Cinzas do vulcão Calbuco em Itajaí!

abril 26, 2015

ontem fotografei perto do meio-dia um céu com uma coloração estranha, e, claro, já conjecturávamos que esta cor poderia ser as cinzas do vulcão chileno Calbuco que deveria já estar influenciando aqui no sul do Brasil. e não deu outra, logo em seguida começaram a pipocar matérias nos portais brasileiros dando conta que realmente aquele céu estava assim por causa do vulcão que entrou em erupção na terça-feira passada. aí estão as fotos que fiz e publiquei ontem no meu Facebook:

DSC07357DSC07354DSC07352

Este é o carro da prefeitura que nós dirigimos por aí

abril 22, 2015

carro prefeitura itajaicolocando a vida dos cidadãos itajaienses em risco, além da nossa e dos funcionários e cidadãos que carregamos diariamente. eu, por exemplo, somando hoje e segunda-feira passada, andei exatos 401 quilômetros somente DENTRO de Itajaí! com esse trânsito belíssimo que a gente tem. e, hoje, pra piorar, com a chuva, e com estes pneus praticamente carecas (as fotos são do carro que dirijo na prefeitura).

desde DEZEMBRO do ano passado estou esperando que um Comunicação Interna feito pela secretaria onde trabalho pedindo à Central de Veículos que tome providências, mas, nem mesmo com uma matéria publicada no jornal Diário do Litoral ainda em dezembro, adiantou alguma coisa, e continuo dirigindo este carro em estado precário.

carro prefeitura itajai 2e isso atinge DIRETAMENTE A TI, cidadão itajaiense, que tem de correr o risco de um carro destes andando pela cidade. mas, sabemos, pelo jeito só se tomará alguma providência quando algum acidente acontecer, não é?

infelizmente, é assim que as coisas parecem funcionar no governo Jandir&Dalva.

carro prefeitura itajai 3e sim, esta não é uma exclusividade minha, outros carros, pelo que soube, também estariam em condições péssimas. o diretor da Central de Veículos não toma providência. a Prefeitura de Itajaí não toma providência. vou esperar que o Ministério Público, que já está ciente do caso, tome providência sobre este descaso com os funcionários públicos e com o POVO itajaiense.

Calçada padrão Volvo Ocean Race?????

abril 14, 2015

calçada padrao volvo itajainão, esta não é uma calçada do Centro da cidade de Itajaí, que é extremamente cuidada pela prefeitura de Itajaí (secretaria de Obras)! nunca seria, né? as calçadas dos prédios públicos de Itajaí, pelo menos no Centro e adjacências, são todas ou quase todas muito bem cuidadas pelo governo municipal, que tem de dar exemplo. ainda mais na época da regata internacional Volvo Ocean Race, que, dizem, coloca a cidade na vitrine mundial.

porém, a realidade nos bairros, não é exatamente a mesma realidade vivida pelos habitantes do Centro e adjacências, como fica visível nesta imagem que fiz HOJE da calçada da escola básica Elias Adaime, no bairro Cidade Nova, um dos maiores de Itajaí.

e, a realidade, está muito, muito longe mesmo da realidade do padrão VOR que a prefeitura tenta demonstrar que seria a realidade da cidade inteira. não é, nem será, pois, nosso prefeito, caminhando para DEZESSEIS ANOS de governo, se não fez até agora, nem fará. com a palavra, nosso secretário Edson d´Ávilla, nosso secretário de Obras, Tarcisio Zanellato, e nosso prefeito e vice, Jandir Bellini e Dalva Rhenius.

A vergonheira deste domingo (e desta segunda)

abril 13, 2015

Clipboard044“54 mil pessoas” protestando em SC!!!
esse foi o número vergonhoso que a RBS, seguindo a linha vergonhosa da sua matriz, a Globo, deu hoje pela manhã! em Floripa, pelas imagens mostradas, falaram em 24 mil pessoas!!!!
sendo que, a mesma RBS diz que, quando saiu a “caminhada dos derrotados”, eram apenas 4 mil pessoas! 20 mil teriam aparecido DURANTE manifestação!!!

Hora que a manifestação de Itajaí passou pela frente da webcam da Beira Rio.

