E precisava ter greve?

maio 28, 2015

precisa greveNão. Ou há outra resposta? O governo Jandir e Dalva cometeram, novamente, como em 2013, o pecado de não acreditar na possibilidade de uma greve. Em 2013, tudo bem, vínhamos de muitos e muitos e muitos anos sem uma greve na prefeitura de Itajaí, se é que houve uma. Somando a isso que o povo itajaiense, mesmo levando no lombo, sempre se mostrou quase que completamente apático, sem ação alguma, no quesito “vem pra rua”, exceto alguns grupos, geralmente da Esquerda, que sempre tentaram trazer o povo para as ruas para protestar, vide protestos contra o transporte público, do qual participei. Infelizmente, o pacato itajaiense nunca quis muito demonstrar suas indignações. Porém, em 2013, conseguimos, após forte mobilização, iniciar a primeira greve da prefeitura de Itajaí, pelo menos, nas décadas de que me lembro. E foi uma bela duma greve! Lá, como agora, basicamente, a culpa está toda no governo, que iniciou as negociações com os servidores e sindicato de forma quase autoritária, neste ano, tentando enfiar um ridículo abono de R$ 150 para todas as outras categorias que ganham acima de R$ 1.500 e mais 1%. Sim, sim, o aumento de R$ 250 oferecido às categorias abaixo dos 1.500 é muito boa, louvável, até, por parte do governo Bellini. Só que o governo tenta, numa mão ser bonzinho, porém, na outra, o malvado. Por que, oras, os outros todos servidores não deveriam ter um aumento, no mínimo, que compensasse a inflação?? Por que deveriam perder, nessa briga? Por que ganham um pouco melhor (não estou falando, é claro, dos que ganham muitíssimo bem, porém, até mesmo eles têm este direito, pois quando se fala de uma categoria, oras, é de UMA categoria que se está falando, e quem deu estes aumentos que criaram este abismo entre os servidores foi o próprio governo que, agora, estava tentando punir novamente os de baixo da pirâmide — dessa vez os não tão de baixo, mas, ainda assim, não os que ganham 10 mil reais, é claro)? Sim, o prefeito, a vice, os secretários envolvidos, sejam lá quem forem, tentaram dividir os servidores até o final. Não conseguiu. E, no fim, poderia, se tivesse no mínimo, dado como primeiro proposta a reposição salarial (em uma vez) e os 250 para quem recebe menos, ter evitado uma greve que acaba por desgastar ainda mais o governo Bellini.

(a foto é da Luana Barros)

da minha coluna desta semana no Sem Censura

Governo de Itajaí pode estar passando dados desatualizados sobre a folha de pagamento da prefeitura!

maio 21, 2015

jandir erradoAs incoerências e inconsistências do governo municipal sobre o aumento pleiteado pelos servidores

O prefeito Jandir Bellini emitiu uma nota no site da prefeitura (clique aqui) inicialmente falando sobre R$ 30 milhões gastos por mês com a folha; realmente achei elevado este valor e fiz uma busca na própria página da prefeitura, no Portal da Transparência — conforme a Lei Complementar 131/2009 —, qual foi a minha surpresa ao perceber que poderia ter uma pegadinha nestes números oficiais, pois este valor se aproxima do mês de DEZEMBRO (onde a prefeitura acumula na remuneração aos servidores férias, 13º e a remuneração do mês) quando chega a um montante de pouco mais de R$ 28 milhões. Fazendo a conta para o mês de ABRIL/2015, o gasto apresentado com a folha de pagamento ficou em R$ 19,6 milhões (ou seja 10,4 milhões menor que o anunciado).

A segunda provocação da nota é o “POR QUE O MUNICÍPIO NÃO PODE ATENDER A PROPOSTA DO SINDICATO?”, alegando que “não tem capacidade de pagamento — Hoje utiliza R$ 30 milhões mês, com folha de pagamento — Pela proposta do governo, pode chegar até R$ 32,6 milhões sem comprometer a saúde financeira do município[…]”. Ou seja como o nosso gasto com a folha é R$ 19,6 milhões, teríamos uma margem de negociação de R$ 13 milhões e que matematicamente contempla os pedidos iniciais dos servidores, inclusive o pedido de 25% de aumento nos vencimentos, aliado a um vale-refeição de R$ 900!!

