Porém, um dos outros pontos que chamam a atenção, é o malabarismo jurídico que o governo Jandir Bellini (PP) e Dalva Rhenius (PSB) para manter cerca de 350 cargos comissionados criados em 2009, assim que a dupla assumiu a prefeitura (lembrando que um dos pontos da campanha era o tal “desinchaço da máquina pública). Olha, não sou contra nem nunca fui a existência de cargos de comissão. Claro que é um problema quando há um aumento excessivo destes cargos. Claro que há um problema quando um governo promete DIMINUIR e acaba AUMENTANDO o número de comissionados. E, se somarmos isso tudo a tal crise que apareceu de um mês para o outro em Itajaí, oras, não seria óbvio que a dupla governante de Itajaí, em vez de criar uma lei (que será votada hoje, quarta-feira, às 10h!) pra tentar impedir que estes cargos sejam extintos (como está mandando a Justiça), deveria cortar estes cargos, aliás, como disse o próprio prefeito lá no ano passado, na TV, onde quase chorou diante da crise que abalava a cidade há alguns minutos, ops, há alguns dias, ops, há sei lá quanto tempo? Pois é, mais incongruências de um governo cheio delas, mas, como venho dizendo há tempos, o povo não tá muito a fim de reclamar do governo local, talvez por terem votado maciçamente nele, talvez porque são orientados pela grande mídia (e grande parte da mídia local) a voltar sua raiva apenas ao governo federal.

(trecho da minha coluna desta quarta-feira no Sem Censura)

Jandir é reprovado pela maioria (pero non mucho) dos itajaienses

janeiro 21, 2016

jb aprovacaoPooorém, é claro, a mesma cidade que parece não ter dado bola pra toda a lixarada que a Justiça acabou pegando e jogando na mídia (e alguns no presídio da Canhanduba), recebe a notícia alarmante de que uma pesquisa (encomendada por quem?) pelo IPS da Univali feita em novembro (estranho porque não a divulgaram antes na imprensa) que demonstraria que Jandir Bellini (PP) praticamente não foi atingido pelas prisões e toda a vala que correu a céu aberto desde julho até mais ou menos novembro, quando as coisas voltaram a esfriar – e JB voltou a contar com a benevolência da maior parte da imprensa local.

Ainda assim, é incrível que mesmo rejeitado pela maioria, JB manteve 44% de aprovação do seu governo (o mesmo que em 2014!)!! Um governo que não termina ponte, que deixa cair ponte, que não consegue regularizar um dos piores transporte públicos que já ouvi falar, que não consegue terminar a Via Portuária, que não entrega o Centro Integrado de saúde já mais atrasado que as próprias promessas que não saem do papel, que deixa a Segurança Pública nas mãos da irmã que parece mal saber o que faz lá dentro, que teve uma “crise econômica” que surgiu do nada e parece ter acabado, que colocou como secretários e em cargos comissionados pessoas que foram PRESAS e acusadas de crimes graves contra o município, que é pego em gravações declaradas de que a imprensa não ganha dinheiro se não falar bem da prefeitura, que tem uma bancada governista considerada das mais pífias na Câmara de Vereadores e, ainda assim, com isso tudo, segunda o IPS, quase metade dos cidadãos itajaienses gosta do governo JB!!!