Hora que a manifestação de Itajaí passou pela frente da webcam da Beira Rio.

mas, digaaaaamos que tenham sido mesmo 24 mil, o que as imagens demonstram não mais que 5 mil.
foram 29 cidades com algum tipo de manifestação, segundo a mesma RBS, sendo que em Joinville, maior população do estado, foram 1500.
Criciúma, nem chegaram a citar, mas não parecia mais de mil pessoas.
em Balneário Camboriú, estranhamente (pelas imagens), 12 mil (não parecia chegar a 5 mil também, chutando muito alto), Itajaí, quem acompanhou meu Facebook ontem, sabe que não chegou a 600 pessoas (tanto que NEM MERECEU citação hoje de manhã quando falaram das manifestações no Vale do Itajaí ahahahahah),

Quatro minutos depois, a manifestação já tinha passado inteira, ou seja...

Quatro minutos depois, a manifestação já tinha passado inteira, ou seja…

então, da onde tiraram estes mais de 50 mil pelo estado?????
provavelmente, do mesmo lugar de onde tiraram tantas imagens de cartazes, tantas citações “fora Dilma”, “fora PT”, tantas citações dos repórteres falando que era uma “festa familiar”, só faltou o “cheio de gente bonita/branca”, mas, os tempos modernos impedem as grandes empresas midiáticas de soltarem estas péroloas, apesar da vontade.
em Itajaí, como já citei, foi essa vergonhosa manifestação “o sul é meu país”, que praticamente abriu e fechou a manifestação de Itajaí.
twitter_manifestmas, como nossos “manifestantes do bem” aceitam este tipo de pessoas dentro de uma manifestação golpista, o que nós vamos falar, né? resta tirar sarro de uma representante da manifestacaomanifestação que esperava 20 mil pessoas, mas, que teve uma queda de 10 mil para menos de mil, ou seja, virou uma marcha fúnebre do golpe que alguns queriam e, não conseguiram.
e, como disseram ontem, pelo jeito, finalmente, OUTUBRO ACABOU, o período eleitoral findou-se, com os derrotados nas urnas entendendo que não há clima algum pra derrubar um governo recém-eleito (ainda que não com os votos destes que insistem num golpe).
o choro continua livre. as ruas também. porém, A DEMOCRACIA continuará, como disse na minha coluna logo após as manifestações de março, mesmo com o ódio de alguns contra ela.

twitter_manifest2

CCavSmOW8AA7Qgp

foi o maior mico

A “nova potência” de SC vai receber… CINCO policiais militares!!!!

abril 10, 2015

cinco policiaisenquanto Balneário Camboriú, pasmem, receberá 21 policiais!!!! não, claro que não acho que BC deveria receber menos, pelo contrário, provavelmente é até pouco efetivo policial pra cidade turística, e sim, Itajaí é que tinha de receber muito mais, pelos problemas apresentados (cidade muito mais populosa), e, pela “força política” que deveria demonstrar, já que como mostra a propaganda da prefeitura, somos a “nova potência de Santa Catarina”, né? ou não somos? ou somos somente o maior pib catarinense e temos uma pífia força política perante as outras cidades, inclusive, Balneário Camboriú? daqui a pouco, não duvidem, estaremos atrás de Navegantes, atrás de Ilhota (enquanto força política)! temos um prefeito e vice que são ligados umbilicalmente com o governador. o prefeito está no partido da base governista federal. mas, a força que demonstram perante eles é o que vemos: cinco policiais pra Itajaí, vinte e um pra Balneário Camboriú.

ou seja, são nulos passando os limites do município. continuamos vivendo como um vilarejo, apesar do crescimento demonstrando na propaganda. continuamos a ser gerenciados de fora, deixados de lado, pois, oras, os outros são muito mais fortes politicamente, têm “bala na agulha”, como se diz, enquanto nossas lideranças municipais só sabem se digladiar internamente demonstrando sua fraqueza perante Santa Catarina.

mas, não esqueçam que quem os elegeu, foi o povo.
não esqueçam que quem não fala isso (que estou falando) pro próprio povo, é a imprensa, que se omite vergonhosamente perante as benesses que recebe em forma de propagandas institucionais, os quais entende que têm uma dívida com o governo e prefere ficar quieta quando tinha de botar a boca no trombone.

novamente, parabéns às forças políticas da cidade. só que não.