Quanto à média da remuneração dos servidores de Itajaí, ela está longe dos R$ 4.815,00 apresentados e também não é a mais elevada do Estado, sendo R$ 3.234,98; os R$ 19,6 milhões divididos pelos 6.055 servidores que constam no portal, incluindo os inativos, ou seja Itajaí (com o primeiro lugar no PIB de SC) está abaixo de Joinville (2º lugar), Florianópolis (3º lugar), Blumenau (4º lugar) e Balneário Camboriú (que deve ocupar ainda o 13º lugar).

Porém, ao realizarmos uma média salarial com os 5.281 que prestaram concurso/seleção pública e não ocupam cargo comissionado, a média dos vencimentos fica em R$ 3.031,94, longe da média de R$ 11 mil recebido por 23 secretários ou da média dos 18 Procuradores e 23 Auditores Fiscais (as classes que mais avançaram neste governo) que é de R$ 23 mil mensais, bem próximo aos R$ 26.977,80 que recebe o prefeito, e que é mais de 15 vezes a média salarial da população de Itajaí (que fica em R$ 1.790,97).

Então, dentro destas informações, temos um sério problema que indica poder estar havendo MANIPULAÇÃO de dados vindos do governo. Na verdade, provavelmente, estão enganando até mesmo o prefeito, que recebe os dados prontos de seus assessores!! Esperamos que a imprensa faça estas mesmas pesquisas que fizemos e comprove os dados aqui apresentados. E que o próprio prefeito Jandir Bellini se inteire desta realidade, para não ficar demonstrando dados que podem não condizer com a realidade.

Nesta análise foram usados os seguintes links:

SALÁRIO DE DEZEMBRO/14 

SALÁRIO DE ABRIL/15 

E vamos pro terceiro dia de greve, e nada do prefeito se manifestar…

maio 20, 2015

cade o prefeitopor que?, é o que todos se perguntam. deveria ser a pergunta que a imprensa itajaiense deveria fazer ao nosso prefeito, porém, talvez prefira ficar dando indiretas de que a população está sofrendo por causa da greve dos servidores, como se a greve não fosse causada também pelo desleixo do governo Jandir Bellini na tratativa com os próprios servidores públicos, que também querem um tratamento “padrão Volvo”, não?

porém, a indagação está na boca de todos que participam da greve. por que o prefeito está esperando tanto pra dar, AO MENOS UMA RESPOSTA sobre a proposta apresentada oficialmente na manhã de terça-feira, primeiro dia da greve. segundo a própria prefeitura, a

Foto de Lu Barros

Foto de Luana Barros (a foto acima tb)

greve teria diminuído um pouco, pois o número de CEIs fechadas totalmente teria passado de 19 no primeiro dia, para 12 nesta quarta-feira, porém, as informações que já tínhamos ontem, é que a secretaria de Educação teria ligado para as diretoras e as obrigado a aceitar pelo menos um número de crianças com que elas pudessem cuidar, assim, é claro, as estatísticas ficariam mais bonitas para o governo.

Foto de Sérgio Luback

Foto de Sérgio Loback

porém, o que se viu hoje foi claramente um número até superior de pessoas participando da greve do que no primeiro dia. inclusive, as fotos que estão pipocando nas redes da caminhada desta tarde, demonstram o óbvio: A GREVE ESTÁ FORTE, e muito forte mesmo! provavelmente, já ultrapassamos o número de 30% de servidores que aderiram à paralisação dos serviços públicos municipais.

mas, volto ao prefeito e seu silêncio: até quando, prefeito? por que, se a proposta não foi de agrado, não dizer de uma vez que a proposta não foi aceita de modo algum e que o governo mantém aquelas duas vergonhosas propostas? ou, então, é claro, que pelo

Foto de Lu Barros

Foto de Luana Barros

menos chame para a negociação. OS SERVIDORES QUEREM VOLTAR AO TRABALHO. ninguém quer ficar parado, ali, pegando chuva, cansado, fazendo caminhadas etc., nós queremos sim voltar para nossos locais de trabalho. MAS TAMBÉM QUEREMOS TER NOSSAS REIVINDICAÇÕES ATENDIDAS! e isso, o servidor já decidiu que vai ter. entretanto, as negociações precisam acontecer. nem que seja para o prefeito dizer não. mas, parece, tá preferindo o silêncio, enquanto a população sofre com as faltas dos serviços públicos. se é uma queda de braço que o prefeito está querendo, infelizmente, vai fazer a população continuar sofrendo. não é isso que os servidores querem. só que o prefeito está demonstrando que é isso o que ele quer.