Aí, obviamente, na mesma pesquisa, o IPS perguntou sobre o governo Dilma Rousseff (PT), e, claro, o itajaiense, este ser que parece entender perfeitamente de política, deu 77% de desaprovação!!! Não que não se possa, diante dos ataques diários de toda a imprensa brasileira contra o governo, ter esta desaprovação, e, claro, mesmo com toda a crise econômica e política pela qual passa o Brasil e muitos outros países do mundo (incluindo aí boa parte da Europa, por exemplo). Agora, não me venham querer falar que não há nada de errado nisso. Como um prefeito em novembro, com toda a lama escorrida do seu governo na nossa cara, que desceu que nem um maremoto do Paço e suas adjacências, consegue ter tanta aprovação??? E aí como um governo que praticamente não tem nada contra si (sim, têm denúncias, que estão sendo apuradas e muitos estão sendo presos, inclusive os corruptores envolvidos, bem como os políticos corruptos, mas nenhuma atinge ou atingiu, como no governo municipal, o governo em si) consegue ter uma desaprovação tão grande em pleno auge da crise local? Alguém consegue me explicar? Eu tenho algumas, inclusive, as deixei aí no meio, soltas… mas queria saber o que pensa o leitor desta coluna… como explicar isso????

Prefeitos do PT são os menos rejeitados – Mas já que estamos falando em pesquisas, bem que o JC poderia ter tomado conhecimento de uma feita pelo Ibope, em dezembro de 2015, onde diz que os prefeitos que menos tiveram rejeição no Brasil são os do PT (apenas 33% das cidades com prefeitos do PT dizem que votarão na oposição); já onde tem PSDB, pula pra 45%, e para 49% em cidades administradas pelo PMDB. Prefeitos do PSB tem rejeição de 38% e o item Outros, de 40%. Mas, quem quer saber, né? Melhor ser seletivo e achar, como sempre, que o PT está morto. ;-)

da minha coluna no jornal Sem Censura

Delação premiada alcança um peixeiro “anti-corrupção”…

janeiro 20, 2016
emiliome expliquem, porque tá difícil de entender… saiu a notícia de mais uma delação premiada. Nestor Cerveró teria dito que a empresa Dalçóquio teria pago propina pros petistas Ideli Salvatti e João Paulo Cunha em troca de abonar dívidas da empresa. Inclusive, como se sabe, esta ajuda à empresa Dalçóquio viria desde a época do incólume FHC, segundo a mesma delação e apoiava políticos de vários partidos.
Lembrando que um dos donos da empresa, que foi vendida no ano passada, é tido como um dos grandes mentores “contra corrupção” ou qualquer destas frases de efeito que o valha… e pra terminar, JC ainda termina jogando panos quentes em cima dos incorruptíveis e, claro, colocando o pau (que dá em Chico mas não em Francisco) nos políticos, os grandes malvados do mundo. :p
Abaixo, os trechos da coluna do JC de hoje explicando um pouco dessa delação e da própria opinião do colunista do Diarinho.
Delação – As delações sobre a Lava Jato têm respingado por todo o lado. Sobrou até para a ex-ministra Ideli Salvatti (PT) e para a família Dalçóquio (transportadora). Todos citados por Nestor Cerveró, por um suposto pagamento de propina.
Renegociar – Conforme matéria do O Estado de São Paulo, Cerveró citou que num almoço com a então ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, e o ex-deputado petista, João Paulo Cunha, em Brasília, o assunto foi a renegociação da dívida da empresa de transporte de combustível, a Dalçoquio. A dívida seria de 90 milhões de reais, com a BR Distribuidora.
Combustível em chamas? – Cerveró afirmou que a Dalçoquio é a maior transportadora da BR Distribuidora e que “já foi ajudada na época do presidente Fernando Henrique Cardoso” e “apoiava políticos de diversos partidos”. Neste rolo, supostamente teria aparecido o nome de Ideli Salvatti.
Receberam? – “Foi realizada uma renegociação da dívida, com o aumento de prazo para pagamento. Nestor Cerveró diz que não recebeu nada, mas imagina que a min. Ideli e outros políticos tenham recebido”, registra o documento intitulado ‘Anexo 15′ que a defesa do ex-diretor entregou à Procuradoria-Geral da República. O anexo 15 do documento é intitulado “Assunto: almoço com ministra Ideli Salvatti (PT) para ajuda financeira à Dalçoquio”, revela o Estadão.
(…)
Lógico – A Dalçoquio já fez muitas doações em campanhas políticas. Isso não significa que tenha agido ilegalmente. Mas a delação de Cerveró coloca em suspeição ‘políticos’ que teriam supostamente recebido propina, pra dar ‘aquela força’ com as dívidas da empresa…
(…)