(ah, e na foto, obviamente, pra quem não os conhece, nossa vice-prefeita, nosso talvez-futuro-candidato-a-prefeito, nossa secretária de Segurança e nosso prefeito)

Prefeitura fecha Farmácia Popular — e ninguém reclamou!

abril 9, 2015

(na edição desta semana do Sem Censura, infelizmente, o último parágrafo não saiu por algum problema na diagramação, mas, aí está a coluna, na íntegra)

farmacia popular itajaiE sabem por que usei o passado? Porque isso aconteceu no ano passado! Há mais de três meses Itajaí perdeu a única Farmácia Popular, programa do Governo Federal que o atual governo municipal faz questão, ao que parece, de esconder da população, e, como escondido estava, fechou, segundo matéria do Diarinho (também do ano passado, citando a justificação do governo municipal), pela baixa procura dos itajaienses, esse povo rico, milionário, que prefere pagar caro nos remédios. O programa do governo Dilma Rousseff é “para ampliar o acesso aos medicamentos para as doenças mais comuns entre os cidadãos”, mas, sabem onde a prefeitura de Itajaí enfiou a farmácia popular na cidade? Não, não sabem, né? Claro que não, a divulgação era pífia, e a localização, ridícula, quase completamente inacessível e escondida. Ficava a uns 50 metros após o último ponto de ônibus da Cônego Tomaz Fontes (continuação da Sete de Setembro), onde nem

Pra chegar na farmácia de carro, tem  (tinha) de estacionar muuuuito longe (e ainda pagar estacionamento rotativo)

Pra chegar na farmácia de carro, tem (tinha) de estacionar muuuuito longe (e ainda pagar estacionamento rotativo)

estacionamento havia (a avenida não tem estacionamento desde a esquina com a Hercílio Luz)!! Querem ver como era escondida? Mal havia placa de sinalização indicando que ali existia uma farmácia! A única placa era colada em cima da entrada, e, quem passasse de carro, simplesmente nem saberia da existência de uma farmácia popular da prefeitura!

A diferença de preço para as farmácias comuns chega de 165% a 1483% (isso também nas conveniadas), segundo a matéria do Diário do Litoral!! Mais de mil por cento de diferença! E o itajaiense nem chegou a saber da existência da Farmácia Popular! Agora, me pergunto, por que colocar a farmácia num lugar tão inacessível, tão escondido da população? Por que não colocar num bairro mais populoso, ou entre bairros populosos?? E me pergunto também, oras, uma parte dos itajaienses foi às ruas berrar por mais educação (porém, não tem apoiado a greve dos professores estaduais), mas também foi berrar por mais saúde, e, alguém viu faixas perguntando aos gestores da saúde locais o motivo de a dengue estar assolando a cidade? Alguém viu faixas perguntando o motivo de não haver mais farmácia popular na cidade? Eu até poderia perder meu tempo respondendo, mas, tenho certeza que nas minhas colunas passadas, onde falei sobre os protestos, a explicação já estava dada. E também sei que estou falando pro leitor deste jornal que, ao que parece, a-do-rou ir pras ruas gritar as pautas que a grande mídia mandou gritar. Mas isto também é a democracia. Uma forma dela, mas, ainda é democracia — mesmo que alguns (muitos) tentavam acabar com ela pedindo a instauração de uma Ditadura Militar, como teve em 1964.

Porém, a democracia também gostaria que estes mesmos que foram às ruas, gritassem contra os desmandos locais, mas, quem quer saber se fecharam uma farmácia PARA O POVO (do governo federal, aquele que os que foram às ruas querem a saída), e que quem decidiu isso foi o governo municipal, aquele mesmo que foi eleito com um porcentagem gigantesca, né? Oras, o povo assim quis. O povo o escolheu, entre outras duas opções. E o povo se cala diante dos problemas locais, pois “está na moda gritar contra o governo federal”, que, em Itajaí, perdeu feio (porém, é a maioria que elege um presidente ainda, não a “maioria que ‘sustenta’ o país”, que é como pensam muitos destes que gritavam por “impeachment”. Gritar por mais farmácia popular, ninguém quer, né?

Entrevista bombástica desnuda a Saúde de Itajaí!

abril 6, 2015

frase1antes disso, um e-mail também revelador sobre como a gestão da Saúde municipal está completamente abandonada (para o povo), e direcionada apenas para a política de cargos da nossa vice-prefeita, e do qual o nosso prefeito tem conhecimento pleno, porém, nada faz, pois, também, não é cobrado pelo povo, e conta com a ajuda da amiga imprensa, aquela que adora viajar pelo mundo pra cobrir a Volvo Ocean Race, sabe-se lá com que recursos:

Não se resolve os problemas quando não se conhece as causas. Investimentos na Volvo R$ 9,1 milhões, investimentos para prevenção de Dengue R$ 400 mil