Foto de ontem, na frente da prefeitura! (Lu Barros)

Foto de ontem, na frente da prefeitura! (Sergio Loback)

E começou mais uma greve da prefeitura de Itajaí!

maio 19, 2015

E começou a Greve dos Servidores Municipais de Itajaí, com uma adesão extremamente forte, já no primeiro dia (e com a forte chuva que caiu no início da manhã) com mais de 1400 assinaturas dos servidores (19 creches fechadas!!!!) que deixaram seus locais de trabalho para reinvindicar melhores salários e condições de trabalho. (as duas últimas fotos são da Rúbia Cristina, as anteriores, de Flavio da Silva)

fotos flavio (1)

fotos flavio (2)

fotos flavio (4)

fotos flavio (7)

fotos flavio (10)

fotos rubia (2)

fotos rubia (3)

Servidores públicos municipais de Itajaí EM GREVE!

maio 13, 2015

greve prefeitura 2015vou tentar ser o mais breve possível.

o governo atual (Jandir&Dalva) receberam a nossa primeira proposta, decidida em assembleia, de 25% de aumento. negou. e ofereceu a vergonhosa proposta de 250 de aumento real para 16 categorias que ganham até R$ 1.500 e R$ 150 de ABONO (que não se incorpora ao salário, não conta pra décimo, férias, aposentadoria etc.) pras outras dodas categorias. no cartão, seria R$ 400. os servidores REJEITARAM esta proposta. e apresentaram uma nova, mantendo os 250 de aumento real para as categorias abaixo de 1500, e 12% de aumento pras outras todas. no cartão alimentação pedimos R$ 500 (atualmente está em R$ 307, pra quem trabalha 40h).

porém, novamente, na reunião, o governo Bellini rejeitou a proposta. e HOJE, às 17h, mandou POR E-MAIL para o sindicato a nova proposta, que foi pior ainda, pois tentou claramente COLOCAR OS SERVIDORES EM CONFLITO, pois, ou beneficiava APENAS os que ganham até 1500 reais e prejudicava os demais, ou o contrário:

esta eram as duas propostas enviadas às 17h de hoje 1: 4% de aumento pras categorias acima de R$ 1500 e manter os 250 de aumento pras categorias abaixo de 1500. cartão de R$ 450

ou

2: 8,13% de aumento pra todas as categorias, acabando com os 250 a mais pra quem ganhava menos, e mais ridículos ainda 8,13% no cartão de alimentação (o que daria uns 30 reais a mais!)!!!!

tudo rejeitado, obviamente, votou-se pela DEFLAGRAÇÃO DE GREVE e nova proposta dos servidores:

manter os R$ 250 para quem ganha até 1500, MAIS 4% acima; 12% de aumento (lembrando que 8,13% é apenas reposição salarial) para as outras todas categorias; e cartão alimentação de R$ 500.

agora é aguardar a próxima semana, quando a cidade irá parar, novamente como em 2012, pela falta de competência do prefeito e sua gestão em negociar, enquanto alardeia para o estado inteiro que é a tal nova potência econômica, o maior PIB de Santa Catarina, mas mal consegue dar um aumento real para seus servidores!!!!!

Paulinho Figueirense, agora, dizem, é de Itajaí…

maio 6, 2015
paulinho figueira

E a imprensa que tanto criticava os “estrangeiros” na política local, agora, tá quietinha…

Parece que o que era boato acabou virando verdade de vez. O filho do ex-governador da Ditadura Jorge Bornhausen, agora, sem mandato — pois perdeu para senador no ano passado —, veio de mala e cuia para a “nova potência econômica” de Santa Catarina, como se auto intitula a prefeitura de Itajaí — mas que diz que não pode dar um aumento para os servidores, segundo outros boatos. Aliás, lembro que aqui mesmo nesta coluna, poucos meses atrás, em dezembro, citei um boato que indicava que o mesmo filho do ex-governador da Ditadura Militar viria assumir um cargo no Porto de Itajaí.

Portanto, o boato tinha seu fundo de verdade, pois, agora, com a possível criação deste cargo de um “assessor” de Itajaí lá em Florianópolis, ganhando dez mil reais por mês apenas porque a cidade não conseguiu eleger um deputado estadual baseado aqui. Paulinho poderia se dizer morando em Itajaí, mas, ficando em Florianópolis para “representar” Itajaí na Assembleia do Estado. E esse tal cargo é uma das maiores viagens que já ouvi deste governo! Se até mesmo um deputado estadual eleito tem dificuldades para fazer suas demandas serem atendidas em prol da sua região (o que não é a atribuição de um deputado estadual!), imagine um aspone de uma cidade tentando emplacar seja lá o que for. Como disseram, daqui a pouco o prefeito vai querer criar um mais um cabide de emprego pra trabalhar por Itajaí lá em Brasília. E aí, sabe-se lá se todas as cidades não quererão criar seu carguinho de aspone nas capitais estaduais e na capital federal.