Deram os carros… e…?

janeiro 8, 2016

CARROS CAMARAe me expliquem como uma Câmara de Vereadores que tem QUATRO MOTORISTAS ficará sem estes dois carros?

ou será que o presidente da CVI está fazendo isso apenas pra jogar uma media na imprensa (e tá conseguindo)?

ele não vai comprar mais carros este ano? e os motoristas farão o que, se, pelas informações que tenho, já teria apenas três carros — agora, um só, já que estão dando dois pra prefeitura.

e mais, são carros de 2010, ou seja, já têm SEIS ANOS, e provavelmente já vão começar a dar problemas pelo tempo de uso e rodagem dos mesmos.

mas, volto a pergunta: tão economizando ONDE, se vão ficar três motoristas ociosos?
vão exonerar os motoristas?
espero que não, né?
ou será que vão comprar carros novos em 2016 (e aí o discurso de “economia” que tá sendo jogado na mídia vai pro saco)???
perguntas que espero que a imprensa faça…

Livros lidos em 2015

dezembro 31, 2015

anais_nin_a_unica_anormalidade_ole vamos à lista dos meus livros lidos neste ano. não consegui atingir minha meta de ler todos os livros em português do escritor estadunidense Henry Miller (e da francesa Anaïs Nin — os dois eram amigos e eventualmente amantes). também acho que diminui um pouco da média de livros lidos do ano passado. mas só de livros, porque também me enveredei na leitura dos clássicos em quadrinhos da saga Star Wars (e já estou na edição de número vinte!). se não me engano, esta foi a ordem dos livros lidos em 2015:

star-warsMorte – Edição Definitiva – Neil Gaiman
Dias de Clichy – Uma Noite em New Haven
– Henry Miller
Henry Miller – Uma Vida – Robert A. Ferguson
Big Sur e as Laranjas de Hieronimous Bosch – Henry Miller
O Retrato de Dorian Gray (Edição anotada e não censurada) – Oscar Wilde
A Verdade é uma Caverna nas Montanhas Negras – Neil Gaiman
O Quarto Azul – Georges Simenon
Fogo – Diários Não Expurgados – Anaïs Nin
Sexteto – Henry Miller
Kurt Cobain – A Construção do Mito – Charles R. Cross
O Fim da Eternidade – Isaac Asimov
Eu, Robô – Isaac Asimov
Um diabo no paraíso – Henry Miller
(e, como disse, cerca de vinte edições da HQ “Star Wars Clássicos”)

neste momento, estou lendo ainda meu primeiro livro em e-livro, pelo Kindle, um aparelhinho tipo um “tablet”, feito para ler livros eletrônicos, outro livro do famoso Asimov, “O Homem Bicentenário“, e, no livro físico, “Breviário dos Políticos“, do Cardeal Mazarin. neste ano de 2016 quero continuar tentando a meta de ler tudo de Henry Miller/Anaïs Nin, e, claro, me empenhar ainda mais nas minhas leituras de ficção científica — na verdade, quero tentar publicar, finalmente, um livro meu de contos, provavelmente, em formato digital.

é isso por hoje, boa virada de ano, e até 2016!!!!