Segundo a Lei 11445/07, pode-se deduzir que a proliferação do Aedes é devido as péssimas gestões de saneamento ambiental em Santa Catarina, principalmente em alguns Municípios. Encontrei dados interessantes, o plano de saneamento básico em Itajaí, pouco ou nada foi discutido com a sociedade, foi feito parcialmente e aprovado em 20 de dezembro de 2013, me refiro a Lei 11.445/07, quando deveria ter sido entregue integralmente em até 03/08/2012, embora tenha sido determinado o plano tratando de esgotamento sanitário, água de abastecimento, resíduos sólidos e gestão de águas pluviais, foi entregue apenas abastecimento de água e esgotamento sanitário, o plano de resíduos sólidos deveria ter sido entregue em agosto de 2014, no entanto, houve a primeira audiência apenas em outubro de 2014, este pode ter sido um fator importante na proliferação do mosquito Aedes e outros como Culex , que comumente chamamos de pernilongos, a diferença entre as espécies, os 2 se proliferam em águas de regime estacionário, com matéria orgânica, um com menos e outro mais, mas é mito que o mosquito se prolifere em “água limpa”. Este mito se criou pela antiga FUNASA, nos anos 80, devido no nordeste, milhares de pessoas deixarem a caixa d’agua aberta, trazendo muitas outras doenças, o mito melhorou em muito a situação, mas ficou no registro, assim como o mito do frango com hormônio, que não existe. O problema é que o assunto no Brasil, como em outros países o repasse de informação é muito lento, tem gente que acredita que agrotóxico não faz mal, tem deputado que afirma que não faz mal a ninguém. Lembrete: Inseticidas contra o AEDES precisam ser a base de ICARIDINA, senão não irá ter eficácia. Outro ponto que chamamos atenção é que já há uma infinidade de publicações sobre a resistência das larvas de AEDES e Culex aos inseticidas químicos utilizados para controle das larvas, geralmente a base de organofosforados e piretróides. Assim como as “superbactérias¨ e suas resistências para alguns antibióticos http://saudepublica.bvs.br/pesquisa/resource/pt/lil-433390 Canal de evolução Não resta dúvidas de que a falta de saneamento básico influencia diretamente na proliferação de potenciais vetores de patogenicidades. É bastante interessante perceber o quanto alguns gestores gostam de concreto, talvez seja para pagar os empréstimos da campanha do ano passado e 2012, estudos das planícies naturais de alagamentos, recuperar e conservar a mata ciliar, nunca ouvimos falar, coletar e tratar adequadamente o esgoto, está longe de ser uma realidade, investir milhões e mais milhões e mais milhões em concreto é tradicional, os dados mostram que pouca ou quase nada de mata ciliar dos rios desta região obedecem a Lei Ambiental, apenas 0,8% da população possui coleta e tratamento adequado de esgoto, talvez este número possa ter melhorado um pouco, quem sabe para até uns 3% nos últimos anos, ainda assim, diariamente são lançados milhares e milhares de esgoto nos rios desta região, que irão assorear o famoso canal de evolução. Mas, é com concreto e aditivos que eles pagam as dívidas dos empréstimos das eleições, não é mesmo? Se puder com vários aditivos. Não é curioso o quanto a tal TRIUNFO dou para campanha? 670 mil reais!

xxx…xxx…xxx

e, agora, vamos aos trechos interessantíssimos da entrevista do servidor efetivo Emerson Gonçalves para o jornal Sem Censura da semana passada (para ler a entrevista completa, clique aqui):

frase2JSC – Como é a gestão da saúde em Itajaí? Emerson – A Gestão da Saúde no Município de Itajaí é amadora e carregada de interesses políticos e pessoais. A interferência política é muito grande da vice-prefeita. Muitos membros da imprensa falam que a vice-prefeita tem que assumir a Saúde novamente, pois acham que ela é a grande solução, mas não é e nunca será. Todavia, é importante ressaltar, que ela nunca deixou a Saúde. Secretários assumem, mas sabem que quem manda na gestão da saúde é a vice-prefeita. A última palavra é dela. Desta forma, fica impossível fazer gestão assim, com interferências que atendem mais interesses políticos e pessoais do que realmente o interesse de corrigir falhas e qualificar a gestão, que, aliás, está um caos, um amadorismo sem precedentes. (…)

frase3JSC – Mas a Secretaria de Saúde possui em seus quadros servidores técnicos.. Emerson – (…) O que nós temos na Saúde há muito tempo, é a velha prática política nefasta de administrar a coisa pública, a visão do velho modelo de saúde. Essas pessoas são anti-SUS e parecem que não sabem ou não admitem, até porque a maioria desse grupo não conhece nada do SUS, e o pior é que essas pessoas lideradas pela vice-prefeita, é que decidem as coisas na Saúde. Temos uma gestão equivocada na Saúde e parece claro que vários setores, incluindo a imprensa, ignoram essa situação. Temos (…) servidores que não cumprem horário, proteção de pessoas ligadas a vice-prefeita, impunidade, conivência, omissão, enfim, tudo que não pode existir numa gestão. (…) Enfim, a Saúde é um grande navio, porém, com um motor de barco e esse motor é a gestão amadora que temos há muito tempo.