Na verdade, o intuito de trazer Paulinho pra cá é a clara indicação que o governo Jandir/Dalva conseguiram, em oito anos (mais os outros oito anteriores), simplesmente não criar nenhuma liderança para substituí-lo (isso, no fim, pode ser um alívio para o povo!), o que demonstra que a politicagem dominou completamente a cidade, mas, claro, a população não teve acesso a isso. E nem terá, pois a mídia também, nesse processo, foi quase completamente dominada. E, agora, pagamos, e, talvez, pagaremos, pela displicência política da dupla Jandir/Dalva, que tentará unir os cacos da sua coligação com um manezinho da Ilha. Porém, o tiro pode sair pela culatra, pois já há articulações dentro do governo que estão insatisfeitas com essa imposição. Nas próximas colunas talvez volte ao assunto.

Prazer em Recebê-lo – No “Prazer em Recebê-lo” desta quinta (rádio Conceição FM 105,9), comandado por Célio Furtado e Giordano Zaguini Furtado, os convidados são Nilson José, escritor da Pesca e o empresário da pesca e da construção naval Fernando Luiz Leal. O “Prazer em Recebê-lo” vai ao ar das 15h15 até às 17h.

da minha coluna no Sem Censura

Por que em Itajaí só auditores fiscais e procuradores ganharam tanto aumento durante a gestão Jandir?

maio 5, 2015

aumento2[editado e corrigido as porcentagens] publiquei estes gráficos ontem no meu Facebook, e neles estão claríssimos os problemas que temos enfrentado em Itajaí. um deles, poderia colocar também, é a dengue. ou o problema da falta de médicos em Itajaí. aí a prefeitura diz que é porque os médicos não estão querendo vir trabalhar na cidade.

valores corrigidosporém, é só analisar o aumento do salário de um médico em Itajaí, que passou, no governo Bellini/Dalva, de R$ 2.400 pra 4 mil reais. 60% de aumento de 2010 para 2015. enquanto isso, os auditores fiscais, sabe-se lá por que, passaram de R$ 3.100 para R$ 14.600!!!!!!! isso mesmo, os auditores, que já ganhavam mais que médicos em Itajaí, tiveram seu salário aumentado pela gestão municipal em mais 450%!!!!

por aí, dá pra tirar o óbvio: Jandir e Dalva dão mais atenção aos auditores fiscais que os médicos. (apesar que isso já era óbvio pra quem entende um pouco da política municipal) outro cargo que teve um aumento significativo foi o de Procurador! sim, os advogados de carreira da cidade passaram de R$ 4.600 para R$ 18.500!!! 397% de aumento em cinco anos! que beleza, não? qual categoria na prefeitura não gostaria de ter uma apreciação assim? todas gostariam! medicos corrigidos salariose por que todas não são contempladas como foram os procuradores e os auditores fiscais? não sei, temos de perguntar pro prefeito Jandir e sua vice, Dalva, não? mas, quem pergunta? quem da nossa imprensa que conseguiria ter coragem para tais perguntas? mas voltemos à medicina, aquela que a nossa vice era a perita etc., “iria salvar” etc. etc. o aumento dos médicos da ESF (Estratégia Saúde da Família), sabem de quanto foi o aumento nestes cinco anos? passaram de R$ 2.300 para R$ 3.500. 149% de aumento. aí o prefeito, secretário de saúde, vão pra TV reclamar que faltam médicos nos concursos que eles abrem. e a imprensa, fica mudinha e nada fala também. e qual a valorização que os médicos estão tendo na cidade? esta que lhes apresentei. enquanto auditores e advogados ganham 400%, quase 500% de aumento, médicos mal passam de 150% de valorização dos seus salários.

ou seja, quem tá no topo da pirâmide dos salários na prefeitura, ganha sempre mais, enquanto os da base, têm de se contentar com os aumentos conseguidos para todos. os motoristas, por exemplo, do qual faço parte, ganharam, desde 2010, 161% de aumento! passamos de R$ 846 para R$ 1.300!