Indústria de brinquedos continua em crescimento!

dezembro 21, 2015

crise pegouhá 5 anos que NENHUMA fábrica de brinquedos fecha no Brasil.
desde 2007 vem aumentando a venda de brinquedos no país.
do ano passado pra este, 9% a mais nas vendas.
o setor não tem desemprego, pelo contrário (todas informações do Bom Dia Brasil!).
neste ano, o aumento ainda se deve pela alta do dólar, apesar que as vendas de importados continua forte também.
nas vendas no cartão de crédito, também, tá explodindo, com recordes!

tudo culpa da “recessão”, da Crise, lembrando que em tempos de crise e recessão, isso praticamente não acontece, pra ser otimista ehehehhe

enquanto isso, hotéis de Balneário Camboriú já têm 90% de ocupação pro Reveillon… êta crise danada! “nunca antes na história de um país em recessão, se viu uma crise com tanta gente comprando, tanta gente viajando” ehehehehe (e não, não estou dizendo que não há uma crise, política e financeira)

Considerações de fim-de-ano

dezembro 18, 2015

impicthma(da minha última coluna do ano no Sem Censura)

O fim do ano chegou. Porém, as brigas políticas se afunilaram nestas últimas semanas, e podem deixar as comemorações natalinas e da virada de ano mais, vamos dizer, acirradas. Porém, a vergonhosa marcha dos golpistas não passou de mais uma claque de quem trata política como se fosse um jogo de futebol, onde os derrotados na eleição passada são (ou se acham) os donos do campinho e querem pegar a bola e fugir pra casa dos pais por não saberem perder o jogo. Mas, como digo, o direito de cada um passar vergonha defendendo seja lá o que for (se não for criminoso), continua valendo, e explico resumidamente os motivos de serem vergonhoso ir pra rua defender um golpe como querem alguns: um movimento que tem um apoio midiático como este, ter tão pouca adesão (pra não dizer ridícula), é uma das provas que os poucos que estão indo pras ruas defender o golpe no governo federal, estão sim passando vergonha perante a História. Não adianta, não tem ADESÃO POPULAR, mesmo com tanta propaganda gratuita na grande mídia, é melhor enfiar a viola na sacola e esperar o próximo momento de passar vergonha (ou aprender um pouco com os seus erros).

(e enquanto eu escrevia esta coluna no fim do último domingo, a ponte Tancredo Neves caiu, ponte esta que, segundo palavras do secretário de Obras que ficou no lugar do secretário que tinha sido afastado pela Operação Dupla Face mas que retornou semana passada, NÃO IRIA CAIR, caiu… não se sabe ainda se por causa da forte chuva deste domingo, mas, por volta das 22h, desabou uns 20 metros da ponte… agora é rezar para que a reconstrução desta não siga o cronograma da ponte da Jacob Ardigó, empacada desde 2012, praticamente. Por sorte, pelo que estão dizendo, não havia ninguém no momento da queda da ponte)

Nesta segunda-feira a obra da Beira Rio, caríssima e que ficou muito bonita, começa a dar sinais de estrago. Mal inaugurada e já tem problemas. Segundo um jornal “chapa branca” da cidade, seria pelo calor!! Calor que só apareceu nuns dois ou três dias deste dezembro atípico na temperatura.

Enfim, parece que estes últimos meses do ano ainda estão longe de nos trazer novidades, sejam nos problemas do governo Bellini, seja em Brasília onde se tenta dar um golpe branco na presidência da República pra afagar os ânimos dos que não votaram nela. Só podemos torcer para que tudo acabe bem, e o voto, a democracia, seja respeitada, ainda que às vezes ela pareça não merecer.

“Super-Banheiros” públicos de Itajaí já com problemas?

dezembro 15, 2015

banheiros publicose depois que rolou no facebook ontem um vídeo onde um jornal de Itajaí dizia que a culpa da obra da Beira Rio (caríssima, por sinal) já estar com problemas era “devido ao calor” (calor este, que mal começou por aqui) e não pela incompetência de quem tocou a obra, neste final de semana já tinha recebido reclamação de que os três super-banheiros públicos de Itajaí, aqueles que custaram cerca de meio milhão de reais pra serem construídos (e foram entregues com dez meses de atraso), e, se não me engano, custam, segundo foi veiculado na imprensa local, cerca de R$ 75 mil por mês em manutenção (!!), já estariam com problemas POR FALTA DE MANUTENÇÃO!