JSC – O que fazer para mudar essa situação? Emerson – Nós temos que exigir que se faça gestão na Saúde. A Saúde não tem dono, apesar de pessoas ligadas a vice-prefeita acharem que tem. (…) É preciso fazer uma grande reforma na Saúde e isso perpassa por grandes mudanças, investir na Atenção Básica, principalmente na Estratégia Saúde da Família, exoneração de cargos comissionados incompetentes, combate a impunidade, já que temos muitos servidores efetivos que só pensam no seu salário final do mês, etc. (…) Precisamos também do apoio da Câmara de Vereadores, no cumprimento de seu papel fiscalizador da saúde etc, e eu, como outros servidores, estamos à disposição para ajudar.

frase4JSC – Uma das grandes reclamações da comunidade é a falta de médicos. Médicos cumprem horário? Emerson – Não cumprem. (…) Só que não adianta fazer reuniões com médicos só para mostrar que estão tentando cobrar o horário desses profissionais, porque isso é enganar a população. A gestão da Saúde tem que ser firme e punir aqueles profissionais médicos que não cumprem horário e também atendam mal a população usuária do SUS. O que estamos vendo há muito tempo, é a gestão passando a mão na cabeça de muitos médicos e fingindo que fiscaliza o horário desses profissionais. Com essa omissão, a gestão da Saúde está provocando danos a população, porque é o pediatra que deixa de atender, o especialista que não cumprindo horário, cria uma fila enorme, e pessoas aguardando meses para uma consulta ou um exame etc.

JSC – Os servidores efetivos estão descontentes com a situação da Saúde em Itajaí? Emerson – Muito descontentes. (…) Essa situação não é novidade para o Conselho Municipal de Saúde, por exemplo, que tem cobrado muito do gestor soluções para a Saúde, todavia, estas reivindicações, recomendações etc., não são atendidas, interesses falam mais alto. E se o Conselho e outros servidores como eu, não estivéssemos fiscalizando muitas situações dentro da Saúde, muitas bobagens seriam cometidas.

frase5JSC – O loteamento político é muito grande? Emerson – Há um excesso de cargos comissionados (que são de livre nomeação e exoneração) na Saúde. Se for analisar a qualificação técnica e competência das pessoas que estão à frente desses cargos, a grande maioria tem que ser exonerada, não serve para estar na Saúde. Temos que lutar por esta redução de cargos. Essas pessoas com algumas exceções estão a serviço de partidos políticos e de pessoas com interesse político, e não a serviço do SUS. Inclusive temos cargos comissionados que são nomeados em funções que jamais exerceram, já que estão desenvolvendo funções que nada tem a ver com a natureza do cargo e com a estrutura do departamento.

frase6_dengue_itajaiJSC – Na campanha contra a dengue, a Prefeitura de Itajaí deixa a entender que o problema é culpa da população. Qual a sua opinião? Emerson – A população tem a obrigação de ajudar o Poder Público a resolver a situação e prevenir a proliferação do mosquito. Alguns cuidados simples, básicos nas residências, com a orientação de agentes de combate às endemias surtem efeitos na prática. Agora, jogar a responsabilidade só para a população é um absurdo. Nós servidores sabemos que a inércia da secretaria de Saúde ajudou a agravar este problema. Desde 2013, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica vem alertando os gestores com relação ao agravamento da situação, já que tinham poucos agentes de combate às endemias a disposição, ocasionado pela ausência de novas contratações e também pelo desvio de função em que se encontravam vários agentes. Agentes de combate às endemias na Diretoria de Vigilância Sanitária, no Canil Municipal etc., falta de ações intersetoriais entre departamentos da própria secretaria de Saúde, enfim uma série de fatores criaram essa situação. Num país com consciência política e com reconhecimento do real papel das instituições públicas, onde a população fiscaliza os atos públicos, já tinha sido exonerado muita gente, a começar pelo gestor. E isso seria um fato político catastrófico para qualquer governo. Neste sentido, afirmo sim, que a inércia da gestão da Saúde ajudou a agravar a situação.