nesta tabela apresentada aqui, o item “correção TCU” seria o salário que estas categorias teriam caso fossem aplicados apenas os aumentos que TODOS tivemos direito, ou seja, a disparidade não seria tão vergonhosa.

não, não estou reclamando dos que ganharam tanto. só queria saber por que ganharam tanto, e outros, tão pouco? por que a medicina está tão atrás dos advogados e auditores fiscais? por que as outras categorias da prefeitura não são tão valorizadas? por que a disparidade? por que ninguém faz estas perguntas incômodas ao prefeito? à vice-prefeita? por que o povo que foi para as ruas pedindo Educação, Saúde, não vai fazer a mínima questão de pensar sobre isso? sim, professores também, passaram de R$ 1.400 para R$ 2.200!!!! apenas 158% de aumento!!!! por que não 200%, 300%? é assim que querem a valorização dos professores? é assim que tratam a Educação, secretário Edison d´Ávilla?

A mítica reforma do governo Bellini

maio 2, 2015

osvaldo gern saudeantes de começar esta publicação, que na verdade é a minha coluna do jornal Sem Censura desta semana, um boato forte corre na prefeitura de Itajaí que o novo secretário de Saúde de Itajaí seria o vereador (e atual secretário) Osvaldo Gern (PP). o maior problema, além do mesmo manjar de Saúde tanto quanto eu manjo do Kung-Fu, é que assim, o prefeito Jandir estaria tirando, finalmente, a vice-prefeita do comando (extra-oficial, como tem sido desde que foi retirada do cargo) da pasta… vamos aguardar. dizem que Gern deve assumir já na segunda-feira.

Perdemos Eduardo Galeano, grande escritor latino-americano! Tivemos (mais) um tornado no oeste catarinense. Itajaí teve, no sábado, um belo céu por causa das cinzas do vulcão chileno, assim como em 2011, quando as cinzas chegaram ao solo itajaiense. Plaquinhas com os dizeres “prefeito, flores superfaturadas são feias” apareceram nos canteiros públicos da cidade, em relação ao possível superfaturamento na compra de flores, onde houve um pedido de CPI negado pela nossa governista Câmara de Vereadores. Um terremoto devastou o Nepal, matando milhares de pessoas. A regata de volta ao mundo foi embora, e a tal “vila da regata” voltará ao ostracismo de sempre — e o filho do secretário/vereador deve ter ficado um pouco mais rico ao ganhar de presente da prefeitura a administração daquela feira pros ricos que acontece a cada regata internacional — e provavelmente o tal planetário, já prometido de ser aberto ao público, voltará a ficar fechado mais um tempão (espero estar errado). Segundo disseram na Ric Record — agora em HD, assim como a RBS e o SBT, que, aliás, demitiu o reaça-mor de SC — uns poucos meses atrás, a ponte que ligará o Dom Bosco ao Cidade Nova já estará funcionando em julho! A Petrobras, ao contrário dos que dizem os urubus de plantão, voltou a ter suas ações subindo, diferente dos que pregavam que a estatal estaria acabada, falida, quebrada etc., enquanto os espertos compravam ações nos momentos em que ela estava em baixa. Quem está em queda livre é a Globo, criada logo após o Golpe Militar de 1964, que vê sua audiência escorrendo pelo ralo, até mesmo no seu carro-chefe, o Jornal Nacional. O dólar está caindo. Brasil praticamente erradicou a pobreza extrema. 98% das crianças brasileiras entre 7 e 14 anos está na escola! (e não vês isso ganhando destaque na mídia, certo?) Os professores de Santa Catarina continuam em greve, apesar de a mídia catarinense pouca bola dar pro assunto, assim como acontece em São Paulo, onde os professores também já estão há mais de um mês em greve, mas o resto do país não deve merecer saber disso. O Marcílio Dias, que foi tocado praticamente pelo primeiro escalão do governo Jandir, foi afundado novamente na segunda divisão, e, engraçado, foi o time começar a cair, sumiram do noticiário os mesmos mandachuvas da prefeitura que ajudaram a afundar o time itajaiense e se aproveitavam da propaganda gratuita dando entrevistas etc.