de acordo com a informação, o banheiro que fica atrás da Casa da Cultura Dide Brandão, estaria sem a tampa do vaso, e outro, já sem nada. e isso que Itajaí está em plena época de receber os navios de cruzeiro (inclusive, um esteve hoje no píer), enquanto esta dinheirama gasta com manutenção parece que não está sendo devidamente gasta, não?
sim, alguns vão dizer que a culpa é de quem quebra, sim, claro, porém, a fiscalização, já que estão gastando tanto com essa manutenção, que verifique e, pelo menos, não deixe quem não tem nada a ver com o vandalismo, passando vergonha.
isso sem contar que o horário normal destes banheiros é até as 20h, porém, agora que o comércio está funcionando até as 22h, quem for atrás dos banheiros, vai dar com a cara na porta.
no dia da abertura do natal e ontem na caravana da Coca cola foi um caos, o povo procurando banheiro… e aí, pergunto novamente, gastando tanto assim pra manter os banheiros, e nem conseguem colocar até às 22h o funcionamento deles?

E lá vem mais uma tentativa de golpe no governo federal

dezembro 11, 2015

dilma ficaNão sou a favor de golpe. E sim, o que se está tentando dar na presidenta Dilma Rousseff (PT) não é um simples impeachment, e sim, um golpe. Por que? Simples, um impedimento da presidência sem um MOTIVO real, legal, é o que? Só posso chamar de golpe. E não sou só eu. Juristas, jornalistas, artistas, inclusive, fora do Brasil, consideram este acolhimento deste pedido de impedimento um golpe. Isso sem contar o modo como foi feito, numa retaliação absurda e chantagista do presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB) após os deputados do PT terem declarado que votariam pela continuidade do processo no conselho de ética da Câmara! Isso mesmo. Será lembrado na história do Brasil que um deputado com acusações pesadíssimas de corrupção, e de ter mentido na Câmara (quebra de decoro) aceitou um dos pedidos de impedimentos (teriam sido 58 no total, os pedidos, para os presidentes FHC, Lula e Dilma, todos negados) apenas porque deputados do partido da presidenta declararam que votariam pela abertura da comissão de ética contra Cunha! (a oposição está votando contra, pelo que se sabe até o momento) Estes são os fatos que entrarão nos livros de história. Que será lembrado daqui dez, vinte, cinquenta anos.

E será lembrado também que foi por um fato que TODOS os outros presidentes já fizeram. Por um dinheiro liberado antes que o congresso aprovasse esta liberação (sendo que o dinheiro já ganhou a posterior aprovação)! Não, podemos mergulhar o país na maior crise financeira e política das últimas décadas apenas por isto! E por uma oposição que não aceitou a derrota em 2014 apoiada pela mídia que ajudou a segurar a Crise o máximo possível, até chegarmos a este ponto. E se estava ruim, pensem como vai ser atravessar esta zona que se tornará um pedido de impedimento, caso ele passe pela primeira fase!! Analistas financeiros internacionais já falam que a crise irá se tornar uma mega-crise. Porém, os brasileiros que não votaram na Dilma, principalmente, preferem ver o circo pegar fogo. É o tal de “torcer pro avião cair, sendo passageiro, só porque não gosta do piloto”. Este é o resumo do que se tornou a política nacional.

Assim como não quero derrubar o prefeito Jandir Bellini aqui em Itajaí, mesmo sendo totalmente oposição a ele, pois entendo que o voto vale muito mais do que a minha opinião, também entendo que tirar a presidenta por algo tão banal, não vale a pena, ainda mais quando todos analistas apontavam que 2016 seria o ano de recuperação da Crise! Portanto, digo, não vai ter golpe! E tomaremos as ruas, se for necessário, para demonstrar que não somos poucos. Os próximos dias, dirão.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 996 outros seguidores