JSC – Diante de tanta inércia, existe a chance de mudarmos o quadro da dengue? Emerson – Vai ser difícil a recuperação, até porque há muitos equívocos na condução dessa epidemia. A gestão dessa crise não está sendo conduzida pela secretaria de Saúde, que deveria estar à frente de tudo com o apoio de outras secretarias, mas não da forma como se apresenta hoje, um gabinete de crises, onde a grande maioria são políticos e não técnicos, chefiados pela vice-prefeita, que, aliás, já sabia que essa situação poderia se agravar lá em 2013, se nada fosse feito a tempo.

frase7SC – Pode-se afirmar então que a Saúde está sem rumo administrativo? Emerson – Com certeza. Por exemplo, temos um grande número de cargos comissionados que estão lá dentro, que acham que podem fazer o que querem, não respeitam hierarquia, acham que só devem satisfação a vice-prefeita e pronto. Aliás, disse isso várias vezes, o gabinete do secretário não é na Saúde, é na prefeitura, ou seja, no gabinete da vice-prefeita. É de lá que vem as ordens e é lá que pessoas próximas a ela na Saúde decidem as coisas há muito tempo. Essa interferência é nociva à Saúde, desta maneira, não se pode ter uma estrutura administrativa funcionando corretamente. É muita gente querendo mandar e atender interesses pessoais, enquanto isso a população sofre. O atual secretário com poucos dias dentro da Saúde foi nomeado para a função, sem ter no momento condições técnicas para assumir essa responsabilidade, e os resultados estão aí. Essa nomeação foi para atender um interesse político da vice-prefeita, a gestão da saúde ficou em segundo plano. A justificativa dada pela vice-prefeita numa emissora de TV quando questionada pelo apresentador do porquê dessa nomeação, ela justificou que ele estava preparado, já tinha sido secretário de saúde. Nesta fala a vice-prefeita esqueceu que isso foi a mais de 20 anos, uma época em a Saúde de Itajaí era uma estrutura pequena e sem a complexidade de serviços que tem hoje. Instrumentos de gestão surgiram, novos serviços surgiram, novas pactuações, etc. (…)

A celeuma das mudanças na eleição do Conselho Tutelar de Itajaí

março 28, 2015

Antes de começar a coluna, não vou me abster de responder ao meu colega de coluna, João Martins, que me perguntou por que o PT não organiza uma manifestação pró-Dilma em Itajaí? Oras, em Itajaí, como todos sabemos, Dilma perdeu e com uma margem enorme de diferença contra Aécio. Só isso já responderia, não? Foi tão fácil que nem teve graça responder, né? Ah sim, já em outras cidades maiores, capitais, onde aconteceram as manifestações do dia 13, como viste na mídia (que tentou esconder), foram muitos milhares, certo? O choro, é sempre livre. Já as ofensas publicadas na última edição contra filiados ao PT, como eu, por exemplo, acho triste que um jornal tenha de chegar a este ponto — e reproduzir discursos de ódio como publicado na última edição —, ou o próprio colunista, mas, como o nome aqui é “Sem Censura”, fazer o que, né? Porém, não terão este “prazer” da minha parte. Continuarei defendendo minhas ideias, opiniões, ideologias, sem ter de descer o nível como tentam muitos pelas redes sociais.

Voltando à coluna, impossível não comentar os acontecimentos desta quinta-feira, durante a 13ª sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Itajaí. É que, finalmente, ia ser votada as mudanças na eleição para o Conselho Tutelar de Itajaí, que foi alvo aqui na minha coluna na 4ª edição do Sem Censura. Destaque para as óbvias intervenções dos vereadores que têm interesses pessoais na eleição do CT (eles não querem o fim da reserva de vagas, que só acontece em Itajaí, na região, que é a destinação de vagas para advogados, pedagogos psicólogos para o CT, que denota óbvia reserva classista, inclusive, pois os mesmos conselheiros NÃO PODEM exercer suas funções enquanto conselheiros), que acabaram em um forte bate-boca e suspensão da sessão. Na defesa das mudanças, o vereador Fernando (PP), Giovani (PT) e Calinho (PP), entre outros. Aliás, segundo tudo indica, o vereador líder do governo pediu vistas (ou seja, o tema será votado nesta semana*) pois estaria empatado em dez a dez, e o presidente da CVI não queria dar o Voto de Minerva.