No meio disso tudo, surge um boato, mais um, de que o prefeito Jandir Bellini, ao que parece, se acontecer algum milagre na Terra, deva realizar uma “reforma” no seu governo, tirando e colocando alguns nomes nos cargos mais importantes da prefeitura. Três nomes já pululam no noticiário off-line da cidade. A princípio, o único milagre destes nomes é que parecem mais os três cavaleiros do apocalipse! Mas, sinceramente, vamos acreditar que o prefeito terá coragem pra realizar a tal reforma no seu secretariado, no primeiro escalão do governo da amarelolândia — aquele que bradava e gritava aos quatro ventos (juntamente com a mídia que, agora, fica quietinha, quietinha) que era feio importar gente de fora no governo do PT, mas que pretende trazer o Paulinho Figueirense pra ser o sucessor do tal reinado amarelo de Itajaí. Vamos acreditar! E esperar. Sentados, pra não ficarmos cansados, certo?

Prefeito Jandir quer um “embaixador” da cidade em Florianópolis…

abril 29, 2015

e a justificativa é porque a cidade não elegeu nenhum deputado estadual. e ele vai ganhar DEZ MIL REAIS. pra morar em Florianópolis!

lol

ou seja, acharam um cargo pro Paulinho Figueirense morar em Floripa, só pode! ou é uma notícia do Sensacionalista?

materia jandir embaixador floripa

A bela obra da Beira-Rio e da “Avenida das Capivaras”

abril 28, 2015

obra beira rioNinguém nega que a obra de revitalização da Beira-Rio (avenida Victor Konder) está ficando bonita. Apesar de alguns detalhes estranhos (como a faixa muito pequena para cegos), tenho quase certeza que a obra ficará bonita; apesar também de seu alto custo, mais de um milhão de reais. Ninguém também negará que a primeira avenida aberta em anos, se duvidar, a primeira aberta nos dezesseis anos de governo Jandir Bellini, PP, (e Dalva Rhenius, PSB), ficará bonita. Ah, o leitor ainda não conhece a tal nova avenida? Bem, ela tem até um nome (provisório) interessante, chama-se Avenida das Capivaras, e servirá para a entrada da Marina Itajaí, aquela que também está sendo feita rapidamente, mais uma grande obra do governo Jandir para o “povo” itajaiense. Assim como a revitalização da Beira-Rio, indo a passos largos, assim como a Avenida das Capivaras, que, de repente, sem muito aviso, surgiu no horizonte itajaiense.

Agora, pergunto: o que estas obras mudam na MOBILIDADE URBANA da cidade? O que esta nova “avenida” irá representar para o trânsito da cidade? “Ah, Rômulo, para de ser chato! Vai ajudar os milionários que terão suas belas lanchas estacionadas na Marina!” O que esta obra (a revitalização da Beira-Rio), sempre lotada de funcionários trabalhando, irá representar para a mobilidade urbana da cidade?? “Ah, Rômulo, para de ser chato! Vai ficar mais bonito para a elite itajaiense que a utiliza diariamente para suas caminhadas. Até pro povão que, quando passa por ali, vai ficar bonito de olhar, né?” Sim, sim, até a elite tem direito a ter boas opções, né? Até o povo tem direito à beleza do lugar, não discordo.

Só discordo de que obras como estas que NADA significam em melhoras EFETIVAS para a cidade, estejam a frente de obras óbvias como a VIA EXPRESSA para os caminhões que vão para o porto da cidade estarem praticamente mortas desde que o prefeito Jandir Bellini e a vice-prefeita Dalva Rhenius assumiram em 2009!!!! Uma obra desta envergadura, que já poderia ter acabado, salvado vidas, diminuído os problemas crônicos do trânsito de Itajaí, não recebe a devida atenção do nosso governo municipal, que, sempre tem uma desculpa para a obra parada, mesmo sendo uma promessa de campanha do atual prefeito desde os anos 1990!! Isso sem contar o problema com a Coletivo Itajaí, também, pelo jeito, abandonada pelo governo municipal, que nada faz.

Mas, quem liga, né? Jandir, daqui um ano ou menos, já estará fora do cargo, e será eleito facilmente pela cidade para o cargo provavelmente de deputado estadual, pois, oras, é o prefeito que mais tempo ganhou dos cidadãos itajaienses o direito de governá-los, e o povo não vai querer dar um atestado de incompetência eleitoral, agora, não o elegendo, concordam? Todos irão, como cordeirinhos, votar no prefeito mais bondoso (e no indicado por ele pra prefeito, provavelmente um manezinho da Ilha), aquele que sempre é elogiado na imprensa, ou, no mínimo, esquecido quando dos problemas da cidade (isto quando os próprios problemas não são jogados pra debaixo do tapete das manchetes escondidas e das passagens pra acompanhar as regatas internacionais). Parabéns, Itajaí!


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 979 outros seguidores