Além disso tudo, um outro bate-boca, que foi entre este que vos escreve e o padrasto de um dos vereadores, que tem a mãe como conselheira tutelar também. O mesmo, aos gritos, disse que eu deveria ficar quieto pois sou petista! Isso mesmo! Ele tentou me calar por eu ser filiado a um partido!! Seria o mesmo que dizer a um religioso, num evento ecumênico, por exemplo, que se calasse porque o outro não gosta da sua religião! Incrível o ponto que chegamos, o ódio exacerbado por um partido político (e o João Martins ainda queria que fossemos para as ruas naquele dia da manifestação do dia 15???), o básico fascismo, que tenta proibir uma ideologia de manifestação, inclusive, muito visto nas redes sociais ultimamente. Termino com a frase do jurista Pedro Serrano sobre este assunto: “Agredir uma pessoa que porta o símbolo de uma agremiação política [ou usa camisa vermelha] tem o mesmo sentido, para a ordem jurídico-democrática, que você agredir um homossexual, que você agredir um negro, que você agredir uma mulher pelo gênero, pela etnia, pela orientação sexual.

* como realmente não foi nem pra pauta da Câmara, pois o prefeito simplesmente decidiu não mandar o projeto mais…

O fascismo invadindo a política local

março 20, 2015

ontem estive na Câmara de Vereadores de Itajaí, para saber como iria ficar a votação que levaria a algumas mudanças na eleição e na composição do Conselho Tutelar de Itajaí, seguindo as orientações do Condama, órgão federal que regula os conselhos tutelares. obviamente, a sessão foi tumultuada, inclusive por questões que sou proibido de citar aqui no blogue. em certo momento, a sessão fora suspensa, e o vereador Clayton (PR) entrou com um pedido de quebra de decoro contra o vereador Calinho Mecânico (PP). todos governistas. o clima ficou tenso, houve bate boca, pois Calinho teria sugerido, com palavras duras, que havia interesses pessoais de alguns ali na questão da votação das mudanças no CT de Itajaí. chegou, indiretamente, a dizer que que “estavam mamando” com isso! trocas de insultos, após o pedido de suspensão, os vereadores foram para o plenarinho, e voltaram, quase 20 minutos depois, pedidos de desculpas, pedidos de desculpas aceitos e a quebra de decoro foi retirada. ah sim, o vereador líder do governo então pediu vistas, e será votado na próxima quinta-feira, 26 de março.

fascista brasileiroporém, o que aconteceu antes, envolveu este que vos fala num pequeno bate-boca, mas, com viés fascista, provavelmente inspirado pela “onda apartidária” (e fascista) que toma conta do país. isso que o mesmo é padrasto de um vereador!! mas vamos aos fatos:

este senhor e sua esposa estavam, desde que tinham chego na Câmara, falando, criticando, elogiando, enfim, manifestando-se lá no fundo do auditório da CVI. eu também estava na última fileira, no lado esquerdo. eles no direito. porém, quando me manifestei, os mesmos começaram a me agredir verbalmente, mas, como não sou de revidar este tipo de coisa, fiquei na minha, mas, foi por poucos segundos, pois aí o tal senhor gritou umas duas vezes “fique quieto que tu é petista”, no que obviamente eu retruquei, pois este tipo de atitude FASCISTA não pode e não deve ser aceito, ainda mais num ambiente político que é a Câmara de Vereadores, a “Casa do Povo”. no que eu retruquei, o meu companheiro de partido Iedo, que estava ao meu lado, também perguntou, de forma incisiva, qual era o problema em ser petista. claro que isso tudo foi na base do grito, pois as pessoas que me agrediam verbalmente, também o faziam gritando. praticamente a sessão da Câmara parou por cerca de um minuto enquanto durou a discussão, porém, vendo que não abaixamos a cabeça, o tal senhor logo se recolheu e nada mais falou. na verdade, logo depois, nem o vi mais lá dentro do auditório.

uma vergonha! como podemos aceitar que alguém possa ser criticado ou que tenha de se calar por ser de algum partido??? (que nada tinha a ver com o que acontecia ali dentro!!! tanto que o projeto era defendido por alguns governistas, e um do oposicionistas — que são apenas três — já tinha declarado que iria votar contra as mudanças na eleição do CT!)

eu não aceito. e não irei aceitar! e vou defender a minha LIBERDADE DEMOCRÁTICA de ser do partido que for, e de dar as minhas opiniões quando eu achar por bem dá-las! e quem quiser reclamar, que venha DENTRO do seu direito democrático, não com xingamentos ou com tentativas de me acuar por algo que eu tenho o total direito de ser! isso é fascismo! essa foi uma atitude fascista! e TODOS NÓS devemos lutar contra isso, pois, está se espalhando, e, será perigoso para todos nós. lembrem daquele poema célebre de Brecht, com que termino este texto:

Primeiro levaram os negros
Mas não me importei com isso
Eu não era negro

Em seguida levaram alguns operários
Mas não me importei com isso
Eu também não era operário

Depois prenderam os miseráveis
Mas não me importei com isso
Porque eu não sou miserável

Depois agarraram uns desempregados
Mas como tenho meu emprego
Também não me importei

Agora estão me levando
Mas já é tarde.
Como eu não me importei com ninguém
Ninguém se importa comigo.

“Admita: você foi para a rua para odiar”

março 19, 2015

o q faço aquiachei o título UM POUCO forte, apesar de ser verdade, pelo menos, verdade para uma boa parte dos manifestantes deste domingo, 15 de março. infelizmente, muitas pautas fora da nossa democracia acabaram se misturando com a inocuidade das pautas revoltadas de muitos, que é o que geralmente acontece quando se manifesta sem pautas definidas, ou com pautas que simplesmente não fazem muito efeito na sociedade (alguém já disse ser a favor da corrupção? e por que a única corrupção pedida atingia diretamente o governo federal? e os governos municipais? e os problemas locais, estaduais? isso ninguém viu, pois a pauta era MANIPULADA pra se atingir apenas o PT e o governo federal, isso está cada vez mais claro, inclusive, até mesmo para a mídia internacional).

odio dilmaporém, a mídia brasileira já “decidiu” pelos brasileiros e disse que as manifestações foram POPULARES, mesmo com pesquisas comprovando o contrário, que eram manifestações dos eleitores derrotados há pouquíssimos meses que, sem comprovação alguma, aliás, sem nem indicação de crime, querem tirar a candidata que foi reeleita pelo povo brasileiro, mais de 54 milhões e meio de pessoas.

ricos crisereitero, manifestação sem pauta ou com pautas inócuas acabam virando palco para a doença do machismo, dos pedidos de impeachments, dos pedidos de volta da ditadura militar, dos xingamentos e ofensas contra pautas relevantes (como no vídeo que mostra praticamente uma centena de manifestantes indo pra frente de uma casa ofender e xingar os moradores que tinham uma faixa pedindo por pautas relevantes), das tentativas de se proibir “partidos políticos” (e até mesmo ideologias!), mesmo a manifestação tendo como alvo APENAS UM PARTIDO, mesmo a manifestação sendo manipulada pelos partidos de oposição, mesmo com vários deles inclusive participando dela, incentivando as pessoas a irem pras ruas pra derrubar o governo democraticamente eleito.

paulo freire manifestaçaoenfim, leia parte do artigo abaixo, e, se quiser ler ele inteiro, clique aqui:

Primeiro, vamos combinar uma coisa: se você votou em Aécio Neves, nas eleições passadas, você não está preocupado com corrupção.

Você nem liga para isso, admita.

Aécio usou dinheiro público para construir um aeroporto nas terras da família dele e deu a chave do lugar, um patrimônio estadual, para um tio.

Aécio garantiu o repasse de dinheiro público do estado de Minas Gerais, cerca de 1,2 milhão reais, a três rádios e um jornal ligados à família dele.

Isso é corrupção.

Então, você que votou em Aécio, pare com essa hipocrisia de que foi às ruas se manifestar porque não aguenta mais corrupção.

É mentira.
(…)
dilma enforcadaVocê foi para a rua porque, classe média remediada, precisa absorver com volúpia o discurso das classes dominantes e, assim, ser aceito por elas.

Você foi para a rua porque você odeia cotas raciais, e não apenas porque elas modificaram a estrutura de entrada no ensino superior ou no serviço público.

Você odeia as cotas raciais porque elas expõem o seu racismo, esse que você só esconde porque tem medo de ser execrado em público ou nas redes sociais. Ou preso.
(…)
Ainda assim, você foi para a rua bradar contra a corrupção.

E, para isso, você nem ligou de estar, ombro a ombro, com dementes que defendem o golpe militar, a homofobia, o racismo, a violência contra crianças e animais.

Você foi para a rua com fascistas, nazistas e sociopatas das mais diversas cepas.

Você se lambuzou com eles porque quis, porque não suporta mais as cotas, as bolsas, a mistura social, os pobres nos aeroportos, os negros nas faculdades, as mulheres de cabeça erguida, os gays como pais naturais.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 969 outros seguidores